22 abr 10
tricô e crochê
Hummmmm… merino
por Andrea

merino

Eu antecipei no Twitter que eu tinha recebido amostras de lã de merino made in Brasil e muita gente pirou querendo saber como/onde/quanto custa. Tirei fotos no melhor estilo yarn porn pra acabar com o suspense do merino misterioso. Bem digno, né ? Sim, sim tem aquele cheiro de lã pura e uma textura delícia, que ‘escorre’ entre os dedos. Cá entre nós, depois de um tempo ralando a mão no novelo sintético acho que toda tricoteira merece o luxo de usar fios naturais.Eu mesma de uns anos pra cá comecei a ter acesso a fios naturais pela internet, agora fico achando fios acrílicos meio funhé.

Quem mandou foi uma leitora do blog que é criadora da raça merino australiano lá no sul do país. Recebi um sedex grandão com um bocado da fibra natural já limpa (pra feltrar ou fiar) e dois novelos prontos, um mais fininho e outro de espessura média. Close em um dos bebês, feito em roca de fiar manual:

merino

É MUITO macio. Eu já tingi (assunto pra um próximo post) e vou tricotar algo com ele. Ideias ? Aceito. Mas tem que ser algo pequeno pois só tenho um novelo de cada, mkay ?

Agora vocês já devem estar doidinhas pra saber mais sobre o fornecedor, né ? O nome dela á Andrea Irion e a marca é La Roca Fios Artesanais, de Rosário do Sul-RS. Eu desconfio que ela venda a lã para pessoa física mas não tenho certeza. O problema é que ela mandou o sedex com as lãs e depois….. sumiu. Faz uma semana que eu estou tentando contactá-la por email e até agora, nadica. Se alguém a conhece por favor avise que eu estou tentando falar com ela.

Tricoteiras, uni-vos para encontrar a Andrea do merino !

Prometo que assim que ela aparecer e eu souber de mais detalhes, aviso por aqui.

UPDATE 25/04: Oba! A Andrea Irion apareceu. Ela conta que, juntamente com o marido, cria 2.000 ovelhas das quais 400 carneiros merino australiano. ” O processo é o seguinte: retiramos a lã das ovelhas, selecioamos e mandamos para o lanifício onde é lavada, penteada e fiada. A lã merino é difícil de encontrar no Brasil porque os lanifícios exportam toda a produção para Europa e Estados Unidos. Os fios são feitos na roca de pedal, um trabalho 100% manual feito por um grupo de fiadeiras de Rosário do Sul e Porto Alegre. “

O quilo dos fios custa R$ 90,00 e os novelos de 100g saem em média R$ 9,00 /cada.
O quilo da mecha de fibra para fiar (antes de virar fio) sai R$ 50,00.

Se alguém tiver interesse no merino da Andrea o email para contato é andreairion@hotmail.com

Eu fiquei curiosa e pedi fotos dos carneiros e a Andrea ficou de mandar, eba ! Quero ver a carinha das fontes das minhas luvas (eu fiz luvas com o merino que tingi, ficaram liiiindas, logo mais eu mostro aqui no blog).

********************
Também no Superziper:
Não sabia que merino é um tipo de carneiro ? Dá uma espiada no post sobre os tipos de lãs e aprimore a sua nerdice tricoteira.

51 ZigZags
  1. 23 de Abril de 2010 às 17:27

    ♥ sexta- feira feliz depois desse post!

