27 fev 11
nhac
Tinha na cantina da sua escola?
por Claudia

Ping Pong, Kri, Galak e etc

Fiz essa montagem em homenagem à exposição “Papel de Bala”, que acabei de ver no Museu Paulista da USP, mais conhecido como Museu do Ipiranga, em São Paulo.

São mais de 200 rótulos e embalagens de balas, bombons, pirulitos, chicletes e sorvetes fabricados no Brasil – sendo o mais antigo de 1940. Manja aqueles doces que vendiam na cantina da escola, no pipoqueiro da saída ou na bombonière dos cinemas? Ou ainda… pra quem lembrar… a granel nas Lojas Americanas.

Infelizmente não se podia tirar foto do que estava exposto (museu né? ) mas fiz anotações em um caderninho para mostrar aqui. Porque eu preciso dividir com vocês minha lembranças das coisas que vi por lá:

    1. Drops Dulcora Misto e Doçura, clássicos em qualquer sessão de cinema. Sempre tinha uma cor ruim, que ninguém queria 

    2. Balas Delicado e Jujuba da Kibon – nem me lembrava mais que um dia a Kibon chegou a fabricar balas. Na primeira, o desenho era de um palhaço e na outra de um leão. O logotipo da Kibon era aquele azul-marinho, de losangos

    3. Caramelos Sugus da Suchard – eu era viciada na de abacaxi. Fica a dica que na Argentina eles ainda fabricam. Lá, a Suchard virou Kraft e você encontra a bala em qualquer kioske. A foto lá embaixo é recente, feita com um presente de viagem.

    4. Bigbol chiclé de bola – que fofo chamar de chiclé!

    5. E na linha chiclete ainda tinha… Dentyne, Ploc, Ping Pong, Plets e Balão Mágico da Bolet

    6. Menção honrosa para a embalagem fantástica do Chicletes Mini, da Adams, aquela com a boca transparente

    7. Pirapito Sing’s – um pirulito que o palito virava um apito! Acho que essa marca Sing’s nem existe mais…

    8. Frumelo de framboesa da Lacta – embalagem da bala avulsa, branca e rosa, embalagem meio pré-histórica

    9. As tradicionais Balas Chita (ainda existem)

    10. Balas da marca Mirabel (senti falta do Lanchinho Mirabel, que era um waffer, eu comia no recreio quando ganhava dinheiro)

    11. Bala Toffee de chocolate da Líder – esse sabor toffee era bom demais, vários fabricantes tinham bala assim. Alguém ainda faz isso hoje em dia?

    12. As 1as embalagens de chocolates como Bis, Galak (com a etiqueta de preço de $1500, seja lá qual era a moeda era na época), Laka e Diamante Negro – detalhe que essas embalagens eram de papel metalizado (e não plástico). Lembro direitinho como eram fechadas, com pingos de cola. E ainda… uma caixa de papel grosso do chocolate Diplomata da Nestlé, quando era em formato triangular tipo o Toblerone.

    13. A embalagem antiga da Língua de gato da Kopenhagen, caixa preta com o gato branco de língua pra fora. Continua muito parecida.

    14. Embalagem de papel (!!!) de sorvete de limão Yopa (pré-Nestlé, quando era escrito em amarelo e os furos das letras eram estrelinhas)

    15. E a melhor lembrança….. Sorvete de Caixinha da Mônica e do Cebolinha, da Kibon. As embalagens eram colecionáveis, em 24 modelos, para montar a cidade da Mônica. Na frente, tinha um desenho dos personagens na janela de casa, tomando sorvete. No verso, era algum dos prédios que compunham a cidade. A que estava nesta exposição, era a casinha do Banco Nacional. Merchandising já existia nos anos 80!

    16. Os tradicionais (e polêmicos) cigarrinhos de chocolate da Pan. Da mesma marca, moedas de chocolate, com uma pintura clássica de um pirata em fundo amarelo.

    17. Alguns produtos da Fábrica de Chocolates Saturno SA, de Blumenau-SC. Talvez esses chocolates não chegassem até SP ou então não era da minha época. Mas adorei o slogan de uma das embalagens: “Produtos Saturno, 3 X mais gostoso” (de onde eles tiraram esse três vezes?)

    18. Uma caixa tetrapack do achocolatado Longuinho (“um produto Paulista”), o precursor do Toddynho.

    19. A embalagem prateada do Dadinho da Dizioli, que depois foi imortalizada como nome de personagem no cinema

    20. Alguns bombons Garoto, quando a embalagem era de plástico transparente estampado e alumínio só na parte do meio, para proteger o chocolate

Balas Sugus

Delícia, né?

Todos os rótulos estão expostos em um cantinho do museu, logo na entrada. É praticamente um corredor, bem estreito. São só 6 vitrines, sendo que 2 são grandes, 1 média e 3 pequenas. Algumas das embalagens foram ampliadas em cartazes e enfeitam as paredes. E é só. Já aviso porque é uma exposição bem pequenininha e simples. Tinha potencial para bem mais. O que se vê lá não chega a 5% do total da coleção original de Egydio Colombo Filho. A coleção completa tem 5266 rótulos nacionais e estrangeiros e foram doados ao museu em 2003. Bem que podiam liberar mais alguns ou fazer a exposição “Papel de Bala, parte 2” ou, melhor ainda, transformar o material em um livro.

Senti falta também de mais textos para ler e de uma disposição melhor, que permitisse olhar as coisas em detalhes. Tenho mania de ler rótulos e fiquei muito curiosa para ver a lista de ingredientes de tudo que estava lá. Principalmente para saber se as balas sempre foram artificiais ou se naquela época os fabricantes ainda colocavam algo do ingrediente real na fórmula – tipo usar morango na bala de morango.

