25 ago 13
fashion
DIY: Camiseta com tingimento degradê
por Andrea

camisa_degrade_1

Vamos voltar a falar de um assunto que há tempos não mostramos por aqui: o tingimento caseiro.

Com a volta da moda degradê, ombré e dip dye (escolha o seu nome favorito!) resolvi resgatar a técnica de colorir roupas e checar os produtos disponíveis no mercado. Um assunto que não é de forma alguma novo por aqui. Anos atrás fizemos várias experiência com tingimento, usando corantes em tubinho que foram devidamente registradas aqui no blog.  Então decidi que é mais que hora de voltar a falar de fibras e cores, afinal tingir roupa em casa é bem divertido e um tanto econômico.

Separei uma camiseta branca que precisava ganhar uma cor, arregacei as mangas e fui para a cozinha.

camiseta2

A primeira coisa a fazer ao tingir uma peça de roupa em casa é checar a composição da mesma. Taí um bom motivo para não cortar a etiqueta. Além de  conhecer as instruções de lavagem é fundamental saber a composição da peça na hora de tingir! Para cada tipo de tecido existe um tipo de corante mais adequado (exceto para poliéster, veja as dicas no final do post).

A minha camiseta era 100% algodão, portanto usei o corante Tingecor da Guarany – para algodão, juta, linho, rami, sisal e viscose.  O legal de usar estes corantes de tubinho é o custo benefício – um tubo custa menos de R$ 2,00 e rende muito, dependendo do peso da peça a ser colorida.

camiseta3

Para tingir uma camiseta usei: um tubinho de Tingecor  na cor Maravilha, um tubinho de Fixacor, uma panela, um garfo para mexer, um copo medidor.

camiseta4

É super importante usar a quantidade certa de corante para o peso da roupa.  Se você tiver uma balança recomendo pesar a peça seca. Como não tinha uma a mão, estimei que o peso por volta de 80g. Para este peso usei um pouco menos de 1/3 do pó que vem no tubo e 1 litro de água.

Vou ajudar dando o peso aproximado de algumas peças:

Calça adulto= 700g

Calça jeans adulto = 800 g

Camiseta 1/2 manga = 100g

Camiseta regata = 80g

Fronha = 180g

Short = 100g

camiseta6

Molhe a camiseta com água fria e torça, para retirar o excesso de água.

camiseta5

Meça 1 litro de água e retire um copo para diluir o corante, leve o restante para ferver no fogão.

Quando a água levantar fervura acrescente o copo de água, já com o corante diluído.

<<<E olha que notícia boa>>>. Se usar colocar a quantidade correta de água, corante e tecido não precisa se preocupar em manchar a panela! Aprendi isso neste tingimento, depois de estragar muita panela usando corante demais. Minha panela ficou limpinha, é só prestar atenção nas proporções :).

Chegou o momento esperado: a hora de fazer o degradé. Abaixe o fogo.

camiseta7

Concentre-se ! Seu objetivo é criar três tons de cor na camiseta, começando do mais claro até o mais escuro.

A parte do tecido que ficar mais tempo no corante ficará com o tom mais escuro.

Mergulhe a camiseta na vertical, segurando-a bem reta por cima da panela. Mergulhe até a linha horizontal  imaginária onde quer que termine a parte mais clara. Levante rapidamente – menos de 1 minuto é suficiente para a parte clara.

camiseta8

Faça o tom intermediário, segurando a camiseta por mais 5 a 10 minutos na água e levante.

Por último, faça o mesmo segurando a barra submersa por mais 5 a 10 minutos para ficar com o tom mais escuro.

Retire a camiseta do corante e desligue o fogo. Pode descansar o braço agora!

camiseta9

Terminado o tingimento, retire a camiseta do corante e deixe de molho por 20 minutos em  uma bacia com 1 litro água fria com uma colher de sobremesa de Fixacor. Ou substitua por uma colher de vinagre branco para o mesmo resultado!

camiseta_final

Ta-dá! aqui o resultado final, a camiseta branca  basicona ganhou um degradé rosa maravilhindo por menos de R$ 4,00. E não estraguei a panela desta vez, ela continua limpinha -u-hu :D.

