19 maio 14
costura
DIY: Quilt super fácil
por Andrea

baby_quilt2

Comecei a prestar mais atenção nos quilts há pouco tempo, visitando feiras de patchwork e fazendo uma oficina rápida com a Fá, da Farfalla Gialla, do Modern Quilt Guild. Mas o que são quilts? De onde eles vêm? Como se reproduzem? Quilts são estes trabalhos feitos com retalhos de tecidos coloridos. Podem virar desde cobertores e mantas até painéis decorativos. Munida de informações básicas e empolagação de iniciante me joguei e resolvi fazer um! Separei tecidos e fiz um, dois, três quilts para presentear bebês em poucos meses. Um baby quilt feito com carinho pode ser um ótimo presente para recém nascidos. Foge das mesmice dos presentes comprados no shopping e você pode fazer com as cores e estampas que quiser.

IMG_7909

Os quilt podem ser extremamente complexos ou simples, a gosto do freguês. Resolvi mostrar aqui como fazer um baby quilt de design bem básico, simples de tudo, para quem nunca fez nada parecido se animar e tentar. Nada de blocos geométricos complicados, apenas combinações quadradinhos de tecido de cores bacanas. Um quilt for newbies. E nem será necessário usar máquina de costura top ou pé especial, tudo é feito na máquina de costura simples, com ponto reto.

Não tem segredo, apenas recomendo uma boa dose de atenção e paciência. Um ótimo projeto para exercitar fundamentos básicos da costura.

Então, vamos fazer um baby quilt? You can do it!

quilt 1

Materiais

Tecidos
A primeira parte é escolha os tecidos! Para um design como este, de ‘escadinha’, você vai precisar 0,5 m de de tricoline de algodão em 9 estampas diferentes, 1, 5 m de manta de algodão (peça por R1 da Ambar) para o recheio e 1, 5 m de flanela de algodão para o verso. É legal investir em bons tecidos pois trata-se de uma peça que será bem usada e lavada várias e várias vezes. Recomendo lavar pelo menos a a flanela antes de usar para evitar encolhimento.

Outros
Além de tecidos você vai precisar de: máquina de costura, um monte de alfinetes de costura e de segurança, ferro de passar, régua, base para corte e cortador circular (ou tesoura).

quilt2

Composição
O design é uma parte fundamental do quilt. Não que haja regras mas existem algumas diquinhas que fazem o trabalho ficar mais harmônico. Por exemplo, escolha uma paleta de cores na hora de escolher os tecidos. Pode ser baseada em tons frios ou quentes.

No meu caso queria um quilt  onde as estampas fazem este efeito de ‘escada’. Também queria um quilt bem claro, com azuis, verdes, amarelos e laranjas abertos. Apenas tons cítricos, clarinhos e alegres. Nada de tons escuros ou terrosos. Também usei bastante branco para dar leveza a composição. O uso do branco e áreas em cores sólidas é característico dos quilts modernos. Mais sobre o design e o movimento dos quilts modernos aqui. Outra dica é misturar estampas gráficas com geométricos como os poás, de tamanhos variados. Experimente com combinações que agradam o seu olhar!

quilt3

Corte
Hora de cortar os quadradinhos. No meu caso cortei 90 quadradinhos de tamanho 13,0 X 13,0 cm, sendo 10 de cada estampa. Acho bem mais fácil de cortar com base de corte, régua e cortador circular. Se não tiver cortador, é claro que pode cortar com tesoura mesmo.  O resultado com esta quantidade de quadrados é um baby quilt com tamanho final de 1,20 X 1,10 m, aproximadamente, um tamanho ideal para recém nascidos.

quilt10

quilt4

Montagem
Chegou a hora da montagem do topo do seu quilt. Facilite a sua vida ordenando os quadradinhos numa bancada ou no chão mesmo. Vá colocando na seqüência, fileira por fileira. Eu fiz este design de escadinhas, alternando a seqüência de estampas. Por se tratar de um quilt minimalista poderia funcionar bem e dar uma graça a mais.

Para facilitar  o meu trabalho eu empilhei na ordem e numerei as fileiras. Assim você não corre o risco de errar na ordem de emendar quadradinhos. Tire uma foto da seqüência de quadrados com o celular se precisar conferir depois #ficadica.

quil6

Costura
Chegou a hora de juntas os quadradinhos em tiras horizontais. Seguindo a ordem dos tecidos nas fileiras, costure pela lateral deixando uma margem de 3 mm.

