07 maio 09
inspiraçãooutros bla bla blas
Eu Que Fiz
por Claudia

Eu Que Fiz (ao quadrado)

O Eu Que Fiz, da Editora Abril, foi um livro que marcou demais a minha infância. Acho que junto com a revista Recreio, foram as publicações impressas que mais moldaram meu futuro craft. Folhear o  Eu Que Fiz era meu passatempo favorito de fim de semana. De tamanho grande, eu olhava as páginas atrás de “coisas legais” para fazer em casa – naquela época eu ainda não usava a palavra inspiração. O tempo passou, eu cresci e o livro ficou anos esquecido lá no fundo da minha memória até que aconteceram duas coincidências:

1) Um dia a Andrea me aparece com o livro em casa. Descobri que ela também tinha! E melhor, guardou até hoje ! O livro dela está todo sujo, cheio de orelhas e amassos, prova de que foi muito bem usado. Investigamos a origem e descobrimos que ele era uma tradução para o português do livro da autora americana Felicia K.Law  mas ela nem está creditada na capa.

2) No ano passado eu ganhei de uma colega de trabalho um outro livro Eu Que Fiz. Trata-se da versão “anos 2000” feito  das designers – e irmãs gêmeas – Ellen e Julia Lupton. Foi laçado aqui no Brasil pela editora Cosac & Naif).

Foi aí que tivemos a idéia de comparar as duas versões. Em geral, a segunda não tem nada a ver com a primeira. Fiz uma seção de fotos dos dois pra vocês verem e compararem comigo:

Semelhanças:
Crianças dos anos 70 de hoje são essencialmente as mesmas e gostam das mesma coisas. Muitos projetos se repetem só que cada um com a roupagem da sua época.

Livros: Colagem

No livro antigo, a colagem era feita com fotos de revista e bastante humor – reparem nos homens usando roupa de mulher! O livro antigo tinha um humor meio nonsense, a gente achava  o máximo. No livro novo, uma versão politicamente correta do scrapbook versão infantil.

Livros: caixa de surpreas

Caixas enfeitadas. Isso no livro antigo era um dos meus projetos favoritos: a caixa de surpresas. Bastava encapar uma caixa de sapatos com recortes, desenhos e fotos, abrir um buraco na tampa do tamanho da mão e encher a caixa com objetos de diferentes texturas e formatos. Sugeriam coizas bizzaras como um pedaço de espaguete cozido (!!??). No livro novo, a caixa de sapatos vira uma caixa para guardar coisinhas, com as fotos bem centralizadas, coladas bem retinhas.

Livros: Boneca de pano

Brinquedos de pano. No livro antigo, a sugestão era uma boneca folk ( hippe?) feita com tecido. Já o livro novo mostra como fazer plushies estilo toy art.

No antigo, uma boneca miniatura feita com pregador de roupa. A execução é praticamente a mesma nos dois livros. Eu vi este tipo de bonequinha recentemente no Flickr. Quem achou que era novidade, se enganou.
Livros: Cidade de papel

Cidades de papelão. No livro antigo, muito reaproveitamento de embalagens e uma visão meio ‘playcenter’ do futuro. No livro novo, papel e pintura reconstroem mini cidades. Me lembrou muito a cidade de papelão que o Michel Gondry fez para o filme Science of Sleep.

Livro: Vaso de disco

Aqui está o melhor contrastes de mídias na moda de cada época. O livro antigo ensinava a fazer um vaso a partir de um LP derretido. Já o livro novo ensina a fazer um fundo de tela para o computador, usando conceitos de padronagem digital.

Mais diferenças: Velho Vs. Novo:
tamanho: gigante X pocket
páginas: 250 X 60
capa: dura de papelão X multiuso e com joguinho de memória para recortar
visual: psicodélico e com um toque lisérgico 70 X atual e modernete
ilustrações: 100% ilustrado a mão X fotos e mais fotos

E aí, será que mais alguma crafter por aí tinha o Eu Que Fiz da Abril? Ele te influenciou a fazer projetos malucos ? A Andrea manda dizer que ela adorava o “Aquário” e as “Caretas” e sim, ela chegou a fazer ambos.

Tá agora podem chamar a gente de tia e de saudosita. Mas por razões sentimentais a gente ainda prefere o Eu que Fiz psicodélico da Abril.