Mesmo assim recomendo  a exposição. Adorei a sensação de relembrar alguns daqueles rótulos completamente esquecidos e prestar atenção no design e nas ilustrações. Naquela época não existia Photoshop nem fonte Comic San Serif,  os desenhos eram feitos na mão e o layout era montado com estilete e cola.

A exposição fica aberta até 20 de março, para quem puder, aproveitem o recesso do Carnaval. Vale a pena ligrar antes para se informar de horários de abertura no feriado.

Mostra “Papel de Bala” Período: 20 Janeiro a 20 de março de 2011
Museu Paulista da USP
Parque da Independência, s/n
Visitação: terça a domingo, das 9 às 17 horas
Ingressos: R$6,00 – estudantes R$3,00

121 ZigZags
  1. Fernanda disse:
    27 de fevereiro de 2011 às 17:51

    Nossa, senti até o gostinho na boca, mas eu não vi o dip lic, sabe aqule pirulitinho cumprido que vinha com um saquinho de açucar meio azedinho, adoraaaaaava o de uva!!!!!!

    Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:41

      Pronto! Achei uma foto :-)

      Responder
      • ROSANA disse:
        15 de maio de 2011 às 21:24

        Olá, eu moro em Betim-mg e aqui tem desse pirulito Claudia. No aniversario de minha filha, fiz saquinhos surpresa com eles dentro. É muito bom messssssmo!!!

        Responder
  2. Marina disse:
    27 de fevereiro de 2011 às 18:01

    Primeira vez que entro nesse blog e queria parabenizar vocês por um trabalho tão lindo.
    Estou apaixonada. ;)

    Responder
  3. Elaine Dacome disse:
    27 de fevereiro de 2011 às 18:04

    Nossa! Deu saudades, Os doces de hj nao são como o de antes! Tinha tbm a bala Banda e a bala em fita, chiclete azedinho doce de morango…Eu amava banda de laranja! Vixe Maria to ficando velha!!! Hahahahah

    Responder
    • Leticia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 15:28

      Eu tb ia comentar a bala Banda e o chicle azedinho!!!!
      Eram maravilhosos!!!

      Responder
      • Claudia disse:
        28 de fevereiro de 2011 às 23:22

        Bala Banda os bons alunos ganhavam de presente da minha professora da 4a série :-) Boas lembranças…

        Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:40

      alguém lembra se tinha um trenzinho desenhado na bala banda??

      Responder
      • Sally disse:
        05 de outubro de 2011 às 10:57

        Tinha um trenzinho sim!!! Eu lembro… opa, será que denunciei minha idade!? rsrsrs

        Responder
      • marçal disse:
        23 de agosto de 2014 às 19:30

        parece que tinha um palhacinho nao era ?

        Responder
        • Paula disse:
          07 de julho de 2015 às 09:39

          Tinha um palhacinho com um tamborzinho. Mas estou impressionada que não consegui achar foto dessa bala na internet. Eu AMAVA!!

          Responder
  4. kelly disse:
    27 de fevereiro de 2011 às 18:21

    que legal! pena que na minha região não tenha esse tipo de coisa. adoraria ver e lembrar dos velhos tempos!

    Responder
  5. 27 de fevereiro de 2011 às 18:22

    Meninas vcs são demais,estou rindo sozinha,lembrando do empura empura na fila da cantina,só para comprar alguns dadinhos e uma xícara de amendoins coloridos,rs.Como é gostoso relembrar,parabéns,só vcs mesmo.Obrigada,bjs,Val.

    Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:40

      porque sempre tinha empurra-empurra nas escolas, principalmente na hora do recreio? hahaha bj

      Responder
  6. 27 de fevereiro de 2011 às 18:24

    Saudades que fiquei!!!!!Tempinho bom .Bjsssss.

    Responder
  7. 27 de fevereiro de 2011 às 19:22

    Ah, que saudades! Tinha tudo isso aí sim! e aqueles sorvetes de saquinhos prontos que vendiam no super, tinham desenho de jacaré, coloridinhos, vc lembra? beijo

    Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:39

      lembrei até do anúncio, era uma menina loirinha. chamava Ice Pop, olha aqui!

      Responder
  8. Mariana disse:
    27 de fevereiro de 2011 às 19:38

    Quando eu li o Pirapito Sing’s eu senti o gosto do de abacaxi na boca! É uma pena que eu não possa contribuir mais com essa lista porque depois dos 6 eu não podia comer mais essas delicias (diabetes =P), mas é bom relembrar XD

    Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:35

      :-)

      Responder
  9. 27 de fevereiro de 2011 às 19:51

    Que saudades!! Quanto eu andei de bicicleta, com unhas postiças e cigarrinhos de chocolate não mão?! (hahaha, achava chiquérrimo!)Adorei! beijos!

    Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:34

      eu não tinha equilíbrio pra tanto, rsrsrs

      Responder
  10. Paula disse:
    27 de fevereiro de 2011 às 20:34

    Esse mini-chiclet da adams eu fazia igual a embalagem, jogava todos na boca e ficava muito feliz! hahahah

    Responder
    • carminha morais disse:
      03 de junho de 2011 às 18:49

      Vou fazer o baile dos anos dourados e gostaria de colocar na mesa como enfeite e para uso, chicletes ping pong, pirulitos da madeira, balas dessa época, mas não sei onde encontrar, eu moro no Rio de Janeiro, alguém podeme ajudar?