Eu sempre uso alfinetes para segurar tudo no lugar mas se você tiver prática pode costurar direto e viver perigosamente. Nos quilts a gente não precisa fazer retrocesso no começo e no final da costura.

quil 7 e 8

Depois de costurados todos os quadrados na fileira ela deve ficar assim, verso e frente. Aproveite para aparar os restos de linha das costuras agora.

quilt9

Costuradas todas as tiras de fileiras, abra as costuras do verso com o ferro de passar. Sim, é super necessário fazer esta parte caso contrário as suas costuras não vão encaixar. Separe as 10 tiras de fileiras horizontais.

quilt12

Agora é hora de juntas as tiras horizontais umas nas outras, deixando novamente uma margem de 3 mm da borda. Alfinetar é o segredo para deixar tudo no lugar. Alfinete pelo verso, bem no meio das junções, conforme a foto e coloque mais alguns alfinetes no meio para segurar as tiras de duas em duas. Dá um trabalho alfinetar? Sim, mas faz parte! Pelo menos deixa tudo certinho no lugar na hora de você passar a costura a máquina. Comece juntando de duas em duas tiras, até completar a metade superior e a metade inferio do topo. Ao final junte os dois pedaços que sobraram pelo centro. Seu topo está pronto!

quilt13

Com o ferro de passar abra todas as costuras, passando pelo lado avesso.

quilt15

Montagem do sanduíche

Agora uma etapa muito importante! No chão ou em uma bancada estique os tecidos  faça um sanduíche de tecidos nesta ordem: flanela, manta e topo.

Estique bem todos eles, para não ficar nenhuma dobra ou ruga. Prenda as três camadas juntas usando alfinetes de segurança grandes alternando os quadrados.  Isso evitará que os tecidos ‘andem’ quando forem manipulados.

quilt16

 Acabamento 
Apare as laterais deixando uma margem e manta e flanela de 0,5  cm da borda do topo. Faça o acabamento lateral pregando uma tira de viés a máquina. Não fotografei o corte do tecido de viés a 45 graus mas se quiserem posso fazer um próximo post mostrando, ok?

quilt 17 e 18

Ao final, para segurar todas as camadas no lugar, vamos dar nozinhos. Por que escolhi esta técnica para o primeiro quilt? Porque o matelassê a máquina nem sempre é fácil para iniciantes. Existe o risco da máquina não aguentar a grossura do quilt, a costura não ‘bater’, o tecido enrugar… Mil coisas! Então para o primeiro quilt sair lindo e sem stress a minha dica é arrematar dando pequenos nós com fio de algodão de boa qualidade e de cor contrastante (usei um fio para bordado satchiko mas qualquer fio de algodão grosso serviria).
Passe o fio com ajuda de uma agulha no canto dos quadrados e dê um nozinho duplo. Isso vai fazer com que as três camadas de tecido não fiquem saindo do lugar. Esta técnica dos nozinhos era muito usado nos quilts japoneses antigos, que eram feitos totalmente a mão!

IMG_7897

Alterne nozinhos nos cantos dos quadrados do quilt, conforme a foto, um sim e um não. Corte o excesso do fio deixando aproximadamente 1,0 cm de sobra. Fazer o degradé de escadinha é apenas uma opção. Também dá para fazer usando com retalhos que tiver em casa e criar um design diferente, com quadrados diferentes, ao seu gosto.

IMG_7900

O resultado final é este. Um cobertor divertido com verso de flanela quentinha!

Espero que se anime a fazer. Não vou negar que é um projeto que requer uma certa paciência mas se pegar o embalo dos quadradinhos dá super para terminar o trabalho em um final de semana.

Quem se arrisca a fazer um primeiro quilt?

 

27 ZigZags
  1. Sarah Germano disse:
    19 de maio de 2014 às 11:03

    Oi, Andrea, adorei o post.
    Eu tava super procurando um post sobre quilting para iniciantes =)
    Tenho duas perguntas: A primeira, onde você fez esse curso de quilting?
    A segunda, eu vi no site da Rosa Pomar ela “pregando” as partes do quilt na parede antes de costurar, você conhece esta técnica? Não encontrei nada a respeito na internet. Segue a foto: https://www.flickr.com/photos/rosapomar/4317936357/in/set-72157623096769499

    Abraços,
    Sarah

    Responder
  2. Joyce disse:
    19 de maio de 2014 às 12:46

    Adorei! É justo o que estava precisando!
    Vou ganhar meu primeiro sobrinho ou sobrinha em alguns meses e estava pensando em fazer um quilt, apesar de nunca ter feito um…
    Obrigada!