****************
Também no Superziper: Se você ainda guarda aquele lençol estampado da época que era criança que tal transformá-lo num softie ? Se está com dó corta só um pedacinho dele :)

58 ZigZags
  1. milu disse:
    07 de maio de 2009 às 19:07

    Eu tenho, eu tenho….nem lembrava mais dele. Vou agora na biblioteca manusea-lo.q saudade q dá….

    Responder
  2. milu disse:
    07 de maio de 2009 às 19:07

    Eu tenho, eu tenho….nem lembrava mais dele. Vou agora na biblioteca manusea-lo.q saudade q dá….

    Responder
  3. Maria disse:
    07 de maio de 2009 às 19:57

    Cara, quero ver nas livrarias esse novo e saber COMO fazer o vaso de LPs! PRECISO saber isso pq eu queria uma fruteira de LP e a imaginarium deixou de vender! rs

    Responder
  4. Maria disse:
    07 de maio de 2009 às 19:57

    Cara, quero ver nas livrarias esse novo e saber COMO fazer o vaso de LPs! PRECISO saber isso pq eu queria uma fruteira de LP e a imaginarium deixou de vender! rs

    Responder
  5. andrea disse:
    07 de maio de 2009 às 20:01

    maria, manda um email pra gente que eu te explico :)

    Responder
  6. andrea disse:
    07 de maio de 2009 às 20:01

    maria, manda um email pra gente que eu te explico :)

    Responder
  7. eumatuto disse:
    07 de maio de 2009 às 20:41

    Não tive, mas acabei de ter uma vontade incontornável de ter.

    Em tempo: a versão antiga, é claro.

    Responder
  8. eumatuto disse:
    07 de maio de 2009 às 20:41

    Não tive, mas acabei de ter uma vontade incontornável de ter.

    Em tempo: a versão antiga, é claro.

    Responder
  9. 07 de maio de 2009 às 21:10

    faz um ano que comprei esses prendedores de roupa em madeira com a intenção de fazer bonequinhos, mas ainda não consegu colocar o projeto em prática. Vejam as lindas criações da The Small Object http://www.thesmallobject.com/home.html que me inspiraram a comprar os prendedores no e-bay (não encontrei aqui no Brasil de jeito nenhum!)

    Responder
  10. 07 de maio de 2009 às 21:10

    faz um ano que comprei esses prendedores de roupa em madeira com a intenção de fazer bonequinhos, mas ainda não consegu colocar o projeto em prática. Vejam as lindas criações da The Small Object http://www.thesmallobject.com/home.html que me inspiraram a comprar os prendedores no e-bay (não encontrei aqui no Brasil de jeito nenhum!)

    Responder
  11. Luciane disse:
    07 de maio de 2009 às 22:38

    Meu Deus!!!!
    Eu AMO este livro e ele me acompanhou durante toda a infância de filha única com asma, para quem só restava montar imensas cidades de sucata, costurar bonequinhas de pano e colocar coisas nojentas na caixa de surpresas!!!
    E não tenho a menor dúvida de que este livro determinou minha paixão pelo artesanato!!! Aliás, no primeiro post do meu blog falei sobre ele!
    Pena que não o tenho mais… quando vi as páginas aqui voltei 30 anos no tempo!
    Eu já vi o novo livro, mas não gostei e não comprei. Há tempos procuro o antigo em algum sebo, mas ainda não achei.
    Beijos
    Lu
    Saudade, muita saudade

    Responder
  12. Luciane disse:
    07 de maio de 2009 às 22:38

    Meu Deus!!!!
    Eu AMO este livro e ele me acompanhou durante toda a infância de filha única com asma, para quem só restava montar imensas cidades de sucata, costurar bonequinhas de pano e colocar coisas nojentas na caixa de surpresas!!!
    E não tenho a menor dúvida de que este livro determinou minha paixão pelo artesanato!!! Aliás, no primeiro post do meu blog falei sobre ele!
    Pena que não o tenho mais… quando vi as páginas aqui voltei 30 anos no tempo!
    Eu já vi o novo livro, mas não gostei e não comprei. Há tempos procuro o antigo em algum sebo, mas ainda não achei.
    Beijos
    Lu
    Saudade, muita saudade

    Responder
  13. 07 de maio de 2009 às 23:46

    Sempre olho por aqui mas ainda não tinha comentado… Esse livro eu não conheci, mas eu AMAVA A RECREIO!!
    E nunca mais vi, nem em sebos, nem sendo vendida por uma fortuna! Nem tinha ouvido ninguem façar dela. Eu adorava mosntas aquelas cidadesinhas, bichinhos etc!
    Muito bom!

