03 ago 09
outros bla bla blastricô e crochê
De olho na composição dos fios
por Andrea
Tipos de lãs
Ilustra: Cláudia Fajkarz
Já que o assunto tricô pegou por aqui de vez (ôba) hoje vou tentar escrever o que sei sobre composição dos tipos de fios para tricô e crochê.
Mas pra quê saber de onde vem o fio? Acho que se você tricota é legal ter a consciência de estar manupulando uma fibra animal, vegetal ou sintética. E saber quais tipos de fios existem por aí pois a escolha do fio vai afetar o resultado final do seu projeto. E pra não correr o risco de achar que não nasceu pro negócio do tricô, quando na verdade, escolheu o fio errado.
Na maioria das vezes escolher a lã certa é crucial. Eu por exemplo vejo zilhões de coisas que quero fazer no Ravelry e vou atrás de opções nacionais para substituir a lã recomendada no projeto original. Porque aqui no Brasil a gente não tem tantas opções mas se vira, certo ?
E já começo por aí. Apesar da gente ter o costume de chamar tudo quanto é fio de , mas o termo lã, ao pé da letra, é para denominar a fibra que vem do carneiro.
Aqui vai um resumo dos tipos de fibra e suas características. Incluí os nomes em Inglês para dar aquela força pra ir atrás de receitas via Google e Ravelry. As fotos dos bichos estão nos links, sugiro clicar sem medo, só tem bicho fofo …
* Lã (Wool): É a tradicional lã de carneiro, que pode ser de diferentes raças. A Merino, por exemplo, é uma raça de carneiro nobre, que oferece uma fibra super fina, térmica e macia. Um ponto negativo é que as peças de Merino têm uma certa tendência formar bolinhas com o atrito. Mesmo assim recomendo, eu tenho um suéter de merino que adoro pois é muito macio e confortável de usar.
*Alpaca: É a fibra que vêm de um animal parecido com a lhama, que lembra um camelo peludo. Peças de alpaca são ótimos isolantes térmicos. Recomendado para toucas, luvas e cachecóis, porém Alpaca pura pode ser muito quente para um blusa. Neste caso acho melhor usar um fio misto de alpaca e lã.
*Mohair: Feita do pêlo de cabra cuja raça se chama Angora (não confundir com o coelho Angorá). O mohair da cabra adulta pode pinicar um pouco em contato direto com a pele então procure evitá-lo em cachecóis. Fica muito bem para cardigans. Além do tricô, o baby mohair é ainda uma opção bastante popular de cabelo para customização de bonecas.
*Cashmere: Também vêm das cabras, porém do pêlo da barriga das cabras da raça Cashemere. É um fio de luxo, a peça tricotada com cashmere fica extremamente macia e igualmente cara. Uma opção mais econômica é usar um fio que seja misto de cashmere e lã.
*Angorá: Lembra daqueles suéteres felpudos super populares nos anos 50 ? Grande chance de serm feitos com a fibra de coelho angorá. É fina e macia e peluda, parece cabelo de bebê.
*Seda (Silk): A fibra é um longo filamento produzido pelo bicho da seda. Seda pura é bem cara mas existem fios mistos de seda que são mais em conta.
*Algodão (Cotton): Fibra vegetal (olá tricoteiras veganas !) que vira um fio leve, macio e absorvente. Vale lembrar que o algodão puro possui pouca elasticidade e que o tricô com fio de algodão mostra mais defeitos na trama que as outras fibras. Reserve para quando tiver mais prática.
*Acrílico (Acrylic): Nome chique ? Fibra sintética feita de polipropileno. Na real ? Lã de plástico. Brincadeiras a parte, no atual mercado brasileiro 90% dos fios levam algum acrílico na composição. Tem seus prós e contras. A gama de cores é bem grande, é ótima opção para roupas de criança (fácil de lavar à máquina), barata para inciantes e para projetos mais experimentais. Todos os projetos que mostramos nos Zipervideos básicos de crochê foram feitos com fio acrílico. Mas podem ser ásperos, dependendo da remessa. Já usei fios 100% acrílicos que faziam até um certo ‘barulhinho’. Squeak!