    Responder
  3. Francis Assis disse:
    19 de maio de 2014 às 13:33

    Adorei o trabalho! Vou tentar fazer um quilt. Só não entendi como finalizar como viés.

    Responder
  4. 19 de maio de 2014 às 13:53

    Muito legal! Adorei!

    Responder
  5. Erika disse:
    19 de maio de 2014 às 14:45

    Que legal esse post! Eu estou há um tempo pesquisando para saber o que é preciso pra fazer um quilt. Achei a ideia de um baby quilt bem bacana! Mas vou confessar, tenho uma dificuldade tremenda para coordenar os tecidos, não sei se conseguiria um conjunto de cores e estampas tão legal quanto esse.

    Responder
  6. Debora disse:
    19 de maio de 2014 às 15:59

    Excelente projeto!! Vou me organizar para fazer até meu bebê nascer em julho!
    Reparei que o viés usado é diferentoso! Tem coisa de 3 meses fui na 25 especificamente atrás de um viés que fosse bonito, diferente, para colocar em fraldas de boca. Voltei de mãos abanando e improvisei com tricoline (o que deu um trabalhão, mas ficou bonito). Este que você usou foi comprado por aqui? Tem alguma indicação de onde posso encontrar?
    Obrigada!

    Responder
  7. Sarah disse:
    19 de maio de 2014 às 15:59

    Oi,
    eu escrevi um comentário antes, mas acho que acabou perdido no limbo da internet. risos.
    Eu adorei esse post. Era justamente o que estava procurando — um quilt para iniciantes.
    Tenho duas dúvidas, no entanto: Onde você fez esse curso e se você conhece uma técnica que as pessoas vão meio que colando os pedaços do quilt na parede antes de costurar.
    Eu vi no blog da Rosa Pomar umas fotos e não encontrei mais nada na Internet.
    Você sabe algo a respeito? (Aqui tem uma imagem http://aervilhacorderosa.com/2011/09/%E2%98%90-%E2%98%90-%E2%98%90-%E2%98%90-4/ )
    Abraços,
    Sarah

    Responder
  8. Viviane disse:
    19 de maio de 2014 às 16:11

    Olá…. Eu já me arrisquei e fiz um … Vou usar como toalha de mesa para um chá da tarde, mas a parte que tive mais dificuldade, foi a do viés; Eu estava anciosa para ver essa parte, mas ela não estava lá :(
    Por favor, publique!!!

    Obrigada e beijos,

    Viviane

    Responder
  9. JULIANA COELHO disse:
    19 de maio de 2014 às 17:50

    Ameeei, queria um projeto pras minhas férias e encontrei! Já fiz uma montagem de quadradinhos uma vez quando estava aprendendo a mexer na maquina de costura. Realmente o segredo é paciência!
    Fiquei curiosíssima no viés mas já vi que tem um tutorial de 2011 (http://www.superziper.com/2011/09/perdendo-o-medo-da-maquina-socorro-vies.html) e vou treinar também.
    Quilt, aí vou eu…

    Responder
  10. Francine disse:
    19 de maio de 2014 às 19:46

    Andrea, que lindo que ficou! Adorei a composição de cores. Hmmm… vai render tantas fotos lindas com o bebezinho em cima, né?…
    Se você tiver um tempinho, dá uma olhada nesse link http://www.ladecasa.blog.br/carrinho-de-boneca/ do meu blog. Eu fiz uma manta pro carrinho de boneca da minha sobrinha usando esses quadradinhos, mas usei um pequeno truque pra facilitar um pouco o processo. As proporções são muuuito menores, mas a técnica é a mesma. Vê lá se não é uma idéia interessante… É que uma vez eu vi uma manta de cama de casal artesanal toda em quadradinhos minúsculos e fiquei pensando que não era possível que a pessoa tivesse feito costurinha por costurinha… Aí imaginei que devia ser algo assim!
    Bom, deixa eu aproveitar pra dizer que curto demais o blog de vocês!!! Parabéns!!!
    Beijo grande!
    Fran

    Responder
    • Claudia disse:
      22 de maio de 2014 às 19:14

      Que lindo seu carrinho de boneca!!

