27 fev 15
craft touroutros bla bla blas
Superziper visita: Burda Expo 2015
por Andrea

mosaico_abre copy

Ontem fizemos uma visita à primeira edição da Burda Expo, a feira que faltava no mundo craft. Ela é diferente das outras feiras que já temos por aqui pois traz um novo conceito: um evento de corte e costura para o público que curte moda D.I.Y.. Não poderia ser diferente pois leva a assinatura da Burda, uma revista internacional que aterrizou recentemente no Brasil, cheia de moldes e inspiração para quem faz ou quer começar a fazer  suas roupas em casa… tipo eu, você e todas nós. Hoje é o última dia da feira então temos algumas fotos fresquinhas para você se animar! Se gostar do que viu ainda dá tempo de dar uma passadinha.

IMG_8580

A feira acontece no centro de eventos São Luis, lá no finalzinho da Av. Paulista. Nossa dica ? Vá de metro, e desça na estação Consolação – linha verde.

IMG_8593

Como não podia faltar, rolou um encontro de crafters amigas no estande da Coats.

IMG_8595

Aliás são da Coats estes tecidinhos 100% algodão em lindas estampas.

IMG_8586

O pequeno estande da Renaux também estava bem disputado para o garimpos para moda. Os tecidos tinham um preço bacana por metro e também pacotes de retalhos  já cortados e vendidos por quilo. Além do estande nesta feira, eles têm uma loja no Brás.

IMG_8585

 

IMG_8588

O meu garimpo favorito, um algodão molinho, de estampa meio oriental que ficaria lindo em uma blusinha ou vestido. Me arrependi de não ter levado.

mosaico_milinery

Você sabe o que é milinery? É a arte de fazer chapéus e adornos festivos para a cabeça, como casquetes e fascinators. Pois foi na Burda Expo que conhecemos a Eskola, que dá cursos de milinery e alfaiataria, com direito a professora formada em Londres. A dupla de mãe e filha chapeleira veio especialmente do Sul mas oferecem oficinas pagas que você pode fazer aqui mesmo durante a feira.

mosaico_desafio

Na feira está rolando um desafio de corte e costura com duplas de alunos da Faculdade Santa Marcelina. Todos os dias eles ficam numa salinha tipo aquário criando modelos que serão expostos e votados pelo júri da feira. Quando entrei na sala a moçada esta super empolgada na criação!

IMG_7318

Uma outra expo legal que acontece na feira é a de moda para bonecas Blythe! Criadores de todo o Brasil fizeram mini modelitos inspirados em roupas tamanho ‘real’ que apareceram na revista Burda. Os looks das bonecas também foram customizados, com maquiagem e cabelos super especiais.

IMG_7314

Como não podia deixar de ser costura é o tema em toda a decoração. Achamos nossa cadeira preferida de todos os tempos no estande da Lu Gastal.

IMG_7301

O amor está nos detalhes, é só procurar :).

IMG_7312

A feira está super bacana não só para quem curte corte e costura mas também para aqueles que gostam de crafts em geral. Tem mini cursos gratuitos de fundamentos básicos, oficinas, venda de tecidinhos e acessórios, demonstração de todas as grandes marcas de máquina de costura (Singer, Brother, Janome, Bernina, etc). Certeza de um programa muito bacana e craft para se fazer em São Paulo.

Mas corre que hoje (sexta) é o último dia para visitar a Burda Expo!

Burda Expo 2015

Quando: de 24 a 27 de Fevereiro

Local: Centro de Eventos São Luis – R Luis Coelho, 232 – São Paulo 9SP)

Horário: das 11h as 19h

Valor: R$ 14,00 (inteira) ou R$ 7,00 (meia)

16 fev 15
costura
Primeiras costurices: Lençol de elástico
por Andrea

lencol_abre

Hoje é dia de mais um PAP de primeiras costurices, nosso especial dedicado a costureiras iniciantesviagem que estão começando a pilotar suas máquinas. Desta vez escolhemos algo super utilitário, o bom e velho lençol de elástico. Pessoalmente não me aventuro a fazer o lençol de elástico para colchão de adulto devido ao tamanho do tecido a manipular. Mas, um lençolzinho infantil ou de berço é sim super rápido e possível de se costurar em casa. Com o desafio de montar um enxoval de bebê que não seja nem azul e nem rosa achei bem difícil encontrar no mercado lençóis amarelos e lisos. Nada que um DIY não resolva. Fui atrás de um tricoline amarelo de boa qualidade, elástico e coloquei as mãos a obra!