      Responder
  11. Priscila disse:
    27 de fevereiro de 2011 às 20:39

    tinha, tinha ! ai que saudades ! A bala chita é feita aqui na minha cidade. Tem loja da fábrica, ainda tem o macaquinho na embalagem e a melhor é a de abacaxi !
    sinta muuuuita saudades do chocolate “LOlLo” Do tempo que eu namorava meu marido,ele sabia que era meu favorito e sempre me trazia!

    Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:34

      que legal isso da fábrica, onde é sua cidade?

      Responder
  12. 27 de fevereiro de 2011 às 20:42

    Gente…
    bala sugus…uma delícia…era azedinha, com gosto de frutas…
    Ai, que saudade que dá!!!

    Beijinhos!

    Responder
  13. Paola disse:
    27 de fevereiro de 2011 às 20:47
  14. Laurina disse:
    27 de fevereiro de 2011 às 20:52

    Minha infância tem gosto de Sugus e Delicado…. Que delícia!
    E o meu avô sempre me dava um Kri, quando eu ia no Supermercado com ele….. Ô coisa boa! :D

    Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:33

      que fofo seu avô! e o Kri tinha o tamanho certo pra uma criança!

      Responder
  15. 27 de fevereiro de 2011 às 21:09

    Gentenssssss, bala sugus era tudo de bom.
    Chocolate kri, era para datas especiais.
    A bala dimbinho eu amava, aquele azedinho que doía, dadinho não podia faltar no encontro da turma!
    Ai que saudade…na minha infância era comum ouvir os adultos convidando pra comprar um “doce”, hoje, as crianças nem tem muita noção nem paladar para apreciar os “nossos doces”.
    Adorei essa viagem ao passado…

    Bejoks e boa semana

    Responder
  16. Christiane disse:
    27 de fevereiro de 2011 às 21:23

    Gente…que legal! Que pena…Brasília não tem essas exposições…mas tem vcs que nos dão de presente essas novidades.
    Meu tio escreveu um livro fantástico que fala sobre coisas do passado…E o mundo Acabou – Alberto Villas.
    vale a pena ler…a gente viaja no tempo!
    Um abraço,

    Chris

    Responder
  17. Lía disse:
    27 de fevereiro de 2011 às 21:51

    Vi esta exposição a alguns dias quando estava de férias em SP e fiquei com muitas saudades destas delícias….. Realmente vale a pena recordar….
    Parabéns pelo blog!
    Abraços, Lía

    Responder
  18. Francis disse:
    27 de fevereiro de 2011 às 22:46

    Ai que saudade do sabor de antigamente…. Dizzioli… Hum… os minichicletes…. As pipocas Aritana eram mais docinhas… As balas Suprasumo tinham o gosto de ir aos cinemas de rua…
    Quem dera que esta exposição chegasse aqui em BH!

    Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:32

      putz, mais uma lembrança esquecida… eu amava as balas supra sumo de limão!!

      Responder
  19. Bea disse:
    27 de fevereiro de 2011 às 23:05

    que legal!!!

    Responder
  20. 28 de fevereiro de 2011 às 09:00

    adorei…
    eu ainda que sempre fui doida por bala, eu e minha querida prima Ana, as baleiras da família.
    foi bom matar a saudade!!!

    Responder
  21. 28 de fevereiro de 2011 às 09:05

    Ai que legal este post! Muitas coisas vieram na minha cabeça agora, hahahahahaha
    Chiclete Mini era demais, lembro que eu colocava vários na boca, hahahahahahhaha

    snif snif podiam dar uma espichadinha nessa exposição né, vou para SP dia 26!!!

    beijos e boa semana!

    Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:31

      fica de olho no site, pode ser que prolonguem, se fizer sucesso…

      eu também fazia o mesmo com os chicletes. no começo ia regulando e comendo um por um, mas depois de uns 10 eu não aguentava e virava tudo de uma vez, hahaha

      Responder
  22. Laís disse:
    28 de fevereiro de 2011 às 09:09

    Gurias… sou super fã de vocês… tô escrevendo para dizer que a editora Seleções reeditou um livro chamado “A Bíblia da Costura”. Vale a pena dar uma olhada! Entrem no site prá conferir…

    Beijocas gaúchas
    Laís Ribeiro

    Responder
  23. Luciana disse:
    28 de fevereiro de 2011 às 09:33

    Nossa que delícia ler este post, em um espaço tão curto de tempo tantas lembranças vieram à tona e não só a boca,mas os olhos se encheram d’água, puxa é incrível como uma simples imagem pode trazer tanta recordação de um tempo tão feliz e inocente, ameeeeeeeeei.
    Beijos

    Responder
  24. 28 de fevereiro de 2011 às 09:40

    Que delícia de lembranças!!! incluiria nesta lista dadinhos de amendoim, que tinha na cantina da minha escola

    Responder
  25. 28 de fevereiro de 2011 às 09:58

    Que tudo!!!
    Eu nunca me esqueço do chocolate Surpresa e dos álbuns que completei com os “cards” q vinham nele :)

    Beijoss

    Responder
    • Tarrane disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:11

      Nossa eu estava tentando lembrar do nome desse chocolate que vinha com uma figura dura de animal da Nestlé! O máximo! E a barra era bem fininha!

      Responder
      • Claudia disse:
        28 de fevereiro de 2011 às 23:16

        esse era o Surpresa!

        Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:30

      lembro que tinha o cartão do “cabrito maltês” – só não sei se era o que ninguém conseguia ou o que mais vinha repetido! hahaha

      Responder
  26. Rogéria Thompson disse:
    28 de fevereiro de 2011 às 10:05

    Adorei o post,q vontade de comer d tudo,rsrsrs eu lembro do pirulito Zorro, um caramelo no palito, tinha tbém umas balas coloridinhas q vinham em uma fileirinha, acho q era Plet’s e a bala de leite Kid’s, ainda nos lembramos do comercial…ô saudade… geral entregou a idade kkkkkkkk

    Responder
  27. Cris Nagawa disse:
    28 de fevereiro de 2011 às 10:11

    Nossa!!!voltei pra infancia…
    Senti o gostinho de muitas das guloseimas…eu também era viciada na bala sugus de abacaxi….
    Perfeito o resgate.