Últimas dicas para tingir roupas em casa com sucesso:

– Veja sempre a etiqueta. A composição da peça é que vai dizer qual o corante que você deve usar.

– Peças de poliéster NUNCA tingem. Poliéster é plástico sintético. Nem no tintureiro será possivel tingir poliéster.

– Para peças de composição mista, cheque qual delas tem a maior parte da composição e use o corante indicado para ela.

– A linha da costura das roupas muitas vezes é de poliéster e  neste caso ela não vai tingir! Isso aconteceu comigo, se isso for um problema, fique atenta!

camiseta-detalhe

corantes

Estes são os corantes disponíveis para cada tipo de tecido. Escolha o mais indicado para um tingimento sem surpresas e com resultado  duradouro! Novamente, eu usei o Tingecor pois a minha camiseta era 100% algodão.

Me animei bastante com a experiência. Prometo mostrar mais tingimentos aqui no blog. E vocês, me contem se andam tingindo suas roupas em casa e se tem dado certo. Estou muito curiosa para testar o tingimento a frio, alguém já usou?

 

21 ago 13
outras técnicas
Três ideias para fazer com washi tape
por Andrea

washi_parede2

Quem já aderiu ao washi tape? São estas fitinhas adesivas de papel arroz coloridíssimas e super versáteis.  Já falamos sobre elas aqui e até ensinei a fazer uma versão DIY da fita, usando sobras de tecido.

Andei testando mais usos para as fitas washi e vou compartilhar com vocês! As ideias são todas bem simples e auto-explicativas, com o objetivo de dar um toque de cor a objetos quotidianos. Vamos a elas?

washiplug1

Plug de iPhone: Usei duas fitas, um padrão mais geométrico e o pink, meu favorito. Em poucos minutos ganhei um plug colorido que além de bonito ajuda na identificação, no meio de tantos outros plugs branquinhos.

pegwashi1

Em pregadores: Pedacinhos de fita dão um ‘toque de unicórnio’  imediato na madeira. Para estes pregadores, usei uma variação da fitinha, o Glitter Tape.

bag
Usei meus os pregadores gliterizados para fechar um saquinho de presente.

washiflag2

Em bandeirolas:  Super decorativas e festivas, elas são a febre do momento! Fiz estas mini bandeirinhas com pedacinhos de fita colorida. Cole todas em barbante vermelho e branco e faça pequenos picotes com a tesoura.

pacote_washi_ok
Usei as minhas para enfeitar uma embalagem de presente. O papel craft não ficou muito mais festivo assim, com toques de cor?

Onde comprar washi e fitas decorativas

Eu acho que sai mais em conta comprar washis em sites estrangeiros. Aqui no Brasil o produto ainda sai caro, embora já tenha gente revendendo pela Internet. Faça a conta para ver se compensa. Eu sempre compro as minhas na Omiyague que além de washis tem vários outros artigos de papelaria muito fofos. Demora um pouco para chegar lá do Canada mas sempre vem direitinho! Se você for paciente vale a pena :).

Aposto que você consegue pensar em mais um montão de usos para a washi tape. Vontade de sair colorindo tudo ao redor com estas fitinhas!

 

19 ago 13
blogueira convidadacasa craft
DIY: Limpador multiuso natural
por Andrea

multiSZ_00_

Projeto e fotos de Alê Passarim

Olá, pessoal!  Meu nome é Alê, sou designer, crafteira e blogueira . Tenho também um site: Passarim – Criações ao Vento de onde voam minhas criações. Meu atual xodó são as Cartas de Tapi: cartas divertidas para crianças curiosas. Convido todos que gostem de selos e correio a conhecê-las.

Recebi um convite simpático das meninas do Superziper para mostrar uma receitinha legal, simples e natural. Topei na hora, feliz da vida com a honra de postar por aqui.

Bom, em busca de um ambiente mais saudável dentro de casa, aos poucos estou  modificando alguns hábitos de limpeza e venho testando algumas receitas de  produtos de limpeza caseiros. Foi assim que cheguei a este limpador multiuso cítrico. Resolvi testá-lo depois de ver a receita publicada no blog Clean, de Rachel Wolf.