Uma etapa importante é calcular o tamanho do tecido a ser usado para o lençol, de acordo com o tamanho do colchão. Depois de alguns testes e alguns erros, para o colchão de berço tamanho americano 1,30 m X 70 cm X 10 cm cortei um retângulo de tecido de 1,60 X 1,0 m para o lençol. Se o seu colchão tem um tamanho diferente, basta adaptar as medidas. A ideia é acrescentar à medida do colchão + 30 cm sendo 20 cm (2X a altura de 10 cm) + 10 cm (virada e margem para as bainhas). Desta forma, irá sobrar tecido suficiente para prender na parte de baixo do colchão e para o acabamento. Corte o tecido na medida adequada ao seu lençol.

Separe também elástico de 0,5 cm de largura (mais ou menos 1,5 para lençol de berço), lápis, régua e máquina de costura.

lencol_esquema

Este é o esqueminha das costuras do nosso lençol de elástico. Primeiro costuramos as quatro quinas. Depois aplicamos o elástico nas duas laterais menores. Fazemos por fim o acabamento deixando uma bainha dupla nas duas laterais maiores. Vamos lá fazer o lençol?

lencol1

Para um colchão com altura de 10 cm (padrão americano) recomendo fazer a altura do lençol de 14 cm, para que sobre tecido para a virada e a bainha dupla. Caso o seu colchão seja mais baixo, diminua a medida proporcionalmente.

Com o tecido virado do avesso, dobrei a quina na diagonal e marquei uma linha reta de 14 cm com régua e lápis.  Repeti nas outras 3 pontas do lençol.

lencol2

Vá para a máquina e costure uma linha reta de 14 cm na linha marcada em cada uma das quatro quinas. Não esqueça de fazer um retrocesso no início e final da costura.

lencol3

Corte as pontas, deixando uma margem de 1 cm de tecido. Recomendo fazer um zigue zague para dar acabamento nas margens e evitar que o tecido desfie com o uso e lavagens.

lencol4

Chegou a hora do elástico. Vamos usar um elástico fino de 0,5 cm. Começando por uma das laterais, ajuste a sua máquina em ponto zigue zague. Comece dando alguns pontinhos e fazendo retrocesso para fixar a ponta do elástico ao tecido. Depois vá esticando bem o elástico e ao mesmo tempo fixando-o ao tecido conforme vai fazendo o zigue zague. Vá devagar para ter tempo de esticar o elástico enquanto costura. Enquanto fizer isso, mantenha o elástico bem rente à margem do tecido. O elástico vai franzir o tecido a medida que é fixado. Parece que vai dar errado mas dá certo! Terminada a costura, corte o elástico com a tesoura.

Repita a aplicação do elástico na lateral oposta do lençol.

lencol6

Vamos fazer agora a bainha dupla e o acabamento. Mude o ponto da máquina para ponto reto. Para fazer o acabamento e esconder o elástico, dobre o tecido duas vezes sobre o elástico já pregado para formar a bainha dupla de 0,5 cm (caso use uma elástico mais grosso, aumente a grossura da bainha proporcionalmente). Nas partes do lencól sem elástico basta virar a bainha duas vezes mantendo os 0,5 cm e pespontar por cima, bem rente a dobra interna da bainha. Nas aéreas com o elástico você terá que esticar o tecido que está franzido com o elástico já pregado, a medida que costura a bainha. Mais uma vez, vá com calma. O franzido volta ao lugar assim que você solta o elástico.

lencol5

Finalize fazendo a bainha dupla simples, sem elástico, até contornar toda a borda do lençol.

lencol7

O resultado final é este, as laterais menores com elástico escondidinho e as maiores com a bainha dupla simples. Seu colchão já tem roupa feita por você :).

lencol8

A mesma técnica pode ser usada para produzir capas com elástico para outros itensílios, como trocadores de bebê, por exemplo! Comprei um trocador liso que veio sem capa e em poucos minutos fiz esta capinha lavável usando a mesma técnica do lençol de elástico.

E você já se aventurou a costurar você mesma a roupa de cama para sua casa? Apesar da praticidade de se comprar lençóis prontos sempre vale a pena fazer algo especial com tecidos escolhidos por você e acrescentar o seu capricho no acabamento.

 

11 fev 15
costura
Cone de linha na máquina de costura
por Claudia

Truque de costura

Se você costura muito à máquina em casa e gasta tubos e mais tubos de linha, um dia vai cogitar usar linha em cone. Acontece com as costureiras mais ativas. Se não é o seu caso ainda, aguarde… Este dia chegará!

Quem já passa por isso, sabe que pode ser um problema usar o tal do cone porque a linha fica “sambando” durante a costura. Claro… o pino é muito mais fino do que o encaixe do cone… Fazer o que?

Temos uma dica fácil, simples e barata de como resolver isso!