    Bjs e super parabéns pelo blog!

    Lucia————————————

    Responder
  14. 07 de maio de 2009 às 23:46

    Sempre olho por aqui mas ainda não tinha comentado… Esse livro eu não conheci, mas eu AMAVA A RECREIO!!
    E nunca mais vi, nem em sebos, nem sendo vendida por uma fortuna! Nem tinha ouvido ninguem façar dela. Eu adorava mosntas aquelas cidadesinhas, bichinhos etc!
    Muito bom!

    Bjs e super parabéns pelo blog!

    Lucia————————————

    Responder
  15. 08 de maio de 2009 às 00:54

    A Maria é a esquizofrênica do Google Carola! rs

    Responder
  16. 08 de maio de 2009 às 00:54

    A Maria é a esquizofrênica do Google Carola! rs

    Responder
  17. Bru disse:
    08 de maio de 2009 às 08:20

    Meninas,
    meu comentario nao tem nada à ver com o post, mas ai vai:

    Alguém me ajuda a costurar lastex, por favoooooor!!!!!!

    ah, adoro o blog! Ja passei até pra minha mae! :)

    Responder
  18. Bru disse:
    08 de maio de 2009 às 08:20

    Meninas,
    meu comentario nao tem nada à ver com o post, mas ai vai:

    Alguém me ajuda a costurar lastex, por favoooooor!!!!!!

    ah, adoro o blog! Ja passei até pra minha mae! :)

    Responder
  19. Patrícia disse:
    08 de maio de 2009 às 09:24

    Ai gente eu preciso urgente de um livro desses! Minha filhota de apenas 5 aninhos adora trabalhos manuais…fica aguardando ansiosa o final de semana chegar para dividir o craft room comigo. Imaginem voces que dia desses numa aula do colégio sobre profissões ela falou para professora “tia, sabia que eu também trabalho? O que eu faço…faço roupa prá minha gata, bonecas,pulseiras, pinto quadros…sou crafter.” Vou correndo pro google tentar encontrar a versão antiga prá presentea-la.
    Beijão

    Responder
  20. Patrícia disse:
    08 de maio de 2009 às 09:24

    Ai gente eu preciso urgente de um livro desses! Minha filhota de apenas 5 aninhos adora trabalhos manuais…fica aguardando ansiosa o final de semana chegar para dividir o craft room comigo. Imaginem voces que dia desses numa aula do colégio sobre profissões ela falou para professora “tia, sabia que eu também trabalho? O que eu faço…faço roupa prá minha gata, bonecas,pulseiras, pinto quadros…sou crafter.” Vou correndo pro google tentar encontrar a versão antiga prá presentea-la.
    Beijão

    Responder
  21. 08 de maio de 2009 às 10:14

    Então, sobre costurar lastex, vi um tutorial bem bacana: http://pretty-ditty.blogspot.com/2009/04/smockingshirring-tutorial.html

    Responder
  22. 08 de maio de 2009 às 10:14

    Então, sobre costurar lastex, vi um tutorial bem bacana: http://pretty-ditty.blogspot.com/2009/04/smockingshirring-tutorial.html

    Responder
  23. Adri disse:
    08 de maio de 2009 às 10:33

    acho super bacana esses livros q estimulam a criatividade… eu daria para meus filhos!

    Responder
  24. Adri disse:
    08 de maio de 2009 às 10:33

    acho super bacana esses livros q estimulam a criatividade… eu daria para meus filhos!

    Responder
  25. 08 de maio de 2009 às 10:42

    minha tia caçula teve…rsrs..ela tinha um ciúme incondicionalll…muito legal…

    Responder
  26. 08 de maio de 2009 às 10:42

    minha tia caçula teve…rsrs..ela tinha um ciúme incondicionalll…muito legal…

    Responder
  27. 08 de maio de 2009 às 13:52

    Infelizmente esse aí eu não tive…mas tenho dois no estilo DIY á lá 70;um se chama Artesanato,são 3 edições capa dura que ensinam como reaproveitar sucata e fazer colar de “macarrão”,necessaire de feltro,colar de aruelas,etc….e o outro e o Boa Idéia ;tem fantoche de dedo,trabalho com vime,móbiles,esmaltação de metais e esmaltação.
    Bjs !