O limpador me chamou a atenção pela facilidade de preparo e pela multieficiência declarada pela autora, que diz usá-lo o tempo todo. A receita é bem simples, vamos a ela?

multiSZ_1_

Limpador Multiuso Cítrico

Ingredientes:

Vinagre branco

Cascas de frutas cítricas frescas (pode ser de laranja, mexerica, limão, etc.)

Modo de fazer:

1. Encha um pote de vidro com as cascas escolhidas (um pote de 500mg de azeitona funciona bem).

2. Coloque vinagre suficiente para cobrir as cascas

3. Deixe o pote tampado descansando quietinho por 1 a 2 semanas (eu deixei 2).

 

multiSZ_2_

4. Após este período coe o líquido e dispense as cascas.

5. Coloque o líquido num borrifador.

 

multiSZ_3_1

Ei-lo, pronto para multiuso. Biodegradável, fácil de fazer e barato.

Minhas anotações:

  • Tenho usado o multiuso em superfícies engorduradas da cozinha: pia, fogão, cantinhos… Ele realmente limpa bem e tira a gordura sem muito esforço.
  • Aproveitando a época, fiz o meu multiuso com cascas de mexirica. O resultado foi um líquido alaranjado com cheiro de mexirica avinagrada. Com o tempo o cheiro ácido do vinagre prevalece.
  • O cheiro é meio forte, mas passa logo, por isso ao usá-lo na parte interna de microondas ou geladeira o ideal é deixá-los um pouco abertos após a limpeza.

É isso! Espero que tenham gostado e que esta receita seja útil para vocês também.

Namastê!

Alê Passarim

16 ago 13
craft tour
Boas costuras em Floripa
por Andrea

hakati1
Estive recentemente em Florianópolis e aproveitei minha estadia para conhecer um ateliê de costura muito, mas muito legal. Chama-se Atelier da Hakathi, numa homenagem as iniciais dos filhos da fundadora (e professora) Andrea. Conheci a escola através da Cris, que participou comigo de um Patch Encontro da Lu Gastal (fotos no final do post!). Ela me convidou para ir conhecer a escola  na qual dá aulas de costura e é claro que fui!

O Atelier fica num prédio antiguinho bem no centro da cidade e tem cursos de costura básica onde as alunas se dedicam a projetos e também cursos específicos como lingerie, bordado a máquina e cursos de costura  especiais para adolescentes –  olha que legal.

hakati5
Na manhã que visitei a escola estava rolando um curso de lingerie!  As meninas aprendem tudo, desde fazer a modelagem, costurar e até finalizar as peças, com acabamento profissional.

hakati3
E olha que sucesso! Estas peças são de uma das alunas da escola, que fez tanto sucesso com suas criações que já tem uma grife de lingerie chamada Lacelab. As peças são lindas, com acabamento excelente e super femininas. Tudo começou lá na escola da Andrea, entre muitas sapatilhas e carretilhas!

hakati2
O lugar é muito bacana, com estrutura ótima para costurar e professoras muito dedicadas. Deu muita vontade de sentar em uma das máquina  e começar a fazer minhas próprias calcinhas.

hakati4
Esta é a querida equipe de professoras da Hakathi sempre disposta a  ajudar quando aquele ponto não sai e a linha embola na máquina.

Para quem quiser conhecer a escola aqui vai o endereço:

Atelier Hakathi

Travessa Osmar Regueira, 25, sala 705 – Centro – Florianópolis -SC

3259-7771 / 8439-7663

hakathiescolademoda@gmail.com

Anota aí ;)

tilda

E para finalizar eu não podia deixar de mostrar as fotos da minha primeira Tilda, que fiz no Patch Encontro da Lu Gastal durante o Festival Algodão Doce. Aprendemos a montar as partes da boneca, fazer a maquiagem, o cabelo e as roupinhas. Amei o resultado, gosto da estética feminina e minimalista desta boneca.

tilda_turma

Obrigada Lu, Marta e Cris! Adorei nosso craft encontro e espero revê-las em breve.

Página 1 de 3123