    Responder
  2. 23 de Abril de 2010 às 18:58

    Eu fiz alguns projetos com merino e alpaca, e você tem razão: fio natural é outra coisa, macio, leve e com uma tecitura incrível.
    Vou ficar de olho para ver se você encontra a Andrea, também quero esta lã.
    Abraço e espero que encontre um projeto bem legal, tente one skein no google ou no ravelry.
    Sheila

    Responder
    • andrea irion disse:
      24 de julho de 2010 às 10:50

      Ola Sheila vi teu comentario no superziper,eu sou a Andrea dos fios merinos da LA ROCCA cabanha SAO CARLOS DE ROSARIO DO SUL vendemos sim qualquer quantidade de fios para todo Brasil (sedex+valor fios=deposito em conta Banco Brasil)caso queiras experimentar nossos fios me clica abracos mui gratos

      Responder
      • Bruna Campos disse:
        08 de novembro de 2015 às 16:18

        Olá Andrea, como faço para entrar em contato com você? gostaria muito de comprar a lã de merino.

        Um grande abraço,
        Bruna Campos

        Responder
  3. Anonymous disse:
    23 de Abril de 2010 às 19:10

    nunca botei minhas mãozinhas num fio deste.
    Andreia do Merino, aparece garota!!!!

    Responder
  4. 23 de Abril de 2010 às 19:11

    ops!saiu como anônimo…

    Repostando:

    nunca botei minhas mãozinhas num fio deste.
    Andreia do Merino, aparece garota!!!!

    Responder
    • andrea irion disse:
      24 de julho de 2010 às 10:52

      Ola Luciane eu sou a Andrea dos fios merino,apareci caso queiras adquirir fios me clica que te envio,qualquer quantidade para todo Brasil abracos Andrea

      Responder
      • Isabela Seabra disse:
        26 de julho de 2010 às 13:22

        Oi Andrea,

        Estou interessada na sua lã de merino. Eu gostaria de comprar tanto ela limpa sem processament algum quanto fio.

        Por favor, entre em contato.

        É bom saber que vc está aí.

        Ate breve.

        Isabela

        Responder
      • railde disse:
        20 de novembro de 2011 às 13:33

        Gostaria de saber seu email Andrea, por favor tb sou tricoteira.
        railde

        Responder
      • Sabrina disse:
        17 de Janeiro de 2012 às 11:13

        Gostaria de fios naturais, fiados, merido (cardada), lã bruta (para enchimento de bonecas), vc fornece estes produtos?

        valor??? moro em BH
        CEP : 30512790

        Responder
      • WALKIRIA disse:
        27 de junho de 2014 às 11:15

        Oi Andreia, eu estou querendo fazer as bonecas Waldorf e gostaria de saber se é com lã merino que se faz. Se for, mande seus dados ara que eu possa comprar!
        Obrigada,
        Walkiria de Brasilia

        Responder
  5. Silvia disse:
    23 de Abril de 2010 às 19:21

    Fiar a lã, usar lã natural, parece que estamos voltando no tempo! Não sabia sobre essa raça de carneiro, esse blog também é cultura, que bom!
    Ficarei esperando os próximos posts!
    Bjs

    Responder
  6. laura disse:
    23 de Abril de 2010 às 19:40

    esse mundo é muito pequeno!!
    eu sou de rosário, mas não conheço a Andrea.
    acho que vou perguntar pra minha mãe, qualquer coisa aviso.
    ps.: é sempre estranho ver rosário em um contexto que nao esperado :)

    Responder
  7. Natty disse:
    23 de Abril de 2010 às 19:43

    http://natty-crafts.blogspot.com/2010/03/gorro-em-croche-gatinho-mesclado.html Ai tem um gorro que eu fiz em merino. Tem tambem uma marca que tem essa la de super qualidade e com cores lindissimas, dêem uma espreitada q aposto q vao adorar essas lãs

    beijo
    Natty

    Responder
  8. anaeartes disse:
    23 de Abril de 2010 às 20:42

    Muito maneiro o fio…
    Tomara que vc encontre a mulher que te mandou, pois muita gente vai querer tb!!!!
    Bjks
    E não vejo a hora de ver o resultado|!!!!!
    ana

    Responder
    • andrea irion disse:
      24 de julho de 2010 às 10:55

      Ola Ana apareci sou a Andrea dos fios merino,se quiseres adquirir nosssos fios me clica que te envio qualquer quantidade Abracos Andrea