    Responder
  28. 08 de maio de 2009 às 13:52

    Infelizmente esse aí eu não tive…mas tenho dois no estilo DIY á lá 70;um se chama Artesanato,são 3 edições capa dura que ensinam como reaproveitar sucata e fazer colar de “macarrão”,necessaire de feltro,colar de aruelas,etc….e o outro e o Boa Idéia ;tem fantoche de dedo,trabalho com vime,móbiles,esmaltação de metais e esmaltação.
    Bjs !

    Responder
  29. 08 de maio de 2009 às 18:24

    Esse eu também não tive!
    Mas tinha uma coleção de uns 10 livros do circúlo do livro, onde cada um tinha um tema específico! Adorava o de pano e o de papel, que eram os mais fáceis pra fazer sem depender de adulto nenhum!
    Com toda certeza foram determinantes para o meu gosto pela arte! Ano passado vi vendendo em um sebo no centro do Rio! Mas já estava cheia de compras nas mãos e não pude comprá-los! :(

    Responder
  30. 08 de maio de 2009 às 18:24

    Esse eu também não tive!
    Mas tinha uma coleção de uns 10 livros do circúlo do livro, onde cada um tinha um tema específico! Adorava o de pano e o de papel, que eram os mais fáceis pra fazer sem depender de adulto nenhum!
    Com toda certeza foram determinantes para o meu gosto pela arte! Ano passado vi vendendo em um sebo no centro do Rio! Mas já estava cheia de compras nas mãos e não pude comprá-los! :(

    Responder
  31. 09 de maio de 2009 às 18:08

    mto legal, o livro e o post!

    meu blog tbm tem bastante coisa de nostalgia, se vcs quiserem conhecer: http://colorscreen.blogspot.com/

    Responder
  32. 09 de maio de 2009 às 18:08

    mto legal, o livro e o post!

    meu blog tbm tem bastante coisa de nostalgia, se vcs quiserem conhecer: http://colorscreen.blogspot.com/

    Responder
  33. andrea disse:
    14 de maio de 2009 às 21:52

    oi gente!! eu nunca vi este livro em sebo pra vender não….mas quem procura acha, né ?? na TV eu assitia muito bambalalão e globinho. os projetos çraft’eram bem legais ! saudades :D

    Responder
  34. andrea disse:
    14 de maio de 2009 às 21:52

    oi gente!! eu nunca vi este livro em sebo pra vender não….mas quem procura acha, né ?? na TV eu assitia muito bambalalão e globinho. os projetos çraft’eram bem legais ! saudades :D

    Responder
  35. 16 de maio de 2009 às 00:00

    Também não tive um desses, mas me deu a maior vontade de pelo menos ver um. Do antigão, claro, porque o novo me pareceu bem caretinha.

    Responder
  36. 16 de maio de 2009 às 00:00

    Também não tive um desses, mas me deu a maior vontade de pelo menos ver um. Do antigão, claro, porque o novo me pareceu bem caretinha.

    Responder
  37. natália disse:
    22 de maio de 2009 às 15:27

    Não só tive como ainda tenho. Tudo bem que está detonado com marcas da infância e com páginas rasgadas (afinal foram três meninas que usaram e abusaram dele).

    Responder
  38. natália disse:
    22 de maio de 2009 às 15:27

    Não só tive como ainda tenho. Tudo bem que está detonado com marcas da infância e com páginas rasgadas (afinal foram três meninas que usaram e abusaram dele).

    Responder
  39. Hannah Sá disse:
    12 de outubro de 2009 às 21:53

    olha, eu só tenho 19 anos e já tive um livro desses!!! xDDD

    pow, mainha deu pra uma amiga que trabalhava em colégio público, mas eu gostava tanto… ;-;

    Responder
  40. Garotadpi disse:
    13 de outubro de 2009 às 02:25

    Com prei o da Lupton ha algusn meses. Mas minha referencia de infancia foi essa coleção – http://www.flickr.com/photos/garotadpi/2493451765/in/set-72157602540623107/ – guardada com todo carinho para as minhas filhas.

