30 ago 12
outros bla bla blas
Organize uma sessão de trocas
por Andrea

troca2

Quem acompanha o blog deve ter percebido que estamos entusiasmadas com tocas.  É divertido, econômico, ajuda você acumular menos e pensar mais na hora e comprar mais coisas.

Eu participei de duas sessões de trocas muito legais na última semana. No nosso piquenique de inverno fizemos uma ‘feirinha do rolo’ de materias de craft – a Garota Prendada, Giovanna, fez um post contando como foi participar da nossa troquinha no Domingo.

E no trabalho também organizamos uma troca incrível na hora do almoço, no estilo vale-tudo, onde trocamos não só materiais mas também roupas, acessórios, livros e objetos variados.

Foram experiências tão legais que resolvi contar um pouco mais aqui, para ajudar quem também quiser organizar troquinhas, no melhor espírito DIY. Veja só quanta coisa legal eu faturei em trocas na última semana:

troca3

1. Novelos de lã variados;

2. Um retalho de tecido com estampa dos signos do zodíaco;

3. Livro japonês de moldes para bolsas;

4. Um lenço colorido da Flor de Cris  que pode virar um turbante ou até um furoshiki;

5. Jogo americano da FlodiPa;

6. Apliques termocolantes para tecido;

7. Um pingente de carpa  epifanista ;

8. Cinto tipo obi, entretelado e pronto para ser bordado, da Giovanna do Garota Prendada;

9. Um pedaço de colar com metal dourado e pedras vermelhas, também da Giovanna;

10.  Agulhas de tricô grossas;

11. Um mini livro de ilustrações.

Ufa! Isso é só para dar uma ideia das coisas legais que as pessoas levam para trocar. As coisas que troquei eram igualmente bacanas? Algumas eram mais, outra menos. Em trocas as vezes se sai perdendo um pouco outras vexes se ganha um tanto mas o importante é você ficar feliz com o lote final. Eu fiquei!

Como organizar uma sessão de trocas 

Preparação:

* Decida o tema (materiais craft, livros, moda e acessórios, maquiagem, games, serviços) ou uma troca vale-tudo.

*Avise as pessoas sobre a sessão. Defina um local e uma data e o que tipo de troca será. Envie um convite por e-mail ou crie um evento no Facebook.

*Comunique as regras para que todos saibam o que levar no dia. Peça que os itens para troca estejam em bom estado e sejam úteis. Não vale trocar coisas que iriam para o lixo!

No dia da troca:

*Cada um deve ter uma mesa ou  algo para delimitar o espaço onde ficará suas coisas.

*Se for uma troca por categoria o organizador da troca deverá avaliar tudo que estiver disponível para troca e definir tags equivalentes (por exemplo, itens mais baratos tag amarelas, itens mais caros tag vermelha, etc) de acordo com o valor dos objetos. Objetos só poderão ser trocados por outros da mesma cor. Se for uma troca aberta, as pessoas ficam livres para trocar  e negociar itens à vontade.

*As pessoas s devem circular  e propor trocas para os donos dos objetos que lhe interessem.

*Sempre existem objetos super cobiçados. No caso de duas pessoas interessadas no mesmo objeto o dono pode escolher com quem prefere trocar. Ou tira-se  a sorte :).

* Vale fazer troca cruzada e retrocar.

*Muita gente prefere sair sem nada da sessão de trocas, ou seja oferece seus itens que sobrarem de graça mesmo, para quem se interessar mais.

 

troca1

A troca aberta é mais divertida e simples. Mas por ser aberta é importante levar tudo numa boa e ser flexível na negociação – nem sempre dá para trocar A por A e B por B. E se a pessoa não quiser trocar nada com você não insista e nem se ofenda, parta para outra troca pois ninguém é obrigado a trocar se não quiser.  E vocês, já fizeram sessões de trocas? Como foi ?

Quem cria geralmente tem muito material parado em casa.  Trocas ajudam a gente a usar mais, gastar menos e ser menos consumista. Nós somos entusiastas das ações que fazem a energia dos objetos circular. Então, vamos as trocas?

“Não se preocupe tanto em adquirir novas coisas, sejam roupas ou amigos… Venda suas roupas e mantenha seus pensamentos.” Henry David Thoreau

21 ZigZags
  1. 30 de agosto de 2012 às 12:21

    Meninas, adorei a ideia: sessão de trocas. Sem querer vamos acumulando aquilo que fazemos e também aquilo que não usamos mais. A sua troca foi 10. Parabéns! E continuo acompanhando SZ.
    Rsrs. Bjs,

    Bel

    Responder
  2. gabriela disse:
    30 de agosto de 2012 às 16:03

    Parabéns pela ideia é maravilhosa!!!
    Abraços

    Responder
  3. Genny disse:
    30 de agosto de 2012 às 17:52

    Achei muito legal a idéia e gostaria de participar de uma sessão de trocas.

    Responder
  4. Aninha disse:
    30 de agosto de 2012 às 18:42

    Muito legal a ideia, adoraria participar de uma dessa! bjs!!!

    Responder
  5. 30 de agosto de 2012 às 21:51

    Adorei essa idéia.
    Quero colocá-la em prática.
    bjs

    Responder
  6. 30 de agosto de 2012 às 21:53

    Que ideia fantástica!
    Achei o máximo.
    Bjs

    Responder
  7. 30 de agosto de 2012 às 22:19

    Gostaria muito de ter ido ao parque, mas moro longe.
    Deve ter sido ótimo a brincadeira de trocas.
    Beijos,Kátima.