* Poliamida (Polyamide): Também conhecida como Nylon. A primeira fibra têxtil sintética criada em 1935 pela Du Pont. É bem macia e apresenta um toque ‘gelado’. É muito usada em peças para esporte, lingerie, meias, etc.
E não acaba aí. Existem ainda lá fora fibras novas como a de Bambu (pura ou mista com lã) e, acreditem, feitas de pêlo de cachorro e gato. Tem cachorrinho ? Como disse Elisa, você pode estar perdendo uma fortuna. Qual será a próxima fibra a ser inventada ?
Não sei se vocês também são assim mas a primeira coisa que faço ao escolher uma lã pra projeto é olhar a composição. Antes mesmo de escolher a cor. A grande maioria é fio misto e o precentual é que vai indicar a fibra predominante na composição.
DSC06200
Minha missão ainda não terminou. Tive uma idéia para complementar este post. Queria montar uma tabela com a classificação dos fios nacionais mais famosos, por tipo de fibra. Pensei nisso porque semana passada eu recebi um pacote de fios lançamento da Aslan Trends e que são fibras naturais e mistas. Senti que era um bom sinal e que as opcões nacionais de fibras naturais para tricô estão aumentando. Então criar uma tabelinha de fios serviria como referência pra todo mundo que tricota usar na hora de procurar fios. O que acham ?
Claro que eu não conheço todos os fios disponíveis no mercado nacional então gostaria de achar uma voluntária (o) para me ajudar a conferir e revisar esta tabela. Queria pegar todos os fios que temos hoje da Paramount, Circulo, Aslan, Cisne, etc. Ou será que alguém já fez isso, disponibilizou e eu não estou sabendo ? Enfim, quero opiniões, palpites… O que vocês acham desta idéia ? Se você tricota/crocheta e conhece bem os fios nacionais por favor entre em contato via comentários ou email, ok ?
**********
Também no Superziper: O post “Como você tricota” está até agora com 46 comentários. Um recorde em se tratando de post sobre tricô. Fiquei muito feliz quando reconheci nos comentários muitas tricoteiras/blogueiras da época que eu fazia o Caderno, meu blog antigo. Que bom saber que vocês continuam lendo o que eu escrevo por aqui !
E a enquete sobre estilos revelou que as tricoteiras preferem deixar o fio na mão esquerda, no estilo Continental/Alemão. E pelos comentários, já sabemos que colocar o fio em volta do pescoço também é um truque muito popular por estas bandas.
60 ZigZags
  1. 03 de agosto de 2009 às 22:21

    Muito boa idéia, se eu morasse em um grande centro me candidataria com certeza, mas aqui onde moro(MS) fica dificil… beijocas

    Responder
  2. 03 de agosto de 2009 às 22:21

    Muito boa idéia, se eu morasse em um grande centro me candidataria com certeza, mas aqui onde moro(MS) fica dificil… beijocas

    Responder
  3. Solange disse:
    03 de agosto de 2009 às 22:55

    O post está ótimo, mas só uma correção: a alpaca é prima da lhama (e da vicunha e do guanaco). Aqui tem mais informações: http://www.peaceofyarn.com/index.htm

    Responder
  4. Solange disse:
    03 de agosto de 2009 às 22:55

    O post está ótimo, mas só uma correção: a alpaca é prima da lhama (e da vicunha e do guanaco). Aqui tem mais informações: http://www.peaceofyarn.com/index.htm

    Responder
  5. 03 de agosto de 2009 às 23:12

    Uai, tenho alguns aqui e ajudo sim! Até com os da Aslan que são lindos e cujo newsletter faz propaganda contra! ¬¬

    #freefiosaslandafeiura
    hahahahaha

    Responder
  6. 03 de agosto de 2009 às 23:12

    Uai, tenho alguns aqui e ajudo sim! Até com os da Aslan que são lindos e cujo newsletter faz propaganda contra! ¬¬

    #freefiosaslandafeiura
    hahahahaha

    Responder
  7. Dri Simizo disse:
    03 de agosto de 2009 às 23:35

    Não sabia q a lã tipo angorá era feita de pelo de coelhos!! Deve ser um alívio pra eles tirar todo aquela camada peluda! Olhem essa foto do wikipedia =P
    O desenho ficou lindo!!
    Bjs!