    Responder
  41. Riscos, rabiscos e coisas de Carol . . . disse:
    19 de fevereiro de 2010 às 13:03

    Namastê meninas! ^^

    Primeiro gostaria de parabenizar pelo blog que cada dia me inspira mais.
    Sou estudante de design gráfico na Belas Artes, e outro dia fuçando a nossa biblioteca (q tem um acervo muito grande e interessante) vi um livro com um título que me pareceu familiar. Sim encontrei isso aqui ó:

    http://www.cosacnaify.com.br/noticias/extra/euquefiz/entrevista.html

    Como eu não tinha estes livros, pelo que entendi é um nova edição não?!

    Kissus made

    Responder
    • Andrea disse:
      03 de maio de 2011 às 08:27

      O Eu Que Fiz novo da Cosaic não tem nada a ver com o antigo, apenas a tradução do nome em Português. bjs

      Responder
  42. Juliana Ribeiro disse:
    18 de agosto de 2010 às 22:46

    Eu não tinha o Eu que fiz antigo e ainda não tenho o novo. Em minha visita recente à Bienal 2010, conheci o “Foi feito por mim”, de que gostei muito pq só tem “coisa de menina”:

    http://publifolha.folha.com.br/catalogo/livros/136420/

    []s

    Responder
  43. Fer disse:
    25 de agosto de 2010 às 00:01

    Adorei o site de vocês……… faz 2 dias que to curiando nele… já indiquei pra um monte de gente…………
    Parabéns

    Responder
  44. jucilda disse:
    19 de dezembro de 2010 às 16:00

    Oi, conheço o livro e gostaria de adquirir um para fazer trabalhos em meu estágio, faço pedagogia.
    Se alguém souber como encontrar deixe, por favor, um recado aqui para mim. Muito obrigada.
    Jucilda.

    Responder
  45. inacio disse:
    18 de abril de 2011 às 02:05

    ahá, q felicidade encontrar alguém q de FATO, DE VERDADE, conheceu esta coleção da editora abril nos idos 1970. eu cansei de procurar em sebos em sampa. cheguei a passar dois dia inteiros procurando esta coleção, cheguei a achar uma de jardinagem completa q era da mesma época, mas nada de eu q fiz. achei agulha de ouro q era frebe. uma colega da faculdade q curti estas coisas disse-me q quando eu e a encontrasse queira mesmo ver, afinal do jeito q eu falava só vendo mesmo pra crer. aí domingo de madrugada, procurava uma outra q fez sucesso naquela época: pop curso de ingles porque meu professor de ingles no colegial, colegial mesmo nada de ensino médio, era irmão da idealizadora da coleção. bem coloco no google e vcs com vários depoimentos de pessoas q têm. lembro-me de ter somente alguns fasciculos.
    já q vcs a tem e conhecem outras pessoas q têm, podem me ajudar a encontrar uma coleção já completa ou quem sabe tirar uma cópia colorida da de vcs, EU FAÇO QUESTÃO DE PAGAR AS CÓPIAS. guardo até hoje o balão q veio em um dos fasciculos e uma redinha amarela, verde e branca, esta veio embalada no peru para a construção de um balão. um abraço saudoso e confesso cheio de lágrimas.
    do inácio.

    Responder
    • Andrea disse:
      18 de abril de 2011 às 09:58

      Oi Inacio ! Que bom que o clube das pessoas que também tiveram o Eu que fiz está aumentando :D. Eu acho que é um livro raro achar em sebos, eu mesmo adoraria comprar mais uma cópia pois o meu livro está um tanto detonado pelo tempo e uso. tenho também o Brinquedos e Brincadeira, que é da mesma época e também da Abril ( comprei os dois livros juntos, pelo correio), qualquer dia faço um post sobre ele também. Sobre Pop curso de inglês eu acho que não conheci mas fiquei bem curiosa depois que você o mencionou. Pode ser que vendo uma foto ou o livro ao vivo eu me lembre afinal a memória visual é sempre forte. Aumentei as fotos do post em sua homenagem. Manda email para super_ziper@yahoo.com.br, arrummos um jeito para você ter uma cópia. bjs