    Responder
  8. Daiana Costa disse:
    31 de agosto de 2012 às 02:35

    há um tempo queria fazer umas troquinhas mais não sabia como organizar, adorei as dicas!

    Responder
  9. Nilmara disse:
    31 de agosto de 2012 às 04:43

    Oi gente!Achei legal vocês promoverem sessões de trocas, moro na Bélgica e por aqui existe sessão de trocas até pra serviços.
    Na micro-cidade (hahaha) onde moro fizemos uma a um mês e foi interessante ver que as pessoas começam a pensar em reaproveitar em vez de deixar num canto ou pior na lixeira.

    Beijos e boas trocas!

    Responder
    • Andrea disse:
      31 de agosto de 2012 às 14:01

      Trocar serviços é bem legal! O que trocam como serviços por aí? Bjs

      Responder
  10. Bruna Pereira disse:
    31 de agosto de 2012 às 09:25

    Adorei a ideia! =DDD

    Responder
  11. Alexandra disse:
    31 de agosto de 2012 às 12:00

    olá, sempre organizamos troca-troca (ou trocas verdes, como chamamos) entre amigas.
    Na verdade, a gente leva de tudo e pega o quiser. O intuito é cada vez ficar mais desapegado. O que sobra doamos para caridade. Sempre tem coisas que vão direto para pilha de doação também. Nossos e-mails/convites sempre começam assim: “Deixe o Chi fluir pela casa!” = )
    Fica a dica!
    bjos
    Alexandra

    Responder
    • Andrea disse:
      31 de agosto de 2012 às 14:00

      Gostei da ideia de doar o que sobrar, muitas já fazem individualmente mas poderíamos fazer uma doação maior em conjunto :). bj

      Responder
  12. Michele disse:
    31 de agosto de 2012 às 14:46

    Adorei a ideia, tenho muito material de artesanato “sobrando”, mas confesso que sou um tanto apegada demais às minhas coisas, tenho que aprender a arte do desapego! hehehe
    Quem souber de alguma feirinha de trocas em Porto Alegre, avisa aí, vou adorar participar!!! ;)

    Responder
  13. Deb disse:
    31 de agosto de 2012 às 21:02

    Coisa mailinda esse lenço da troca!!!
    Pena que perdi essa, também quero participar da próxima troquinha!!!

    Responder
  14. Evelyn disse:
    01 de setembro de 2012 às 20:27

    Ain não posso acreditar que eu perdi isso!!
    J-zuz.. to em pânico!! rsrsrsrsrs
    Moro pertinho.. buááááá!!
    Ficarei de olho nos próximos.. e espero que seja bem loguinhooooooooooooooo!! kkkkkkkkk

    Bjinhos Andrea!!
    lyncompletissima.blogspot.com

    Responder
  15. Nilmara disse:
    03 de setembro de 2012 às 08:32

    Quanto a troca de serviços tem duas formas que funciona aqui:

    1. As pessoas se increvem em uma lista dizendo o que elas podem fazer pode ser fazer umatorta, trocar uma torneira, cortar a grama,
    fazer uma bainha, ensinar a utilizar a internet enfim…Cria-se uma “moeda”, aqui cham-se SABOR, cada pessoa coloca ao lado do seu serviço quantos sabores ele vale, num máximo de 10.

    Então eu posso fazer uma torta e fico com um crédito de 5 sabores para uma pessoa e posso trocar com qualquer outra que faça um serviço que eu preciso.

    2. As pessoas trocam serviço por serviço, eu faço a torta diretamente para a pessoa que faz um serviço que eu preciso.

    A 1° é mais complicada pois precisa de uma pessoa que organize a lista, controle os créditos, e as novas entradas.Mas dá uma abertura de serviços maior.

    Ufa!Espero ter conseguido explicar!Beijos!

    Responder
  16. Zilah disse:
    04 de setembro de 2012 às 10:34

    Estou aqui me perguntando: Como ainda não conhecia o Super Ziper?
    Amei tudo por aqui <3

    Responder
  17. Simone disse:
    04 de setembro de 2012 às 20:54

    Costumo fazer isso, mas chamamos de bazar. Normalmente no início do ano, quando nossas casas ficam repletas de coisinhas novas que ganhamos de Natal. Aí vem a hora da “limpeza”, pois as outras coisas precisam sair. Levamos tudo (aí vale de revista até computador) e colocamos arrumadinho na casa da minha mãe (claro que aproveitamos esse momento p/papear, comer e beber..rs). Em um determinado momento, entramos no local onde estão as coisas e escolhemos aquilo que nos agrada (muitas pegam p/levar p/outra casa – de campo ou praia). O que ninguém pega vai para uma instituição de caridade. Isso já vem sendo feito há uns 3 anos e todo ano esperamos ansiosas! É muito legal e já disseminei a ideia p/outras pessoas que começaram a fazer também! Recomendo!

    Responder
  18. Kátia disse:
    07 de setembro de 2012 às 01:03

    Adoro troquinhas e sempre me deiquei mto qdo participei, porem a reciproca nao foi verdadeira. Me decepcionei demais. É chato a gente se esmerar e nao ver o mesmo do outro lado. Desanimei e não participei mais. Adoro o seu site. Bjs

    Responder
    • Olenka disse:
      27 de Fevereiro de 2016 às 01:54

      Será que troca de roupas e acessórios é interessante ?
      Conheço pessoas que mudaram o manequim ou enjoaram das próprias roupas, em estado perfeito. Algumas têm roupas que nunca usaram….
      Eu tenho até um terno de noivo (usada uma vez, apenas)
      Vender não compensa…
      O que vcs acham ?
      Bjs…

      Responder
Deixe seu Comentário

«
»