20 set 09
fashionoutras técnicas
DIY: Como fazer uma pochete de furoshiki
por Claudia

Pochete de furoshiki

Finalmente chegou a hora do último, mas não menos importante, video da série furoshiki. Atendendo a pedidos curiosos, hoje vamos ensinar como transformar um simples quadrado de pano em uma…… pochete!

Aqui a gente usou uma bandana dessas bem tradicionais e de algodão, pra provar que a técnica não tem preconceito com relação a tecidos. Sendo quadrado, vale. Mas nesse caso, como a peça é utilitária, funciona melhor com tecido resistente como o algodão, que suporta qlgum peso na hora de carregar coisinhas.

E pra que usar uma pochete de pano ?
– Que tal em uma caminhada? Dá pra carregar chaves, documento, dinheiro, lipbalm e até uma mini garrafa de água.
– Na praia, amarrado na lateral do biquini, já quebra um galho para passear a beira-mar
– No jardim, uma pochete maior e de algodão mais grosso carrega as ferramentas e sementes ;-)

Vejam o vídeo e inspirem-se:

Enquanto a gente não faz mais nenhum curso, a série furoshiki fica por aqui. Lembrando que estes videos foram inspirador pelo workshop que fizemos na Fundação Japão.

Estamos curiosas para saber se foi útil e o que vocês colocaram em prática. E se tiverem dificuldade em fazer algum embrulho, é só avisar. Para quem tem Flickr a gente agradece se puderem postar fotos no grupo, para dividir com todos. Além disso, os comentários estão sempre abertos, usem e abusem.

*******************
Também no Superziper: Para quem perdeu – ou quem quiser relembrar, aqui vão todos os links da série, começando pelo podcast sobre o que é furoshiki. Aprenda o nó básico e coloque em prática fazendo uma bolsa de uma alça (estilo cegonha) ou de duas alças. Como embalagem, temos vídeos para frutas e objetos redondos, livros e objetos retangulares ou garrafas e bebidas. Como acessório, uma flor para o pescoço.

16 ZigZags
  1. 20 de setembro de 2009 às 19:49

    Adorei toda a série!
    Sou suspeita pois sempre fui apaixonada com origami e ultimamente tenho ficado vidrada em meio a paninhos e costuras. O furoshiki uniu minha paixão antiga com a nova!
    Ha! e já apliquei meu novo conhecimento no embrulho de um presente que dei essa semana! Pena que não deu tempo de fotografar :(.
    Muito obrigada por dividir tudo isso conosco!
    Beijos…

    Responder
  2. Anna Sebba disse:
    20 de setembro de 2009 às 20:46

    Ainda bem que vcs esclareceram onde usar.. pq tem umas e outras por ai q acham q podem usar todo dia!!! ai me mata!!! hauahauahauahau
    bjusss

    Responder
  3. sTELLA disse:
    21 de setembro de 2009 às 10:57

    amei a série toda!!!
    vcs são demais! me inspiram todos os dias!

    Responder
  4. 21 de setembro de 2009 às 13:59

    Estou acompanhando vários dos posts de vocês sobre furoshiki… sabe que me lembra a minha avó. Tudo ela tem mania de embrulhar com tecido. Mas o que mais lembro é de fazer um bentô, com dois pratos rasos, um encaixando no outro e embalar com pano… lembra infância! rssss.
    Adorei as dicas!
    Estou aprendendo a costurar, portanto, estou evitando dar nós… rsssss.
    Beijos!
    Lele

    Responder
  5. Shirley disse:
    21 de setembro de 2009 às 15:32

    Eu ahei simplesmente fantástica essa técnica do furoshiki, super versátil, pode substituir várias coisasd do nosso dia-a-dia que são feitas de materiais ou vulneráveis ou rígidos demais, né? Vem do Japão, e normalmente o que vem de lá é bom! :-D Ameeeeeeei!
    Bjos!

    Responder
  6. ana disse:
    21 de setembro de 2009 às 18:01

    seu blog tem sido MUITO útil. OBRIGADA!

    Responder
  7. JAFA disse:
    21 de setembro de 2009 às 22:19

    Olá… Vim aqui indicada pela Fabiana do By Faby. Adorei o blog e já está entre os meus favoritos. bjn…

    Responder
  8. Katia disse:
    22 de setembro de 2009 às 10:10

    Adorei todos os ensinamentos que vocês tão bem nos passaram. Aprendi muito! e a cada dia tento ir treinando para quando precisar fazer um embrulho eu já esteja craque.

    Responder
  9. Carol disse:
    22 de setembro de 2009 às 17:41

    AH! AMEI A SERIE!!!!!!!!!!!! E essa pochete é tudo de linda! AMEI!!!

    Beijinhos.

    Responder
  10. Regina Schultz disse:
    22 de setembro de 2009 às 22:39

    Passei o domingo dando nó e embrulhando tudo que podia. Foi ótimo. Muito obrigada por ensinar e dividir com todas nós os nós das furoshikis.
    bjs

    Responder
  11. Girassol disse:
    22 de setembro de 2009 às 23:04

    Xonou nos furoshikis heim?? hehe
    Tô adorando seguir esse blog. Super dicas pra todo mundo!!!

    Responder
  12. 26 de setembro de 2009 às 00:16

    Seu blog é riquíssimo,não dá tempo de ver tudo ,e mas estou encantada,bjos.

    Responder
  13. Carol disse:
    27 de setembro de 2009 às 16:36

    A D O R EEEEEEEEEEEEEE I!!!

    Amei amei amei a idéia da pochete!
    Gente! Eu sou absolutamente louca por pochetes, mas confesso que nunca tive a coragem de comprar uma. Não sei o que me acontece. Acho que nunca achei a pochete perfeita, as que vejo sempre me parecem meio bregas.
    No entanto, é MAIS que necessária! Pra sair com mãos livreees!

    AMEIIIII!

    Sou uma leitora ASSÍDUA deste blog há umas duas semanas, by the way.
    E é MUITO bom!

    Parabéns!

    Responder
  14. Tatiana disse:
    10 de outubro de 2009 às 00:16

    Eu amei o Superziper desde a primeira vez. E essa série do furoshiki ficou fantástica. Aprendi com a minha irmã a embrulhar todos os presentes de Natal com a mesma embalagem, pra caracterizar os da nossa casa. Já tou imaginando um monte de furoshikis embaixo da árvore de Natal deste ano! Valeu muito pelas dicas.

    Responder
  15. Jeanille disse:
    19 de fevereiro de 2012 às 06:04

    Oi gente, tudo bem?
    Bom… acho que ficou faltando vcs ensinarem o jeito de dar o nó no lenço para que ele fique até mais firme.
    Parabéns pelo site.. estou adorando as dicas.
    Um Abraço,

    Responder
Deixe seu Comentário

«
»