    Responder
  28. 28 de fevereiro de 2011 às 10:17

    Aiiii na minha tinha! Amei o post meninas, que saudades ;)
    Adoro as embalagens antigas, durante a faculdade fiz até uma estampa com transfer pra camiseta inspirada nesse assunto: http://modamodosemaneira.blogspot.com/2009/08/nostalgia.html

    beijos*

    Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:29

      Muito legal!!

      Responder
  29. NEUSA MITSUKO disse:
    28 de fevereiro de 2011 às 10:25

    e aquele caramelo no palito? embrulhado num papel brilhante,metade rosa maravilha, metade azul,lindo!comprava só por causa da embalagem…era Embaré???Tinha tb os palitinhos de açucar colorido embrulhado no celofane, na ponta torcida vinha um anel colorido…fazíamos coleção de anéis!Eu e minhas amiguinhas colecionávamos o papel chumbo colorido dos chocolates,alisava com o lápis, guardava com cuidado no meio do caderno.Ganhar chocolate dos adultos eram ocasiões especiais.Éramos Magros!!!

    Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:28

      Comentei isso com uma amiga esses dias. Tudo era mais restrito e limitado, não existia tanta coisa diferente. Um pedaço prateado de papel era um luxo. A gente também fazia isso de alisar com lápis ou régua e depois guardar… Crianças criativas!

      Responder
  30. Bete disse:
    28 de fevereiro de 2011 às 10:28

    Na minha escola só não tinha chicletes….não podia…rs..o resto tinha tudo……

    Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:26

      agora que você falou, me lembrei que na minha também não podia. só do lado de fora que vendiam, mas daí só dava pra comprar na saída da aula.

      Responder
  31. Joana disse:
    28 de fevereiro de 2011 às 10:46

    rsrsrs Quantas lembranças …
    Lá em Belo Horizonte a bala chita ainda é muito vendida, tem em vários lugares, e a amarelinha, que é de abacaxi, é a melhor. Tenho compulsão por essas balas. Comprava pacotinhos com 10 e em pouquíssimos minutos estava tudo acabado.
    Peninha é a sugus… Também maravilhosa, mas nunca mais vi.
    Beijos,
    Joana

    Responder
  32. Vanessa disse:
    28 de fevereiro de 2011 às 10:48

    Para tudo!!!!!
    É impressão a minha ou vc esqueceu do MENTEX !!!?????hihihihihihi
    O meu cinema só era cinema se tivesse uma caixinha de mentex, ele ainda é vendido eu acho, isso quer dizer que há trinta anos o mentex já anda na boca do povo….hihihihih
    Saudosismo puro e delicioso esse post.
    bjssss

    Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:24

      acho que mentex ainda existe, devem ter moderninzado a embalagem, mas ainda é amarelinha…

      Responder
  33. Adriane disse:
    28 de fevereiro de 2011 às 10:55

    Uiii que delicia!!! Na minha escola não tinha todas estas coisas…. mas tinha bala Banda!!! Eu não podia comer sou diabetica desde os seias anos!… mas me lembro da Bala Banda e de uma que era uma tripinha… ahahahah!! OHHHH tempo bommmm!

    Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:24

      bala banda era um clássico! e essa de tripinha também estava nas favoritas da hora do recreio, talvez porque rendia mais…

      Responder
  34. Iris disse:
    28 de fevereiro de 2011 às 13:29

    Amei relembrar esta época! Estas guloseimas eram maravilhosas. Adorava a hora do recreio, só para comprar bugigangas!!!kkkkk

    Responder
  35. Fernanda disse:
    28 de fevereiro de 2011 às 15:39

    Tinha também a paçoquinha AMOR!

    Responder
    • elson disse:
      17 de agosto de 2011 às 17:55

      Nossa está paçoquinha era a melhor que já vir até hoje.

      Responder
  36. 28 de fevereiro de 2011 às 15:40

    Engraçado que quando o assunto gera saudade os comentários são muitos né?
    Li todos, e é bem legal ver as fotos, os comentários.. dá vontade de correr pra vendinha e comprar um docinho (pena a maioria não existir mais)
    Mas como a Elaine disse lá em cima: os de hj não são iguais… Será que é verdade ou sera que doce em boca de criança tem sabor diferente? Pq eu penso igual a ela…

    Responder
  37. Paula disse:
    28 de fevereiro de 2011 às 15:46

    Ai que saudade. Saudade do tempo em que meus tios me compravam o chocolate cigarrinho da Pan..rs. Não influenciava nenhuma criança a fumar, era só um doce. Tempo bom que não volta, éramos inocentes e muuuito felizes. Obrigada por nos lembrar.

    Responder
  38. daniela disse:
    28 de fevereiro de 2011 às 16:54

    Genteeeeeeeeeeeeeeeee, deu saudade sim, ahahahhhhhhhh, me lembro de tudo….ai meu Deus, tempo bom!!! bjussssss meninas, adorei!

    Responder
  39. Carla disse:
    28 de fevereiro de 2011 às 18:17

    Meninas, amei este post
    Nossa é claro que tinha na cantina da minha escola e tbm, tinha
    um suspiro colorido quadrado (lembram!!!!!!!!)
    um pirulito que vinha em um saquinho de papel e tinha um pózinho que explodia na boca (lembram!!!!!!). Este era o máximo,
    Mil vezes amei este post………….
    Vcs são demais, queria ir muito nessa exposição pena que moro longe….
    Ah….lembrar é muito bom, ainda mais momentos tão bons da vida.
    Um imenso abraço pra vcs, amo vcs, são tudo de bom….

    Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:21

      Pena que não deixaram tirar fotos… Esse pirulito que você fala é o Dip-Lik, não?

      Responder
  40. Suzana W.Dias disse:
    28 de fevereiro de 2011 às 19:13

    Que vontade de ver! Pena que está em SP, e eu sou do Rio…

    Eu fiz a propaganda original de lançamento do chocolate Galak, quando tinha 5 aninhos!! Quem tem mais de 45 talvez se lembre: era uma menininha loura de maria-chiquinha (eu) e um garoto. Ele dizia pra ela que o chocolate Galak era feito com puro leite Nestlé, chacoalhava uma barra de chocolate perto do ouvido dela, e a gente ouvia o barulho do leite balançando lá dentro, depois ele quebrava a barra no meio e escorria leite.

    Lembro que, além do chocolate puro, também tinha dois outros sabores (flocos e frutas), que depois acabaram saindo de linha, porque eram meio esquisitos mesmo…

    Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:20

      Caramba, que legal. Você tem a gravação? Coloca no Youtube!!

      Responder
      • Suzana W.Dias disse:
        01 de março de 2011 às 15:15

        Claudia, eu consegui uma fita de VHS com a agência de propaganda que fez o anúncio, mais de 30 anos depois.

        Infelizmente, a qualidade é péssima, mal dá pra ver.

        Se eu conseguir passar para DVD e melhorar a qualidade, ponho no Youtube.

        Responder
  41. nanci disse:
    28 de fevereiro de 2011 às 19:42

    Sugus, sugus, sugas da suchard. o kri e o lanche mirabel, ah, qe saudade. o nome da exposição deveria ser saudade noa tem idade. bjs

    Responder
  42. 28 de fevereiro de 2011 às 20:42

    Nossa! Drops Dulcora! Toda a vez ou era eu ou algum amigo que se engasgava com algum desses… até o dia que resolveram colocar um buraco no meio do drops, pra evitar asfixia.

    Caramba… que saudade da minha época de infância!
    Terei que ir ver essa exposição.

    Responder
  43. Cristiane Yumi Suzuki disse:
    28 de fevereiro de 2011 às 21:37

    Saudades dessas guloseimas!!!
    Na cantina da minha escola tinha tudo isso e outros clássicos, como uma bala de canela que era uma bolota embrulhada em celofane transparente com as bordas brancas e vermelhas e o ploc dos Trapalhões sabor caramelo – tem hora que eu acho que isso foi uma alucinação da minha infância, pq. só eu lembro disso ter existido. E outro item que era inevitável encontrar era a famosa bala soft. De onde, meu Deus, tiraram esse nome se a dita cuja era mais dura que vidro? Só que era terminantemente proibido vender ou circular com as famigeradas na escola, o que tornava ainda mais delicioso levar escondido e chupar a bala sem que a professora visse!

    Beijinhos, Cris Yumi

    Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:18

      Os pais odiavam essa bala Soft, sempre alguém engasgava. Sou mais uma que não lembra do Ploc Trapalhões Caramelo…

      Responder
      • Cristiane Yumi Suzuki disse:
        01 de março de 2011 às 16:56

        Claudia, o Ploc dos Trapalhões saiu em dois sabores, caramelo e cereja, mas durou pouquíssimo, não sei o motivo. Eu lembro que meu avô japonês trouxe um saquinho daqueles de papel cheinhos, dizendo que não iam fazer mais, aí eu comia de pouquinho pra não acabar…
        Ah, as balas de tripinha chamam zig-zag, geralmente no interior ainda se acha.

        Responder
    • 13 de fevereiro de 2015 às 02:50

      Eu lembro do Ploc sabor caramelo!!!!!! Finalmente achei alguém que também lembra!
      Sempre que eu falo disso as pessoas me olham como se eu estivesse louco. Ninguém lembra!
      E nunca achei imagem na internet!
      Estou emocionado!!!

      Responder
  44. Lan Succi disse:
    28 de fevereiro de 2011 às 21:59

    Deu água na boca!
    Banda, era baratinho e vinha umas 5 no pacotinho, né! Tinha no pipoqueiro na porta da escola.
    Chupetinha, Gotas de Pinho Alabarda, paçoca Amor, bala Piper, bala Paulistinha, uma bala que era efervescente, outra que era de coco queimado….e quem aí participou da época em que se empacotava salgadinhos em casa, os chamados “camarão” 1977/78.
    Era uma febre, jeito fácil, porém cansativo de ganhar um troquinho sem sair de casa, numa época em que começava a aparecer os Elma/Chips da vida.
    O tempo passa…..o tempo voa…..

    Responder
    • Claudia disse:
      28 de fevereiro de 2011 às 23:17

      Noooooossa, eu comprava muito essa Gotas de Pinho Alabarda!! Elas eram envoltas em açúcar. Não tinha na exposição, mas agora lembrei direitinho da embalagem.

      Responder
      • Lan Succi disse:
        01 de março de 2011 às 09:49

        Ai que delícia vc comentar meu comentário, rsrs

        Responder
  45. Anapaula disse:
    01 de março de 2011 às 00:15

    Coisa linda esse post, me fez sentir de novo todos os gostos de todas as balas e doces daquela época enqto. lia o post.

    Lembrei do Chocolate Surpresa, que vinha com uma foto de um animal pra você colecionar no álbum “Animais do Cerrado”. Uma pena que eu não encontro mais esse álbum.

