01 mar 10
outras técnicasoutros bla bla blas
Por trás da máscara
por Claudia

O Carnaval já passou e vocês não devem estar entendendo porque só agora apareceu aqui no Superziper um tutorial de máscaras. Aviso que esse post não é um PAP. Apenas aproveitei o projeto para falar de mais um experiência que tive sobre criatividade e processo criativo – e isso não tem época exata para acontecer, certo?

 

Máscara veneziana

Tudo aconteceu porque fui convidada para um baile de máscaras neste sábado que passou. Chique né? Eu estava com tempo, então resolvi arriscar uma criação própria – mesmo sem nunca ter feito algo parecido. Assisti vários vídeos no YouTube ensinando a fazer a máscara de papier mache. Eram tantas etapas (e tão demorado) que desisti – aproveitei uma das minhas idas a 25 de Março para comprar uma máscara de plástico bem simples (2 reais) que serviria de base. Quero então contar para vocês como cheguei no resultado final – a máscara da foto aí de cima.

Chamei uma amiga – a Luciane – pra vir em casa para fazermos as máscaras juntas, eram 4 – três femininas e uma masculina. Como começamos? Fazendo mesmo, pondo a mão na massa, ou melhor, nos aviamentos. Espalhamos pela mesa todas as coisas que eu tinha de costura que poderiam ser úteis: fitas, bordados, rendas, botões, miçangas, canutilhos e metais e por aí vai. Além disso, separei cola e uns tecidos. Queria encapar primeiro antes de enfeitar.

A ideia de colar o tecido nao funcionou – como a máscara era cheia de curvas, ficou enrrugado e a cola também não fixou direito. Acabei costurando mesmo. Como um dos tecido que eu tinha era bem sintético e elástico, com linha, agulha e paciência consegui um resultado legal.

Depois, partimos para os enfeites. Depois de uns 20 minutos separando o que era legal do que não era, planejando como seria cada uma das máscaras, vimos que a gente não estava evoluindo muito. Apesar de ter sido um começo produtivo, a gente meio que emperrou e não sabia mais o que fazer. A Lu, que trabalha com moda, disse que estavam faltando referências pra gente.

Estudo para máscaras PPT

Como a gente não estava familiarizada com este tipo de máscara, faltava mesmo uma noção de como elas funcionam visualmente. Então paramos tudo e fomos pesquisar pela internet. É incrível como nas buscas de imagens se acha tudo, não? Esse PowerPoint aí em cima é o resultado da nossa pesquisa, uma colagem de vários exemplos e referências. Isso não significa que a gente queria copiar, mas sim aprender com os modelos que já existiam e ver que caminho iríamos seguir.

 

Máscara piloto Máscara masculina

Resolvemos fazer uma peça piloto. A gente tinha que experimentar antes de sair fazendo, e foi pra isso que essa primeira máscara serviu. Várias coisas deram errado, outras ideias foram aparecendo no improviso, de começar a fazer e pensar: mas e se eu fizesse desse outro jeito? A máscara masculina surgiu assim. Eu queria algo discreto e sem brilhos. Daí enquanto eu costurava o tecido cinza pensei que podia inverter as coisas. Por que não jogar a costura que estava escondida no verso para a frente e fazer disso o grande destaque ?

Máscara de renda Máscara preta com chatons

Aqui a gente aproveitou pedaços de renda. A preta ganhou enfeites e chatons prateados, além de um penacho discreto no meio da testa. Já a de renda clara, ganhou complementos em tons de rosa e marrom, ficou com visual meio vintage. E a gente optou pela praticidade da cola quente para prender todos os enfeites.

Máscara dourada Máscara de 5 reais!

Por último, a dourada. A flor eu costurei usando um pedaço de fita de embrulho – e reparem que esse mesmo material foi usado para fazer os “cílios”. As peças douradas eram de uma blusa – como eu não gostava, descosturei e guardei – sabia que um dia seriam úteis!

Acima à direita, a máscara de plástico pronta que estava a venda na loja de fantasias da Ladeira Porto Geral por R$ 5,00. Vi várias pessoas usando estas máscaras na festa. Fiquei feliz de ter optado por fazer as minhas – as máscaras fizeram o maior sucesso.

Acima de tudo, gostei de fazer este estudo de modelos. Achei que vale o tempo investido, treina o olhar e melhora o resultado sem bloquear a criatividade, muito pelo contrário! Vou adotar este método nos próximos projetos.