    Responder
  8. Dri Simizo disse:
    03 de agosto de 2009 às 23:35

    Não sabia q a lã tipo angorá era feita de pelo de coelhos!! Deve ser um alívio pra eles tirar todo aquela camada peluda! Olhem essa foto do wikipedia =P
    O desenho ficou lindo!!
    Bjs!

    Responder
  9. Míriam disse:
    03 de agosto de 2009 às 23:57

    Alpaca é quente? Nossa, to precisando dela agora… Aqui no sul nada é muito quente quando resolve fazer -1ºC. (!!!) Tudo o que precisamos é de uma blusa isolante térmica.
    Adorei a dica meninas…
    Acho que é só a Aslan que tem, ne? Enquanto espero a lista de vcs vo já pro site deles encomenda alguns novelos.
    Bjoes
    Míriam

    Responder
  10. Míriam disse:
    03 de agosto de 2009 às 23:57

    Alpaca é quente? Nossa, to precisando dela agora… Aqui no sul nada é muito quente quando resolve fazer -1ºC. (!!!) Tudo o que precisamos é de uma blusa isolante térmica.
    Adorei a dica meninas…
    Acho que é só a Aslan que tem, ne? Enquanto espero a lista de vcs vo já pro site deles encomenda alguns novelos.
    Bjoes
    Míriam

    Responder
  11. 04 de agosto de 2009 às 08:26

    Oi Andréa!
    Muito legal este post =)
    O maior problema que encontro no Brasil é justamente este: fios que tenham fibra natural superior a 50% da composição. São poucos os que tem, e ainda assim, são fios grossos.
    Pra quem gosta de Lace, ou o tricot rendado(daqueles xales lindos e maravilhosos), precisa de um fio beeeeeemm fininho que tenha fibra natural superior a 50% da composição, para que depois seja possível fazer uma blocagem.

    Uma alternativa que algumas tricoteiras brasileiras acharam para o Lace aqui foi usar fio 100% acrílico e blocar com ferro à vapor, invés do usual método de lavagem e secagem, que só funciona em fibra natural.
    O ferro quente faz o acrílico esticar e manter a forma… mas nada como o fio natural. Por isso andei adquirindo fios importados para lace.

    Sobre a ajuda:
    Estou à disposição se quiseres. Lido muito com os fios da Paramount, a fábrica deles é perto da minha casa. hahaha… então compro muito fio direto na fábrica. Também sou editora voluntária da página da pingouin lá no Ravelry =)

    Qualquer coisa, dá um grito!

    Beijão!!!

    Responder
  12. 04 de agosto de 2009 às 08:26

    Oi Andréa!
    Muito legal este post =)
    O maior problema que encontro no Brasil é justamente este: fios que tenham fibra natural superior a 50% da composição. São poucos os que tem, e ainda assim, são fios grossos.
    Pra quem gosta de Lace, ou o tricot rendado(daqueles xales lindos e maravilhosos), precisa de um fio beeeeeemm fininho que tenha fibra natural superior a 50% da composição, para que depois seja possível fazer uma blocagem.

    Uma alternativa que algumas tricoteiras brasileiras acharam para o Lace aqui foi usar fio 100% acrílico e blocar com ferro à vapor, invés do usual método de lavagem e secagem, que só funciona em fibra natural.
    O ferro quente faz o acrílico esticar e manter a forma… mas nada como o fio natural. Por isso andei adquirindo fios importados para lace.

    Sobre a ajuda:
    Estou à disposição se quiseres. Lido muito com os fios da Paramount, a fábrica deles é perto da minha casa. hahaha… então compro muito fio direto na fábrica. Também sou editora voluntária da página da pingouin lá no Ravelry =)

    Qualquer coisa, dá um grito!