      Responder
      • Katia disse:
        10 de Fevereiro de 2011 às 16:43

        como comprar a la? O preco?ela ja vem pronta?
        Abcs katia goiania

        Responder
      • Jedalia disse:
        03 de Janeiro de 2013 às 19:56

        Olá Andrea, gostaria de informação sobre preços e quantidades de lã merino, para tricô ou tear de pente liço.
        Obrigada por me responder.
        Je

        Responder
  9. Carina disse:
    23 de Abril de 2010 às 23:45

    Ideia?!
    Eu faria uma pulseira ou melhor, uma garagntilha, bem enfeitada e com brilhos,pra aquecer o pescoço e seguir charmosa no inverno!
    Bjokas

    Responder
  10. Marcela disse:
    24 de Abril de 2010 às 10:21

    A Andreia de Rosário não conheço, mas estive em São Paulo no ano passado e conheci a Dona Enriquieta, ela vende lã natural, fiada na roca e tingida artesanalmente….é sensacional!!!!!!Vou descobrir o endereço novamente e passo pra todas…..
    Beijos

    Responder
  11. Monica disse:
    25 de Abril de 2010 às 22:00

    Hum esta lã deve ser tudibom mesmo, vamos esperar a Andreia aparecer né!!!!Estou curiosa para ver a lã tingida!!!
    bjos

    Responder
  12. Rosi disse:
    26 de Abril de 2010 às 14:53

    Como você tingiu?

    Responder
  13. andrea disse:
    26 de Abril de 2010 às 14:57

    Gente, eu fiz luvas sem dedos, ficaram lindonas ! vou postar aqui no Super com receitinha !

    Rosi, tingi com duas técnicas. Uma meada com suco em pó e a outra com corante de tubinho. Hoje a noite posto aqui o PAP pra vocês verem. bjs

    Responder
  14. Isa disse:
    26 de Abril de 2010 às 22:06

    Só quem não curte isso das tricoteiras optarem por lã natural sãoos animais escravizados… Pois é, mas quem se importa, né?

    Responder
    • Giu (Zildo Brum) disse:
      30 de dezembro de 2011 às 08:19

      Oi! só queria dizer para a Isa, que os animais não são escravizados; E delicioso ver eles andarem livres no pasto, principalmente, nas manhas ensolaradas de inverno, quando grupos de filhotes brincam e correm como igual a crianças no parque. Sou criador de ovelhas, adoro esses animais, e jamais permitiria que lhes fizesem mal. Temos que parar com essa rebeldia sem causa. Ah! só pra informar, se não tirarmos a lã desses animais,que não machuca nem dóí, eles sofrerão sim com o calor do verão. “Ninguem aguenta estar de sobretudo num sol de 40º” ahahahahahahahha

      Abraço a todos
      Zildo Brum
      PoA/RS

      Responder
  15. andrea disse:
    27 de Abril de 2010 às 19:59

    Isa, super chato ter patrulha aqui nos comentários do blog. Se você optou por ser vegana ok, existem muitas lãs veganas ótimas no mercado. Tenha gentileza de respeitar quem não é.

    Responder
  16. 27 de Abril de 2010 às 22:15

    Merino made in Brazil??? Ueba!!!
    Tá vendo porque é que eu AMO vocês? Além de dar umas dicas ótimas pra crafts em geral, me aparecem com uma notícia maravilhosa dessas…
    Assim que eu definir o 7 que eu vou pintar :P vou querer saber mais com essa moça.