      Responder
  11. 19 de maio de 2014 às 21:59

    Oi Andréa!!! Adorei a mantinha, ficou uma “delícia”!!! Dá até vontade de ficar abraçadinha com ela, agora que deu uma esfriada no clima…. quando meu 1o. filho nasceu eu encomendei uma também, e vc acredita que até hj, ele dorme com ela. E olha que já tá bem crescidinho. Tá com 8 anos, e eu brinco com ele, que ele adora tanto o edredonzinho dele que até depois que casar vai tá com ele… Agora só uma dúvida: será que consigo fazer à mão? É que não tenho máquina, e e queria saber se dá pra tentar? Já fiz algumas bonecas à mão, mas costuras grandes nunca me atrevi, será que dá? Bjs e parabéns, vcs sempre arrasam nas dicas!!! Andréa Horta / Caçapava-SP

    Responder
  12. patricia disse:
    20 de maio de 2014 às 14:08

    Ficou muito bem feito!!! Vou fazer também!!
    Parabéns!

    Responder
  13. Beatriz disse:
    20 de maio de 2014 às 22:51

    Achei muito bom, parabéns pela lista

    Responder
  14. Ana Paula disse:
    21 de maio de 2014 às 11:50

    Acompanho o SZ ha algum tempo, adoro todas as dicas de vocês. O Quilt ficou uma lindeza só, vi este vídeo no Youtube e pode ajudar na técnica dos quadrinhos, dá pra usar a técnica chamada bargelo. Abaixo os links da aula. Fiz uma colchas uma maior e outra menor para testar a técnica, vou fazer outra para presentear e quero usar o mesmo acabamento que vocês usaram o viés que ficou bem lindo. Aqui as fotos das mantas https://www.facebook.com/anapaula.goncalvesgiesel/media_set?set=a.720639541327074.1073741834.100001431050701&type=3&uploaded=2

    Beijos e obrigada por compartilharem tantas informações. : )

    http://www.youtube.com/watch?v=zvO1EJxtDUI

    Responder
  15. Maria Fernanda disse:
    21 de maio de 2014 às 14:52

    Muito Fofo!!!!!!! parabéns!!!
    como entar em contato com Farfalla Gialla, do Modern Quilt,

    Bjos!!

    M Fernanda

    Responder
  16. Cristine Akemi disse:
    05 de junho de 2014 às 11:02

    Oi, Andreia!

    Eu vi o post e fiquei pensando que já tinha visto esse padrão de escadas em algum lugar… foi neste post:
    http://quiltville.blogspot.com.br/2005/06/scrappy-trips-around-world.html
    A Fá Giandoso indicou este tutorial neste post do blog dela:
    http://farfallagialla.blogspot.com.br/2013/06/enfim-meu-scrappy-trip-along-quilt.html
    Quando fiz o curso de quilt moderno com a Fá no Sesc Pompeia no ano passado, ela ensinou a fazer esse bloco, é bem mais fácil do que cortar vários quadrados, experimenta fazer :)

    Beijos!
    Cris

    Responder
  17. Larissa Azevedo disse:
    11 de junho de 2014 às 15:18

    Você passa a máquina por cima dos alfinetes?? ameeeei quero muito fazer, mas só sei costurar à mão… ;˜˜˜˜˜

    Responder
  18. Madalena disse:
    27 de junho de 2014 às 11:05

    Andrea, seu trabalho é muito lindo. Vc sabe onde encontro curso de patchwork com maquina de costura, na Zona Sul?

    Grata.

    Madalena

    Responder
  19. Laura disse:
    17 de dezembro de 2014 às 19:43

    Que lindo!!! Mas moro em Recife e nunca vi essa manta de algodão para vender por aqui. Existe em alguma loja online? Também tenho procurado o soft e o melton, vocês me indicam alguma loja online legal para tecidos?

    O site de vocês é incrível!!

    Responder
  20. Natalia disse:
    23 de setembro de 2015 às 14:45

    Amei a manta, estou fazendo uma pro meu bebê que vai nascer e uma pro meu filho mais velho e estou com uma dúvida. A manta Âmbar que você usou é 100 ou 200? Estou com medo de comprar errado!
    Parabéns novamente, beijos!

    Responder
  21. Shirley disse:
    04 de novembro de 2015 às 11:08

    Nossaaaaa!!! Amei a idéia… tenho uma porção de quadradinhos cortados, quem sabe uma mantinha não seria uma boa? Vou arriscar nas minhas férias… SuperZiper sempre me dando idéias e me salvando de encrencas em outras vezes! Parabéns!!!

    Responder
  22. maria rosaria disse:
    12 de agosto de 2016 às 18:27

    amei, amei , amei
    muito lindo e sem complicação

    Responder
  23. Sarah disse:
    25 de outubro de 2016 às 07:10
  24. 27 de outubro de 2016 às 15:06

    Amei esse Post
    A composição de cores ficou incrível
    Parabéns pelo lindo trabalho

    Responder
Deixe seu Comentário

«
»