    Beijão!!!

    Responder
  13. 04 de agosto de 2009 às 08:39

    Eu estou desapontada com a círculo porque além de não sei porque raios, começaram a por rótulos de plástico (!) nos produtos, o atendimento ao consumidor é péssimo. Acho uma pena, a cartela de cores é bonita. Mas fio mesmo eu prefiro a Bella da Pingouin, pra fazer crochê ;.)

    Responder
  14. 04 de agosto de 2009 às 08:39

    Eu estou desapontada com a círculo porque além de não sei porque raios, começaram a por rótulos de plástico (!) nos produtos, o atendimento ao consumidor é péssimo. Acho uma pena, a cartela de cores é bonita. Mas fio mesmo eu prefiro a Bella da Pingouin, pra fazer crochê ;.)

    Responder
  15. Ana Luisa disse:
    04 de agosto de 2009 às 09:12

    Ótima idéia!
    Precisando de ajuda me avisem. Já trabalhei com muitos fios e posso testar outros.

    beijinhos
    Ana

    Responder
  16. Ana Luisa disse:
    04 de agosto de 2009 às 09:12

    Ótima idéia!
    Precisando de ajuda me avisem. Já trabalhei com muitos fios e posso testar outros.

    beijinhos
    Ana

    Responder
  17. 04 de agosto de 2009 às 10:00

    Ah, adorei o post! Descobri por aqui que eu tricoto meio errado… Aprendi de um jeito que o ponto não fica bonitinho! Vocês depois poderiam ensinar como tricotar? Tipo nesses vídeos do crochê, que são super bem explicadinhos e eu estou aprendendo direitinho! Muito obrigada, viu? Parabéns pelo blog!

    Responder
  18. 04 de agosto de 2009 às 10:00

    Ah, adorei o post! Descobri por aqui que eu tricoto meio errado… Aprendi de um jeito que o ponto não fica bonitinho! Vocês depois poderiam ensinar como tricotar? Tipo nesses vídeos do crochê, que são super bem explicadinhos e eu estou aprendendo direitinho! Muito obrigada, viu? Parabéns pelo blog!

    Responder
  19. Catelini disse:
    04 de agosto de 2009 às 10:26

    Oi meninas… Adorei o post, certamente são informações importantes que as vezes deixamos de lado e que fazem uma grande diferença no resultado final. Minha mãe é muito mais tricoteira do que eu e tem um quantidade infinita de lãs, linhas e afins. Vou classificar tudo o que for possível e tiver rótulos por aqui e mando para vocês. Só gostaria de ver como poderemos fazer esta classificação, quais as informações essenciais para que posso ajudar neste trabalho. Beijos.

    Catelini

    Responder
  20. Catelini disse:
    04 de agosto de 2009 às 10:26

    Oi meninas… Adorei o post, certamente são informações importantes que as vezes deixamos de lado e que fazem uma grande diferença no resultado final. Minha mãe é muito mais tricoteira do que eu e tem um quantidade infinita de lãs, linhas e afins. Vou classificar tudo o que for possível e tiver rótulos por aqui e mando para vocês. Só gostaria de ver como poderemos fazer esta classificação, quais as informações essenciais para que posso ajudar neste trabalho. Beijos.

    Catelini

    Responder
  21. JuM disse:
    04 de agosto de 2009 às 10:47

    Ola!
    descobri vocês ha dois dias e estou vasculhando o blog ha horas… que legal isto tudo. eu costuro e tricoto, nos ultimos tempos comecei a levar o hobby mais a sério, e descobri todo este mundo craft-internetico. e este é o primeiro blog brasileiro(MISTO, digamos). que encontro. a organização e aclareza dos posts é nota 10!
    gostei muito desta descrição sobre fibras, eu ja fiz bastante coisa que não me satisfez totalmente por causa da escolha errada…
    continuarei acompanhando vocês!
    obrigada, **