    Obrigada!!!
    E um abraço ^^

    Responder
    • andrea irion disse:
      24 de julho de 2010 às 11:00

      Ola eu sou a Andrea dos fios merinos,superziper, lA ROCCA Rosario do Sul-rs caso queiras nossos fios me clica que enviamos para todo Brasil qualquer quantidade,cor natural clara e escura do rebanho preto ok Abracos Andrea

      Responder
  17. andrea irion disse:
    29 de Abril de 2010 às 22:18

    ola pessoal aqui é a andrea de rosario do sul a da la rocca fios tenhu maior prazer em participar desse blog e me desponibilizar a qualquer duvida sobre a aquisição de nossa lã e nossos fios.
    Nossos fios são 100% naturais feitos da lã que é retirada manualmente através da esquila, processo que ocorre todos os anos no final da estação da prmiavera.
    O rebanho merino australiano é criado a campo natural na cabanha são carlos situada nos campos altos da serra do caverá uma região do municipio de rosário do sul-RS.estamos a disposição para quem tiver enteresse em adiquirir nosos produtos é só entrar em contato através do email que ja foi sitado anteriormente andreairion@hotmail.com . desde ja agradecemos pela atenção

    Responder
  18. Sussu disse:
    09 de Maio de 2010 às 09:12

    ADOREI!!!!

    mandei uma mensagem para a Andreia. 'E t'ao dificil achar fios naturais alem do algodao aqui no Brasil…

    Estou a procura tb de fios de algodao colorido, direto da Paraiba, tem cores naturais e nao sao tingidos… o problema e que vai tudo para as tecelarias e fios sao dificeis de encontrar.
    abracos e continuem com o otimo trabalho

    Responder
  19. Berê disse:
    18 de Maio de 2010 às 17:40

    Pois então,muuito encantada mas não surpresa,sim!sou do SUL propriamente de Porto Alegre,amada Porto onde nasci e cresci,mas fui criada por meus avós tbmm no interior do Sul onde vivemos e convivemos no meio dos bichos rsrs,gados e ovelhas e outros animais maravilhosos que são tão comuns por lá.Fico feliz em saber que pessoas como nós tricoteiras podemos dizer tbm TEMOS!lãs sim,lãs!mas por aqui onde ando(Oeste do Paraná) a quase 30 anos não se usa por costume e até pelo clima ser quante lãs,mas feeeliz que sou moro aqui do ladinho da Argentina é só cruzar a aduana Brasil/Argentina e pronto,to lá em meio a muuitas lãs e mais lãs de todo o tipo e cor,deeeliciiiaaa.Fico mais feliz ainda por saber que na rede somos unidas em repassar conhecimento e informação umas para as outras,amei de paixão este post.Ai que saudade do meu SUL,do meu vento minuano.Beijo grande ao seu coração e valeu muito o compartilhar conosco.Obgduuu!!

    Responder
  20. Taciane disse:
    13 de junho de 2010 às 22:22

    Eu prefiro a lã sintética!!!!
    E explico a razão…

    Meninas eu amei o blog de vcs, mas queria colocar umas coisinhas em relaçã a lã de Merino.
    O carneiro merino é uma resposta da indústria de lã a uma questão: como maximizar a quantidade de lã produzida por um carneiro?
    A resposta: aritmética básica, selecionando genes que resultem em carneiros de pele enrugada, quanto mais pele mais lã. Isso é ótimo pra produtores, mas não para os carneiros, pq se fosse eles próprios teriam sofrido seleção sexual de maneira que seriam naturalmente assim.
    Quando os carneiros urinam e defecam as rugas os retém, nas dobras de suas peles as moscas varejeiras encontram umidade adequada para colocar seus ovos, os ovos rompem e as larvas buscam alimento mais próximo, que no caso é o carneiro, se o problema não for tratado,o animal morre por perda de fluidos e proteínas do sangue.
    Com o tempo a indústria encontrou uma técnica para solucionar esse problema, a "mulesing", é o seguinte: o produtor usa uma faca afiada e corta grande áreas da pele da virilha do carneiro, para que quando sarar a ferida as rugas deste local tenham desaparecido.(as rugas criadas pelos produtores tsc, tsc…)
    Tudo é claro, sem anestesia que significa besteira né…gastos demasiados.
    Os dentes dos carneiros tbm são desgastados alegando aumentar a vida útil do carneiro, são usados amoladores, ou cortadores de disco para cortar os dentes um pouco acima da gengiva, os nervos ficam expostos.
    Os merinos tbm sofrem outros tipos de mutilação, como marcação de orelha com entalhe, mutilação do rabo e no caso de machos castração…tudo sem anestesia.
    De acordo com M. D. Kirb,, presidente da Comissão da Lei Australiana os carneiros merinos são submetidos a 50 milhões de procedimentos considerados invasivos se fossem realizados contra cães ou gatos.
    A tosa que a maioria de nós imagina como "levar os cordeiros no colo para cortar o cabelo", é responsável pelo corte de na pele, órgão genitais, tetas e outro apendices e membros..fora a tos- quia mecânica…nessa o animal fica preso com uma mordaça por correas, não raro uma torção leva a fragmentação de órgãos vitais e a morte, que aliás pode ser ocasionada pelo choque sistêmico, quando os animais são devolvidos nus ao pasto, onde podem sofrer graves queimaduras pelo sol, ou congelarem no frio. Entre outras crueldades promovidas contra o merino, estão aqui algumas.