      Responder
      • 07 de março de 2013 às 19:42

        eu tinha coleçao desta inciclopedia mandei encardenar sumio meus exemplares sou fa deste livro quero comprar ou aceito doacao grupo escoteiro agradeço muito

        Responder
  46. Dani disse:
    20 de abril de 2011 às 18:37

    Gente, como faz este vaso de vinil?
    Publiquem por favor =)

    BJs
    Dani

    Responder
    • Andrea disse:
      20 de abril de 2011 às 19:44

      Eu ia fazer o vaso mas algumas pessoas me disseram que pode ser perigoso para a saúde pois o vinil quente libera substâncias tóxicas. Vou investigar isso melhor, ok ? bjs

      Responder
  47. Cintia disse:
    25 de maio de 2012 às 19:48

    Guria… hj,nesse dia frio de outono, lembrei do que costumava fazer quando era pequena: brincar de fazer coisas a partir do meu livro mais querido “Eu que fiz”! Por isso vim parar aqui. estou tentando encontrar a velha edicao para dar para meus sobrinhos. Vi a edicao nova, mas, nao chega aos pés da antiga. Tuas fotos me trouxeram doces lembrancas! Obrigada!!!!

    Responder
  48. MARINA STABE disse:
    22 de julho de 2012 às 16:36

    QUERIDA ANDREIA ESTE LIVRO ASSIM COMO A RECREIO ,EU COLECIONAVA E FAZIA QUASE TUDO. TEMPO BOM ESSE!!!!!!!!!NA VERDADE, ERAMOS FELIZES!!!!!!!!!!!HOJE INFELIZMENTE JA VEM QUASE TUDO PRONTO.ENFIM FIQUEI MUITO FELIZ DE HVER RESGATO JUNTO CO TODOS ESTAS COISA GOSTOSAS DE TTEMPOS PASSADOS!!!!!!!BJKS

    Responder
  49. katia melo disse:
    23 de julho de 2012 às 16:29

    Meu comentário também não tem nada a ver com a foto, embora seja de muito bom gosto lembrar tempos felizes. Por gentileza, como colocar na máquina de costura Singer Expressão o pezinho de ziper invisível? Beijos. Adoro entrar em contato com vocês.
    Vou aprender a postar alguma coisa que eu mesma tenha feito.

    Responder
  50. Karen disse:
    08 de agosto de 2013 às 11:53

    Gente, alguém conhece algum lugar onde eu possa comprar a versão antiga desse livro? Queria muito!!!!!!!!!!!!!

    Obrigada

    Responder
    • Andrea disse:
      09 de agosto de 2013 às 18:41

      Acho que só se acha em sebos, Karen. Bjs

      Responder
  51. Marcos Aurélio disse:
    14 de outubro de 2013 às 06:08

    Também tive um livro deste, com o qual passava boa parte das minhas horas. Mas emprestei para uma pessoa que, lamentavelmente, conseguiu perde-lo. Achei este site justamente por estar procurando este livro, mas creio que, quem o tem, não vende. Por isso não vamos achá-lo em sebos. Até porque, não foi exatamente um livro vendido em livraria, e sim fascículos periódicos (creio que semanais) que a gente colecionava. Só quem colecionou todos, e encadernou, é que tem este livro. Escrevendo agora, lembro-me PERFEITAMENTE de quando anunciou na televisão e pedi à minha mãe para comprar os fascículos. Assim como lembro de vários brinquedos que fiz boneco de carretel, fantoche de dedo, tanque de guerra, ´robôs (meus preferidos. Fiz VÁRIOS!!!!), móbiles, etc e muitos mais etcéteras…
    Abraços em quem “compartilhou” destas horas artesanais…
    Marcos.

    Responder
  52. Cíntia disse:
    31 de outubro de 2016 às 12:24

    Eu tinha!!! Fiz um monte de coisas dele… usei demais, demais. Mas, não faço ideia de onde foi parar, era eu virar as costas, meu pai saía dando minhas coisas: “tu já tá muito grande pra brincar com isso, dei pra neta do meu colega”. Deve ter sumido em um desses ataques de bondade usando as coisas alheias. :´( Hoje tenho um filhota, ainda bb, mas, adoraria encontrar o antigo para fazer tudo de novo com ela. Me divertia tanto!

    Responder
Deixe seu Comentário

«
»