    Responder
  22. JuM disse:
    04 de agosto de 2009 às 10:47

    Ola!
    descobri vocês ha dois dias e estou vasculhando o blog ha horas… que legal isto tudo. eu costuro e tricoto, nos ultimos tempos comecei a levar o hobby mais a sério, e descobri todo este mundo craft-internetico. e este é o primeiro blog brasileiro(MISTO, digamos). que encontro. a organização e aclareza dos posts é nota 10!
    gostei muito desta descrição sobre fibras, eu ja fiz bastante coisa que não me satisfez totalmente por causa da escolha errada…
    continuarei acompanhando vocês!
    obrigada, **

    Responder
  23. Catelini disse:
    04 de agosto de 2009 às 10:53

    Meninas tricoteiras, recebi o post do blog Bem Legaus (que de fato é bem legaus mesmo – http://www.bemlegaus.com) falando sobre o trabalho da Melanie Porter (http://www.melanieporter.co.uk). Ótima ideia!
    Beijos,

    Catelini

    Responder
  24. Catelini disse:
    04 de agosto de 2009 às 10:53

    Meninas tricoteiras, recebi o post do blog Bem Legaus (que de fato é bem legaus mesmo – http://www.bemlegaus.com) falando sobre o trabalho da Melanie Porter (http://www.melanieporter.co.uk). Ótima ideia!
    Beijos,

    Catelini

    Responder
  25. 04 de agosto de 2009 às 11:04

    Que ótimas tuas dicas! Muito obrigada!
    bjss
    necca

    Responder
  26. 04 de agosto de 2009 às 11:04

    Que ótimas tuas dicas! Muito obrigada!
    bjss
    necca

    Responder
  27. mArCeLe disse:
    04 de agosto de 2009 às 11:14

    Sua dica, super esperta, mas as ilustrações……………. BABEI!
    =)

    Responder
  28. mArCeLe disse:
    04 de agosto de 2009 às 11:14

    Sua dica, super esperta, mas as ilustrações……………. BABEI!
    =)

    Responder
  29. Márcia disse:
    04 de agosto de 2009 às 13:18

    Andrea, eu acompanhava o Caderno de Tricô e agora sigo te acompanhando nesse blog/site maravilhoso e de muito bom gosto e de muita ajuda também. Eu coloco no pescoço mas queria aprender o modo continental… principalmente na hora de tricotar um fair isle. Um beijo, :o)

    Responder
  30. Márcia disse:
    04 de agosto de 2009 às 13:18

    Andrea, eu acompanhava o Caderno de Tricô e agora sigo te acompanhando nesse blog/site maravilhoso e de muito bom gosto e de muita ajuda também. Eu coloco no pescoço mas queria aprender o modo continental… principalmente na hora de tricotar um fair isle. Um beijo, :o)

    Responder
  31. Neli Alves disse:
    04 de agosto de 2009 às 13:26

    Acabei de enviar para vocês, via email, uma planilha com a composição dos fios Círculo. Quando puder, envio as outras – o mais breve possível. Bjks. neli alves

    Responder
  32. Neli Alves disse:
    04 de agosto de 2009 às 13:26

    Acabei de enviar para vocês, via email, uma planilha com a composição dos fios Círculo. Quando puder, envio as outras – o mais breve possível. Bjks. neli alves

    Responder
  33. Camila disse:
    04 de agosto de 2009 às 13:47

    Eles não matam os coelhinhos pra tirar os pêlos não, né? Eu tenho um coelhinho super peludo, que deve sofrer no verão. Se pudesse fazer o fio, aparava os pelinhos dele, deixava o bichinho mais refrescado e ainda fazia um cachecol pra mim :)

    Responder
  34. Camila disse:
    04 de agosto de 2009 às 13:47

    Eles não matam os coelhinhos pra tirar os pêlos não, né? Eu tenho um coelhinho super peludo, que deve sofrer no verão. Se pudesse fazer o fio, aparava os pelinhos dele, deixava o bichinho mais refrescado e ainda fazia um cachecol pra mim :)