    Bom, quando nós vemos a lã do merino em um rolinho..temos uma idéia romântica do que a frase "fio natural" quer dizer, é natural sim, natural para o merino. A lã dele serve para ele.

    Perdoem-me se tudo isso soa cruel, mas é pq é mesmo.
    Quado a gente não sabe disso, pode achar melhor a lã do pobre merino…
    Fonte: Jaulas Vazias, de Tom Regan editora Lugano, 2006.

    Com esperança,

    Taci

    Responder
  21. andrea disse:
    25 de junho de 2010 às 10:39

    Taci

    Não posso dizer por todos os criadores de Merino do mundo mas procurei a Andrea da La Roca e ela me mandou um extenso email com a informação abaixo, acho que mostra a preocupação que eles têm com os animais que criam. Vou dar um copy + paste no texto dela:

    "OLÁ, ANDRÉA,
    Vou contribuir na resposta do e-mail, fazendo um perfil da propriedade com algumas verdades outras fantasias para tu veres e corrigir a teu contento. Beijos

    A Estância São Carlos está situada no munícipio de Rosário do Sul-RS, 4º Sub-distrito, região da campanha gaúcha, Bioma Pampa, altitude de 140 metros acima do nível do mar, de solo tipo IV, caracterizado por profundidade e fertilidade variável, sendo seu uso relacionado com a presença de pedras na porção superior do solo, quer soltas variando no tamanho e proporção, quer na forma de afloramento de rocha, variando na quantidade abrangida e distância entre elas. A média anual da temperatura é de 18ºC, umidade relativa do ar é de 75%, pluviometria de 1500mm anuais, numa topografia variando do plano a fortemente ondulada, onde encontramos a vegetação de estepe gramíneo lenhosa – campo nativo, com a presença de floresta estacional decidual aluvial, a nossa mata nativa. A Estância São Carlos possui uma bagagem de 45 anos na criação de ovinos tipo Lã, raças Merino Astraliano e Ideal, não somente na produção como também na comercialização de reprodutores e ventres ovinos, vem do tempo das exposições do Menino Deus no centro de Porto Alegre até chegar na moderna Expointer, passando pelas principais exposições no interior do RS, entrando na quarta geração de proprietários. A criação de ovinos na São Carlos sempre se caracterizou pelo pastoreio extensivo em seus campos, sem o uso de herbicidas e fertilizantes, disponibilizando livre equilíbrio nutricional através das inúmeras espécies do campo nativo e mata ciliar. A seleção de seus ovinos está simplesmente na escolha criterioza de indivíduos mais férteis, melhor qualidade de lã e capacidade de adaptação ao seu meio ambiente, para isso sempre utilizou de reprodutores melhoradores, tanto em monta natural como inseminação artificial, e na contratação de técnicos capacitados pela ARCO ( Associação Brasileira de Criadores de Ovinos ) para escolha dos melhores animais. 0 rebanho no aspecto sanitário recebe atenção na aplicação de vermífugos para o controle da verminose, são doses orais individuais aplicados com uma seringa, sem causar nenhuma dor e vacina anual contra clostridiose, técnica está também individual com um pequeno invasamento da pele da axila, referente ao incomodo de uma aplicação de vacina humana, não gostamos de tomar vacina, mas é necessário. Na São Carlos sempre o principal pilar de sustentação da criação de ovinos foi e continua sendo a harmonia com o ambiente que o rodeia e um estado de completa saúde física e mental, para que possa expressar todos seus gens para produção de lã fina em cima da preservação do bioma pampa-campo nativo, isto nós consideramos como bem estar animal.
    Na Estância São Carlos a preocupação com a preservação ambiental não é coisa de agora ou quando fizeram a APA do Ibirapuitã, isto é tratado como meio de sobrevivência e viabilidade econômica há muito tempo, porque de acordo as características do solo e relevo, impratícaveis para agricultura e pecuária moderna, manter o equílibrio entre fauna e flora nativa X bem estar animal com manejo racional e equilibrado X produção de lã fina com viabilidade econômica torna a São Carlos diferente no mercado e extremamente idônea na forma de exploração econômica na criação de ovinos tipo lã. "Andrea, da La Roca