Simplesmente coloque um carretel de linha dentro do buraco do cone de linha. A dica aqui é usar aqueles antiguinhos, de madeira – ou aqueles com mais metragem de linha, que são bem mais largos (como este da foto). Depois, é só encaixar o buraco pequeno no pino. E pronto! Quase mágica :)

Truque de costura

Uma outra opção é guardar um carretel normal vazio (daqueles corrente laranja ou qualquer um desses de plástico) e preencher com lã até ficar cheio e gordinho, do tamanho do buraco do cone. Esta opção é boa porque você faz o carretel sob medida.

Truque de costura

Problemas simples requerem soluções simples! Fácil assim…

Truque de costura

E você, como resolvia isso? Tem algum truque? Divida com a gente :)

06 fev 15
casa craftoutros bla bla blas
DIY: Cabide encapado à moda antiga
por Andrea

cabide_abre

O projeto de hoje é assumidamente nostálgico. Quem nasceu nos anos 70/80 deve lembrar destes cabides forrados, presença obrigatória no guarda-roupa das meninas (e meninos também, por que não?).

Explicação para os que nasceram depois. Naquela época era moda ganhar de presente este tipo de cabide. Eu digo ganhar pois forrar cabide era um craft que ninguém fazia em casa, me parece todo mundo ganhava cabide de presente de aniversário de alguma tia. Eles brotavam nos armários! Eu nunca liguei muito para os meus cabides coloridos mas hoje, depois de muitos anos, me deu saudades e voltade de fazer alguns para meu baby que vai chegar daqui a pouquinho. É uma bela maneira de usar fio tipo sutache e aquele fita galão colorida de estoque antigo do armarinho do seu bairro. Não tem costura, só colagem, é fácil e fica lindo. Como presente com certeza vai causar muitos uauuuus e nhóoooins.

IMG_9352

Separe um cabide de madeira, fio tipo sutache  (mais ou menos 5 m), fita galão (vamos usar só um pedaço, na largura do seu cabide), cola branca, tesoura e pincel chato (opcional, para ajudar a espalhar a cola).

IMG_9355

Aproveita para fazer um composê de cores com o sutache e a fita galão. Estes são antigos, do nosso estoque do Bazar Ógente. Em armarinhos de bairro, garimpando bem, ainda se acha este tipo de fita.

IMG_9356

Comece retirando o ganho do cabide. Basta girar que, se for de rosca, ele sai. Se o seu cabide tiver rebarbas de madeira dê uma lixadinha geral antes de começar.

IMG_9363

Meça a fita galão na largura do cabide e corte. Vamos usar apenas este pedaço.

Para encapar, siga as etapas abaixo. Use sempre pouca cola para não encharcar a fita.  Pode aplicar usando o pincel chato ou com o próprio bico do tubo de cola.

mosaico cabide

– Primeiro cubra as duas pontas laterais do cabide, colando pequenos pedaços do sutache paralelos.

– Começe a cobrir a largura do cabide, passando pouca cola por cima do sutache que já está colado nas pontas. Vá enrolando mais sutache por cima, mantendo um fio bem junto ao outro e tomando cuidado para não torcer o fio. Cubra por aproximadamente 1 cm do cabide.

– Insira a ponta do galão e continue enrolando o sutache, desta vez enrolando por cima.

– Quando quiser que o galão apareça no cabide é só levantá-lo e enrolar/colar o sutache por baixo, direto na madeira. Defina os intervalos que quer  que o desenho do galão apareça ou não. Para este cabide eu usei a seguinte repetição: cinco voltas de sutache com o galão aparecendo e três voltas com o galão coberto. Mas não é regra. Observe o desenho do seu galão para criar o intervalo e quantidade de voltar mais bacana para o seu cabide.

– Continue enrolado e colando até o final.

IMG_9373

Quando chegar na outra ponta faça o acabamento colando o sutache bem apertadinho e passando um pingo de cola a mais na ponta. Deixe secar bem.

IMG_9375

O gancho de metal também pode e deve ser encapado. Passe cola e vá enrolando bem apertado, até cobrir todo o comprimento, mas deixe parte da rosca de fora.  Mais uma vez, todo cuidado para não torcer o sutache ao enrolá-lo!

IMG_9376

Encaixe o gancho de volta no buraco do cabide.

IMG_9385

Vindos diretamente do túnel do tempo craft, seus cabides encapados já estão prontos para serem usados ou presenteados.

Além de fofos são decorativos e, ao contrário dos cabides de plástico, evitam que as roupas escorreguem ao serem penduradas. Se quiser ir além e ousar, pode tentar escrever o nome da criança no cabide.

Não resisti a chance de fazer cabides novos com carrinha de antigo já que os meus cabides originais se perderam por ai.

Se você guardou sos cabides encapados da infância tire uma foto e mande pra gente ver. Vamos adorar!

Página 1 de 27712345...Última