    Responder
  35. Natty disse:
    04 de agosto de 2009 às 14:09

    Wow nao sabia que de cão e gato também se fazia… mas porque não né? rsrs

    Em fibra sintetica tem também o canhâmo ;)

    http://www.langyarns.ch/ veja as lãs e linhas desta marca, é super boa. Eu sou fã da Silk Dream (composição 50% seda e 50% merino) ainda aqui tenho dois novelinhos brancos a espera de trabalho

    Beijo
    Natty

    Responder
  36. Natty disse:
    04 de agosto de 2009 às 14:09

    Wow nao sabia que de cão e gato também se fazia… mas porque não né? rsrs

    Em fibra sintetica tem também o canhâmo ;)

    http://www.langyarns.ch/ veja as lãs e linhas desta marca, é super boa. Eu sou fã da Silk Dream (composição 50% seda e 50% merino) ainda aqui tenho dois novelinhos brancos a espera de trabalho

    Beijo
    Natty

    Responder
  37. 04 de agosto de 2009 às 18:10

    Ah muito legal esta ideia! Eu sempre olho a composição dos fios, pois faço roupa de bebê e a "lã" escolhida tem que ser propícia. Show o blog, leio sempre.

    Responder
  38. 04 de agosto de 2009 às 18:10

    Ah muito legal esta ideia! Eu sempre olho a composição dos fios, pois faço roupa de bebê e a "lã" escolhida tem que ser propícia. Show o blog, leio sempre.

    Responder
  39. 04 de agosto de 2009 às 18:39

    Andréa, a pessoa que eu sei que mais entende de fios para tricot é a Grace (http://astramasdemilady.blogspot.com) e entre em contato com ela pelo e-mail: fuffyburns1@gmail.com
    Um grande abraço
    Tania Stahl
    http://ateliertaniastahl.blogspot.com

    Responder
  40. 04 de agosto de 2009 às 18:39

    Andréa, a pessoa que eu sei que mais entende de fios para tricot é a Grace (http://astramasdemilady.blogspot.com) e entre em contato com ela pelo e-mail: fuffyburns1@gmail.com
    Um grande abraço
    Tania Stahl
    http://ateliertaniastahl.blogspot.com

    Responder
  41. Mirian disse:
    04 de agosto de 2009 às 22:34

    Nesses links do site aula de trico tem informações simples sobre composição e espessura

    http://auladetrico.typepad.com/aulinhas_de_tric/files/ATC-001.pdf

    http://auladetrico.typepad.com/aulinhas_de_tric/files/ATC-008.pdf

    Responder
  42. Mirian disse:
    04 de agosto de 2009 às 22:34

    Nesses links do site aula de trico tem informações simples sobre composição e espessura

    http://auladetrico.typepad.com/aulinhas_de_tric/files/ATC-001.pdf

    http://auladetrico.typepad.com/aulinhas_de_tric/files/ATC-008.pdf

    Responder
  43. 05 de agosto de 2009 às 11:12

    Olá meninas!
    Adorei a introdução sobre os fios. Eu não sabia nadica disso. Achei muito jóia, porque sempre achamos receitas de peças lindas lá de fora e não sabemos por qual fio nacional substituir.

    Responder
  44. 05 de agosto de 2009 às 11:12

    Olá meninas!
    Adorei a introdução sobre os fios. Eu não sabia nadica disso. Achei muito jóia, porque sempre achamos receitas de peças lindas lá de fora e não sabemos por qual fio nacional substituir.

    Responder
  45. GiMilanezi disse:
    05 de agosto de 2009 às 12:33

    Andrea, vi no Bem Legaus (http://www.bemlegaus.com) e achei a cara da fase tricô de vocês: Móveis revestidos em trico, lindíssimos! Olha este site: http://www.melanieporter.co.uk/

    Que tal tentar algo parecido?

    Beijos, Gi.

    Responder
  46. GiMilanezi disse:
    05 de agosto de 2009 às 12:33

    Andrea, vi no Bem Legaus (http://www.bemlegaus.com) e achei a cara da fase tricô de vocês: Móveis revestidos em trico, lindíssimos! Olha este site: http://www.melanieporter.co.uk/

    Que tal tentar algo parecido?