**************
Também no Superziper: Deu branco? Que tal se soltar e liberar a criatividade usando M&Ms? Eu usei os confeitos de chocolate para fazer um exercício de ver o mesmo objeto de várias formas diferentes. Veja como funciona aqui.

15 ZigZags
  1. 01 de Março de 2010 às 13:28

    Ficaram realmente lindas suas máscaras. Quando vou começar meus projetos tbém pesquiso pra ver o que os outros já fizeram. É legal q dá pra saber também o que a gente não gosta. Quase sempre acabo por fazer minha versão muito melhor do que as que vi antes.
    bjo

    Responder
  2. Anonymous disse:
    01 de Março de 2010 às 15:10

    Ah..amei….
    Mas onde podemos comprar a máscara crua, na 25 mesmo?
    Beijos.
    Bete
    bsozza@hotmail.com

    Responder
  3. Karina disse:
    01 de Março de 2010 às 17:45

    Gostaria de fazer um pedido: será que depois vc poderia explicar como foi feita a costura para revestir a máscara? Em especial, como vcs fizeram para deixar o espaço dos olhos??? Obrigada e Parabéns pelos trabalhos e pelo blog sempre muito informativo!!!

    Responder
  4. Luz Noir disse:
    01 de Março de 2010 às 19:17

    Ahhh que lindas! Eu costumo tb dar uma olhada no amigo google images antes de me meter a sair cortanto as coisas… hehehe Adorei a parte de vc ter aproveitado as enfeites da blusa que havia guardado pq sabia q um dia seria útil. :) Parabéns!!!

    Responder
  5. Kelly disse:
    01 de Março de 2010 às 22:02

    Oiê…

    As máscaras ficaram lindas …

    Eu faço aula de teatro e semestre passado fizemos teatro grego e confeccionamos as máscaras com papel machê…

    Realmente deu um trabalhão, eram 9 máscaras !!!

    E nem de longe ficaram tão legais
    Bjo
    Kelly

    Responder
  6. 02 de Março de 2010 às 01:43

    Olá amiga!

    Visite meu blog:
    http://www.maisbordados.blogspot.com

    Beijos e boa semana!

    Responder
  7. 02 de Março de 2010 às 09:30

    Oi meninas!
    Adorei as máscaras… eu também me utilizo o recurso das imagens para me auxiliar na realização de trabalhos… acho que abre as possibilidades.
    Adoro o Superziper!
    bjins e boa semana!

    Responder
  8. 02 de Março de 2010 às 12:20

    Claudia, que show! Nota 1000 no quesito processo criativo mesmo! Principalmente pela parte 'não queríamos copiar, apenas ter ideia de como funciona aquele tipo de peça que íamos fazer' – pra isso mesmo é que servem as referências, né! Deu vontade de fazer uma (mas de plástico mesmo, que a outra realmente leva dias!)… PARABÉNS e OBRIGADA!

    Responder
  9. Le disse:
    02 de Março de 2010 às 17:30

    Parabéns! As máscaras ficaram lindas.
    E a 25 de Março é um achado, mesmo.
    A moçada aqui de casa vive recebendo convites para festas a fantasia, ou de máscaras.
    Um dos filhos é bem criativo, e sempre bola algo diferente, a partir das máscaras de plástico, rsrsrs

    Responder
  10. BoniFrati disse:
    03 de Março de 2010 às 08:08

    Que máscara linda a sua! Eu ganhei um concurso de máscaras!!!Aqui tem a minha e outras para fazer download, imprimir e aproveitar:
    http://bonifrati.blogspot.com/2010/02/qual-sua-mascara-preferida.html
    Beijo da Fadinha!

    Responder
  11. Alesha disse:
    03 de Março de 2010 às 12:11

    Ficaram lindas, parabéns!

    Responder
  12. jugioli disse:
    04 de Março de 2010 às 19:22

    Adorei ver e conhecer o seu blog.

    Parabéns pelo belíssimo trabalho.

    Responder
  13. Mallory disse:
    12 de Março de 2011 às 20:36

    Adorei, dá para aproveitar a idéia para outros adereços também. obrigada

    Responder
  14. Maria Tereza Cabral disse:
    05 de Fevereiro de 2015 às 11:10

    Parabéns seus trabalhos são lindos

    Responder
Deixe seu Comentário

«
»