    Pra quem não lembra ou não sabe do que estou falando: http://www.doceshop.com.br/imagens/wp/surpresa.jpg

    bjos, o site de vcs está cada vez melhor

    Responder
  46. 01 de março de 2011 às 08:11

    Nossa, que saudade !!!!!!
    Na minha escola não tinha cantina, porque era da prefeitura de SP, mas a Kombi do baleiro ficava na pracinha e era uma disputa para compra bala Banda de Uva e Chucola (bala com sabor de coca-cola). Drops Dulcora era uma festa ao ler o gosta veio na minha boca.
    Alguém lembra do chiclé ping-pong sabor caramelo e o chicle Splash que era enorme e mal dava para mastigar, tinha ainda o Plets parecido com o Chiclete Adams de caixinha.
    Nossa se eu ficar aqui vou lembrar de tanta coisa gostosa.
    Bjs meninas, adorei o post

    Responder
    • Romy disse:
      04 de março de 2011 às 17:52

      Eu não era muito fã de doces, mas agora me arrependo de não ter curtido esses doces! Nostalgia pura porque me lembrei dos amiguinhos, meus irmãozinhos pequenos com esses doces. Mas agora me veio na cabeça o sabor do Chucola!!!

      Responder
  47. Aryel disse:
    01 de março de 2011 às 09:19

    flor seu Blog é muito interessante, adorei, já estou seguindo, me segue de volta?
    http://tudorosachok.blogspot.com/
    Bjok

    Responder
  48. Jean Carlo disse:
    01 de março de 2011 às 11:40

    Putz, fiquei aqui lendo esse post e relembrando da época em que comprava tudo isso.
    Me lembro que vendia coisas para o ferro velho perto da minha casa e gastava tudo com doces e balas hehehehehe.
    Uma das coisas que mais comprava era o Pirocóptero , aquele pirulito que vinha com uma hélice pra colocar no palitinho hehehehehe

    http://www.youtube.com/watch?v=PjIRZvpT4b4

    Cara, muita saudade daquela época.

    abs e parabens pelo post.

    Responder
  49. 01 de março de 2011 às 12:11

    Caraca!!! Guloseimas do fundo do baú!
    Que época maravilhosa…deu até saudades…

    Bjs

    Responder
  50. 01 de março de 2011 às 13:47

    Que gostosura de exposição! Os sabores da infância são eternos na nossa vida.
    Beijos!

    Responder
  51. 01 de março de 2011 às 15:10

    Nossa que saudade que deu das balas Chita rs.
    cool blog!
    Heguiberto

    Responder
  52. 01 de março de 2011 às 22:59

    Voltei ao passado !!!! que delícia…

    Responder
  53. Márcia Lima disse:
    02 de março de 2011 às 08:42

    Não!!!!! Gotas de pinho alabarda é demais!!!!! Como podemos ter tudo isso ainda na memória e não esquecer de nada? E o cheiro, o sabor, vem tudo na boca! Amigas que não vemos mais… Demais! Obrigada por me fazer relembrar tudo isso! (mas não divulgue em quais anos tudo isso era vendido… rs rs ) Beijos

    Responder
  54. 02 de março de 2011 às 11:27

    E qual não a minha surpresa, qdo na semana passada em Buenos Aires eu topei com Sugus no kiosco???
    (como comentou a Nanci – Sugus, Sugus, Sugus da Suchard! a musica não sai da cabeça!!)

    Nem acreditei e comprei alguns para trazer para casa. Detalhe, comprei os grandes, pq desses eu nunca tinha visto. Bobeei e não comprei um pacote no mercado… Mas eu vou para lá de novo!!! (um dia, talvez em um futuro não muito distante) e trarei alguns pacotes de Sugus para compartilhar!! :)

    Sim! Bala Banda tinha um trenzinho fofo na embalagem :)
    E as balinhas zig-zag da tirinha destacável, eu comprava até uns anos atrás em Osasco, na Av. Dos Remédios, numa lojinha de doces que tem perto da igreja.

    Milkybar não é Lollo!!!
    Se bobear, eu tenho uma embalagem perdida de Lollo no meio dos meus tesourinhos…

    Eu tinha mania (e ainda tenho) de guardar embalagens, mas eu ouvia mais bronca por guardar tranqueira, do que incentivo para mante-los em ordem. Hoje, eu guardo em ordem ;)

    Vou comer sugus só no sábado, mas não tem o de abacaxi…

    Responder
  55. Laura disse:
    03 de março de 2011 às 02:44

    Que delícia, recordar esse tempo!

    Eu tb adoro Sugus de abacaxi. Trouxe quando fui à Argentina. Não lembro dessa bala Chita, mas lembro das balas Juquinha. Minha avó sempre tinha um pacote delas para “adoçar” os netos.
    Balas Banda e os drops Garoto de hortelã (que ainda existem) eram meus preferidos.

    A Sing foi comprada pela Bela Vista, que ainda mantem a paçoquinha Amor, que não sei de fui que que cresci, mas acho que ela não tem mais o mesmo gosto.

    O que tinha tb e que eu não lembro o nome eram umas balinhas redondas com um furo no meio, meio rosadas, que vinham numa embalagem tranparente, torcida na ponta igual bala, acho que o nome era Bambolê.

    O legal é que na nossa geração, as opções de doces eram meio que as mesmas, hoje tem tanta variedade, que vai ser dificil a molecada achar no futuro pessoas com a mesma lembrança de guloseimas.

    E como já disseram aí em cima, chocolate era presente em ocasiões especiais, por essas e outras a molecada era mais “leve” do que hoje.