    Beijos, Gi.

    Responder
  47. Ana B disse:
    05 de agosto de 2009 às 13:36

    Meninas, que super blog. Parabéns pela disposição em compartilhar ideias e práticas craft, fazer PAPs e tals, porque realizar as peças já tem sua dificuldade, fotografar e contar tudo, mais ainda. Obrigada pela atenção… bjos.

    Responder
  48. Ana B disse:
    05 de agosto de 2009 às 13:36

    Meninas, que super blog. Parabéns pela disposição em compartilhar ideias e práticas craft, fazer PAPs e tals, porque realizar as peças já tem sua dificuldade, fotografar e contar tudo, mais ainda. Obrigada pela atenção… bjos.

    Responder
  49. Anonymous disse:
    05 de agosto de 2009 às 14:16

    Que ótimo – e elucidativo! – o post!
    Tricoto desde tão pequenininha que nem lembro quando comecei… Fazendo roupinha de boneca… Mas, mesmo prestando atenção na diferença de composição dos fios, nunca tinha parado pra pensar sobre os diferentes tipos de 'lã' e é mesmo bastante interessante saber que trabalhos combinam com as particularidades de cada uma – por mis que eu goste de fazer coisas mais básicas mesmo (que engordam mesmo!)…
    E a séria sobre tricô é uma ideia genial depois do crochê – utilidade pública!
    Parabéns pelas iniciativas!

    Responder
  50. Anonymous disse:
    05 de agosto de 2009 às 14:16

    Que ótimo – e elucidativo! – o post!
    Tricoto desde tão pequenininha que nem lembro quando comecei… Fazendo roupinha de boneca… Mas, mesmo prestando atenção na diferença de composição dos fios, nunca tinha parado pra pensar sobre os diferentes tipos de 'lã' e é mesmo bastante interessante saber que trabalhos combinam com as particularidades de cada uma – por mis que eu goste de fazer coisas mais básicas mesmo (que engordam mesmo!)…
    E a séria sobre tricô é uma ideia genial depois do crochê – utilidade pública!
    Parabéns pelas iniciativas!

    Responder
  51. Ana Tuyama disse:
    09 de agosto de 2009 às 15:20

    Oi Meninas sempre passo por aqui mas em tempos de inverno rondoniense média de 30 graus o assunto lãs, tricot e crochet chega me da coceira mas tenho certeza que quando eu estiver no sul (planos futuros) vou voltar nesses posts para buscar dicas preciosas… as máterias estão superlegais adorei ler sobre as composições dos fios não sabia de tanta variedade :D

    Responder
  52. Ana Tuyama disse:
    09 de agosto de 2009 às 15:20

    Oi Meninas sempre passo por aqui mas em tempos de inverno rondoniense média de 30 graus o assunto lãs, tricot e crochet chega me da coceira mas tenho certeza que quando eu estiver no sul (planos futuros) vou voltar nesses posts para buscar dicas preciosas… as máterias estão superlegais adorei ler sobre as composições dos fios não sabia de tanta variedade :D

    Responder
  53. non-no disse:
    15 de novembro de 2009 às 02:02

    Adorei!

    Responder
  54. kharinfuchs disse:
    27 de junho de 2011 às 11:36

    ola, como sempre voces são o maximo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    kharin- federicaSu

    Responder
  55. Carol disse:
    03 de janeiro de 2012 às 18:23

    Ola amei as dicas e tudo oque esta aqui.Adoro usar a la merino em feltragem ,o trico eu nao faço muito.
    Parabéns,lindos trabalhos.

    Responder
  56. Natalia Alves disse:
    24 de novembro de 2014 às 15:33

    Nunca mais usei lã depois de ver esse video:https://www.youtube.com/watch?v=-zHjY9Pc0Nk e qualquer ser humano com o minimo de bondade no coraçao tambem nao usaria mais, amo tricotar, mas amo mais o respeito a vida. Agora tricoto com sinteticos.

    Responder
Deixe seu Comentário

«
»