    Responder
    • Aline disse:
      06 de Janeiro de 2015 às 18:27

      Andrea, por favor me dê um retorno. estou a muito tempo a sua procura.. rs.
      Já mandei varios e-mail e já deixei recado com seu pai.
      meu e-mail: alineleal.teatro@gmail.com

      Responder
  22. olivia disse:
    01 de julho de 2010 às 11:21

    Olá Andrea,
    Há um tempo entro no Superziper e adoro as dicas de vocês.
    A respeito da lã merino, já tinha procurado ela… e só encontrava para a venda em portugal.
    Fiquei interessada depois de ver os berets da Dadaya (segue o flickr dela: http://www.flickr.com/photos/dadaya/
    Se eu não me engano, ela usa sabão na lã e produz essas boinas maravilhosas… =)
    obrigada pelos posts maravilhosos de vocês e tenha um boa dia! =D

    tainá
    http://bananapramae.blogspot.com

    Responder
  23. Rosane disse:
    27 de dezembro de 2010 às 23:54

    Pessoas que resolvem defender os animais deveriam pelo menos se interar sobre o assunto,tenho rebanho merino e como a estancia sâo carlos nosso manejo não incluem estas atrocidades descritas pela Taci.Como tudo na vida existem casos e casos não é justo fechar o saco com todos dentro.Tenho recebido varios emails se referindo ao manejo dos animais como cruel.
    Rosane

    Responder
  24. SIMONE disse:
    12 de Janeiro de 2011 às 22:32

    OLÁ, JÁ RODEI MUITO PROCURANDO A LÃ DE MERINO E GOSTARIA DE SABER COMO POSSO TINGIR A LÃ? oBRIGADA!

    Responder
  25. Ariane disse:
    02 de Fevereiro de 2011 às 02:36

    Estava pesquisando no google sobre a lã Merinos e caí nesse post!! Muito bom! Não sabia que o Brasil produzia fibras naturais. Quando morava em SP só conhecia os acrílicos, depois que eu descobbri que lã acrílica é feita de petróleo e que comecei a tricotar com fibras naturais não consigo nem tocar num novelo acrílico. Lã natural não tem igual. É um prazer de tricotar e o trabalho final é lindo de morrer. Fiquei surpresa com o preço $9 por 100g é um preço ótimo.