    Bjs

    Responder
  56. Laura disse:
    03 de março de 2011 às 02:53

    Ah..lembrei de mais uma coisa do Pirocóptero….aquele pirulito que vinha com uma hélice para encaixar no palito, a gente girava na mão e saia voando.
    Tinha competeção de qual chegava mais longe na hora do recreio..rs
    Bj

    Responder
    • Day disse:
      06 de março de 2011 às 13:39

      haha Pirocóptero era show, a gnt vivia perdendo… quando ia muito alto ficava no telhado, kkk

      Responder
  57. Dayse disse:
    05 de março de 2011 às 16:02

    Meninas, ao olhar as embalagens vieram os jingles…”Ping Pong é que é, um estouro yeah,yeah”. “eu prefiro lanches Mirabel,sempre fresquinhos, deliciosos…” Lollo, lollo chegou, macio, fresquinho, feito com mto carinho… bons tempos!!
    voces sao otimas!! e quem “inventou” a pequena exposiçao tbm.
    bjs

    Responder
  58. Day disse:
    06 de março de 2011 às 13:38

    ai ai saudade q deu agora… as vezes eu levava p escola o lanchinho da Mirabel, qdo meu tio dava uma caixa cheia deles pra mim e pro meu irmão, e os cigarrinhos de chocolate meu pai comprava de vez em quando… crescer é tão triste

    Responder
  59. 07 de março de 2011 às 19:22

    kkkk

    Muito bom sua postagem rsrs show de bola

    depois passa no meu blog.. http://mundooloucoo.blogspot.com/

    sucesso!!!

    Responder
  60. Glaucia disse:
    08 de março de 2011 às 00:36

    Tinha todos…mas faltou o pirulito Diplink, o Pirocoptero e a paçoca Amor!!!! rssssss

    Responder
  61. Aline Amorim disse:
    15 de março de 2011 às 14:29

    Ai que delíiicia!
    Saudades mil.. aqueles mini chicletes eram os meus favoritos!
    Beijos *-*

    Responder
  62. Simone disse:
    15 de março de 2011 às 21:37

    NOOOOOSA!! estou salivando só de pensar no gostinho dos sugus =)

    Responder
  63. iza disse:
    24 de março de 2011 às 08:27

    Nossa amei esse cantinho apesar de eu não saber fazer nada disso, acabei caindo aqui como uma admiradora, da muita vontade de aprender a fazer tudo isso!Ta tudo muito lindo!

    Responder
  64. Silvana Lopes disse:
    15 de abril de 2011 às 12:23

    AMEI!!!! Nossa, voltei a infância agora, muito legal, eu me lembro dos caramelos da Nestlé, tinha nos sabores de coco, chocolate, e toffe, eram demais!! Já procurei em todos os lugares, mas acho que como muitos dos produtos acima, eles não fabricam mais, pena, gostinho de infância é muito bom!
    Parabéns pelas doces lembranças.
    Abraços
    Silvana Lopes

    Responder
  65. Julio Cesar disse:
    19 de março de 2012 às 01:28

    Eu tenho muita saudade de um doce que eu comia aos montes na minha infância, e duvido que alguém tenha hoje uma imagem dele
    Bom aí vaí o nome do meu preferido que ate hoje eu posso sentir o cheiro dela quando eu lembro.

    PILANTRA: É esse o nome se ninguém se lembra era uma paçoca de chocolate quadrada e não retangular como as de paçocas de amendoim de hoje e ela era bem espessa e muito saborosa.AÍ QUE DELÍCIA.

    SE ALGUÉM SE LEMBRA E TEM UMA EMBALAGEM DESSA PAÇOCA QUE SEJE PELA INTERNET, MANDE PRA MIM POR FAVOR. bEIJOS E ABRAÇOS A TODOS.

    Responder
    • Fabiano disse:
      25 de junho de 2012 às 14:22

      Julio, vc conseguiu a embalagem de Pilantra?

      Responder
    • FABIO disse:
      05 de junho de 2014 às 16:22

      LEMBRO ATÉ DO SABOR E REALMENTE NEM IMAGENS DA EMBALAGEM EXISTE

      Responder
  66. Eunice disse:
    27 de abril de 2012 às 08:34

    Alguem se lembra de um chocolate chamado proce… ja aprocurei em varios sites e naum encontro este chocolate se alguem se lembrar e tiver uma embalagem agradeço se me mandar fez parte da minha infancia….

    Responder
  67. André Luiz Bonomini disse:
    01 de julho de 2012 às 23:40

    Bom dia!
    Sou de Blumenau-SC, e posso agregar, quem sabe, alguma informação que conheço sobre a antiga Saturno. Sim, era uma fabrica de seu tempo, porém poucos produtos chegavam a ser vendidos em SP durante os anos que a fabrica esteve em atividades. É muito bom ve-la mencionada em seu site. A Saturno fechou por volta do fim dos anos 80 depois de um incendio.

    Responder
  68. Fabiana disse:
    08 de agosto de 2012 às 14:20

    Que legal fiquei morrendo de saudades, vcs lembram do chiclet ping pong de caramelo????? Que saudades uma delicia, sinto ainda o sabor!!!!!!!

    Responder
  69. Karen disse:
    22 de agosto de 2012 às 01:37

    Sinto falta daquele Alfajor da turma da Mônica lembram? Era uma delicia,também tinha aqueles bombons do fofão,chocolates com desenhos de piratas(não lembro o nome),tudo uma delicia,não se fazem mais doces como antigamente,não se fazem mais filmes como antigamente,anos 80,anos 90,época boa,as coisas eram bem mais inocentes,a vida bem mais light

    Responder
  70. Joice Adriana disse:
    22 de setembro de 2012 às 22:27

    Gente!!!!!!! eu tinha a coleção inteira das caixinhas de sorvete da mônica, montei a cidade inteira, alguém tem fotos??? ou réplicas???? beijos

    Responder
  71. edilene disse:
    29 de novembro de 2012 às 10:47

    tinha umas balas retangulares enroladinhas de papel, e tinham desenhos de frutas e tinham recheio com sabores da frutas eu as conhecia como azedinhas e sempre comprava nas americanas a granel
    desenhos de banana, melancia limao laranja etc..