    Responder
  26. monica disse:
    28 de julho de 2011 às 21:02

    Oi genteee ! gostaria de saber se encontro lâ merino para vender no RIO DE JANEIRO , meninas se alguma de vcs souber pf me ajuda estou desesperada atrás dessa lã beijoooos

    Responder
  27. Flavia Alice disse:
    02 de Fevereiro de 2012 às 07:24

    Eu acho superválido a proteção animal. Então, como forma de manter a filosofia waldorf das bonecas E respeitar as ovelhas, eu sugiro tentar estufar as bonecas não com lã merino, mas com cabelo de vegetarianos. Mnntem-se a naturalidade da coisa e respeita-se a ovelha.

    Ahhn, pelo amor de deus. Nem todo mundo é vilão. Tem gente que come carne (como eu) e tem uam visão ética e respeitosa com animais.

    Alguem por aí saberia onde se vende noção? Acho que é produto mais dificil que lã merino hj em dia.

    Responder
  28. Isaura disse:
    22 de Fevereiro de 2012 às 20:54

    Queridas colegas
    foi com alegria que descobri este blog e conhece–las pois estou vendendo fios merino de uma amiga que morava na Europa . Os lotes são para producões de pequenas edições. Eles pode ser adquiridos , os cones pesam 1 kg . e pessoal de retilinea que faz peças especiais.ou artesões.. É um luxo mesmo viu? Estes fios foram todos comprados em feiras internacionais como a Pitti Filati
    O preço é R$ 90,00 o kg

    Responder
  29. kalika disse:
    29 de Maio de 2012 às 17:49

    OLÁ,PRECISO MUITO DA LÃ DE MERINO,TENTEI CONTATO POR E-MAIL COM A ANDREA IRION MAS NÃO TIVE RESPOSTA.SE ALGUEM SOUBER DELA OU OUTRA PESSOA QUE VENDA A LÃ POR FAVOR ME AVISE.OBRIGADA.

    Responder
  30. daniel gonçalves dias disse:
    04 de julho de 2012 às 20:17

    eu vivi minha ifacia na canpanha no interior do alegrete no iandui meu tiu criava merino depois fui para poa nunca mais vi as ovelha merino gostaria de saber quem cria

    Responder
  31. Tanis Valeri disse:
    10 de julho de 2012 às 01:28

    Ainda bem que existem pessoas como vcs, pois é decepcionante se deparar com pessoas que não dividem e que se armam de tantos nãos, não informam fornecedores, não fornecem isso, não fornecem aquilo. São tantos nãos que sinceramente nem combinam com o amor e a dedicação que colocamos em cada trabalho feito. Por isso e por muito mais é que voces são o que são simplesmente SUPER DEDICADAS, SUPER CRIATIVAS, SUPER TUDO. Obrigado mesmo.

    Responder
  32. 24 de outubro de 2013 às 17:48

    Olá meninas! Queria informar que temos o fio de Merino nas nossas lojas. Elas são italianas e a qualidade é incrível e está vendendo muito bem. Se vcs mencionarem que viram no blog do Superziper, vamos dar 10% de desconto.
    Bjos e bons trabalhos.

    Eliane

    Responder
  33. Aline disse:
    03 de Janeiro de 2015 às 13:45

    Ola meninas. Eu ja mandei varios e-mail para a Andrea Orion. Ja liguei na casa do pai dela e deixei recado. O telefone da casa dela nao atende.. preciso muito de fibra de la natural. Muitas.. rs.. mas nao consigo falar com ela. Alguem sabe o paradeiro dela? Ela ainda vende?

    Responder
  34. Denise disse:
    11 de Maio de 2016 às 02:47

    Olá! Alguém teve resposta da Andrea Irion?

    Responder
  35. cenira capelli disse:
    14 de setembro de 2016 às 16:04

    Moro em Porto Alegre e gostaria muito de comprar lã merino, será que a Andrea aparecerá ou terá algum fornecedor para contato. Adorei o supersiper é mesmo amoroso e divertido, abçs

    Responder
Deixe seu Comentário

«
»