    Responder
  72. linconl disse:
    03 de janeiro de 2013 às 21:14

    as balas soft eram muito boas e ping pong caramelo

    Responder
  73. serilui disse:
    17 de junho de 2013 às 15:50

    Algém tem notíia ou imagem da paçoca de chocolate Pilantra da Campineira Doces?
    E das bala mentex?

    Responder
  74. Fabio disse:
    24 de junho de 2013 às 17:01

    Muito legal este blog, voltei a minha infancia de verdade… Lembrei dos biscoitos dos monstrinhos creck creck… Meu pai distribuia doces no são cosme e damião e uma vez eu e meu irmão mais velho, ajudamos a ensacar os doces e no doce de abóbora (Aquele em forma de coração) a gente dava mordidas e dizia que eram como os biscoitos creck creck: Mordida do Monstro…
    kkk. Como é bom ser criança, pena que a gente só se da conta disso quando cresce…

    Adorei o blog.

    Responder
  75. Fabio disse:
    24 de junho de 2013 às 17:08

    Me empolguei tanto com o blog que larguei o que estava fazendo aqui no trabalho só pra pesquisar e achei um link legal. Tem muita coisa da nossa infancia:

    http://www.museudainfancia.com/categoria/11.mi

    Praticando meu ócio produtivo. rsrsrs

    Responder
  76. 27 de novembro de 2013 às 21:00

    Olá! Não sei se alguém já provou e se lembra da paçoca de chocolate Pilantra. Os meus amigos da infância não lembram, só as minhas irmãs lembram bem porque era nosso doce preferido. Bem, na verdade, Gamadinho e Caramelos Nestlé também eram nossos preferidos!rs Alguém lembra ou sabe informar se ainda está no mercado? Obrigada! Quanta saudade eu tive em rever esse doces da minha açucarada infância!rs

    Responder
    • leandro disse:
      09 de março de 2014 às 17:09

      Paçoca de chocolate pilantra era muito bom,não consigo achar imagens na internet,lembro tbm dos salgadinhos guri.

      Responder
  77. Rodrigo disse:
    04 de julho de 2014 às 23:20

    Oi:
    Legal esse site! Ainda mais nessa parte HISTÓRICA… O encontrei ao procurar por BALA BANDA/lembro dessa e como_até do comercial nos anos 80. Alias essa época da infância marca mesmo. Não posso esquecer da SUGUS. Há tanta coisa boa que levaria horas escrevendo aqui.
    Sempre me questiono uma coisa: apesar dessas coisas serem boas (pelo menos NO GOSTO), a SAÚDE deveria ficar prejudicada mesmo (a tal BOLACHA que contem a GORDURA TRANS… Quem nunca a comeu quando mais jovem? E continua sendo vendida).
    Aqui mencionam o tal SORVETE YOPA; recordo que havia uma pequena loja no RJ (onde nasci e vivi tempos) no LEBLON e fui ver no GOGGLE MAPAS se tal ainda existia – negativo.
    Andei aqui vendo também se havia o famigerado PIROCOPTERO… Se não houver este tem de estar!
    Outra coisa marcante era a BALA JUQUINHA. Depois quem devia lucrar seriam os DENTISTAS (risos).
    E outro que se ainda exista – deva ter a EMBALAGEM DIFERENTE; era o CHOCOLATE PUCK. Uma delícia! O consumia na década de 80 (numa embalagem LARANJA).
    Agora coisas atuais: vi que aqui no site se relata coisas tipo ARTESANAIS, também faço isso. Até bom, só que o retorno é pequeno: estou divulgando em sites de VENDAS e parece haver procuras. Pelo menos isso.
    E que essas coisas boas NUNCA SEJAM ESQUECIDAS.
    Valeu,
    Rodrigo (PORTO ALEGRE)

    Responder
  78. Augusto disse:
    25 de agosto de 2014 às 23:03

    Gente, tava pesquisando e cai deliciosamente aki. Alguem pode me ajudar! Queria saber o nome do chocolate tipo alfajor que tinha uma boca desenhada? Aguardo. Bj meninas, abraços rapazes.

    Responder
  79. Leir Lemos disse:
    08 de maio de 2015 às 09:10

    Eu lembro de umas balinhas, muito parecidas com as atuais Tic-Tac, mas eram embaladas em papel-cartão. Tinha de hortelã, menta e laranja… Lembro dos deliciosos e inesquecíveis Sparkies (da Adams) e os chicletes Action (também da Adams), de Alcaçuz e Anis

    Mais alguém se lembra?

    Responder
  80. Dalvanéria disse:
    14 de maio de 2015 às 01:09

    Página sobre os anos 80

    https://m.facebook.com/Dal80

    Responder
  81. Milena disse:
    14 de julho de 2016 às 11:46

    Olá!
    Procurando pelas balas “Bambolê”, encontrei esse post com muito gostinho de infância… :)
    Lembrei também de umas balinhas que ainda não vi nenhum comentário a respeito, eram balinhas de frutas, em uma embalagem do tipo de TIC TAC, umas balinhas redondinhas, vermelhas, laranjas e amarelas, essas balinhas de frutas e a “Bambolê” eram as minhas preferidas!

    Responder
Deixe seu Comentário

«
»