15 jan 15
outras técnicas
Mania de catar conchinhas. E depois?
por Claudia

Pingente de conchinhas

Este passo-a-passo é para quem tem mania de catar conchinhas na praia, cansou de colocá-las em potes ou vidros e quer fazer algo mais com elas.

Nestas férias de verão, tive a sorte de achar muita conchas pequenas, já furadas. Foi então essas que escolhi procurar mais. O furo seria útil em algum projeto que eu ainda não sabia qual era.

Pingente de conchinhas

Em casa, lavei as conchas com água quente e deixar secar à sombra. E enquanto isso, procurei inspiração no Pinterest do que poderia fazer com elas. Muita gente faz aqueles sinos de vento, mas eu não tinha material suficiente. Decidi apenas pendurá-las em fios, formando um pingente.

Veja as etapas de como cheguei no produto final:

Decidi que seriam fios com 4 conchas cada. Separei fileiras por tamanho em cima da mesa, mexendo pra cá e pra lá até chegar no desenho final.

Pingente de conchinhas

Usei um fio sintético cor pink para amarrar as conchas. Cortei no tamanho de 40 cm para ter folga e ser fácil de dar o nó.

Pingente de conchinhas

Ficou uma ligeira diferença de posição de amarração das conchas, comparando os fios. Mas isso não é um problema, pelo contrário, o pingente ganha um movimento mais interessante. E com um fio longo, é possível ajustar a posição antes de finalizar.

Pingente de conchinhas

Eu usei uma pérola e uma argolinha de bijuteria para fazer a união dos fios na ponta. Passei tudo pela pérola com a ajuda de uma agulha grossa e dei um nó na parte de baixo.

Com a argolinha, ganhei a flexibilidade de escolher onde pendurar. Por enquanto está na porta de casa, embaixo do olho mágico. Mas testei na porta da varanda e na do banheiro e também gostei do resultado.

Pingente de conchinhas

Acabei criando meu próprio souvenir desta viagem!

Tenho mais algumas, maiorzinhas e diferentes entre si. Essas ainda não decidi o que fazer… E vocês, já deram alguma utilidade para as conchas trazidas da praia?

5 ZigZags
  1. Lan Succi disse:
    16 de janeiro de 2015 às 11:17

    Olá Cláudia, olá Andrea. Saudade de vocês e fazer arte…estou com minhas coisas encaixotadas e sem por “a mão nas linhas….” há semanas.
    Estou passando uns dias aqui em Sampa e quem sabe a gente consegue se encontrar pra um café.
    Muito legal este penduricalho com conchas, tenho muitas hahahaha.
    Você já tentou furar com tua retífica, Claudia? Será que é fácil, dá certo?
    Bjinho pra vocês
    Lan

    Responder
  2. Lúcia disse:
    20 de janeiro de 2015 às 09:53

    Gente, não querendo ser a chatona, mas já sendo…..

    “De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, restos de conchas, corais, estrelas-do-mar e outras carapaças servem de abrigo ou substrato para outros organismos; portanto, não colete esses materiais em nenhuma situação -nem para guardar de lembrança. Também é irregular ter joias e peças de decoração com corais. A compra e o comércio desse tipo de artesanato é um crime ambiental que pode render de um a três anos de detenção, além de multa.” (Fonte: Folha de SP).

    Responder
    • Claudia disse:
      22 de janeiro de 2015 às 17:48

      Oi, Lúcia, não tem nada de chata… Lei é lei. Não sabia. A Folha deu a notícia na hora certa, no verão! Obrigada por lembrar da gente ao ler :)

      Responder
  3. Anna disse:
    20 de janeiro de 2015 às 11:13

    Olá!

    Gosto muito do blog, mas infelizmente trago uma notícia ruim: é proibido coletar conchas em praia! A justificativa é que afeta o meio ambiente. Vi hoje uma matéria na Folha Turismo, e tenho certeza que nenhum artesão quer danificar o ecossistema.
    Enfim, fica a dica!

    http://www1.folha.uol.com.br/turismo/2015/01/1574886-veja-13-orientacoes-sobre-o-que-o-turista-pode-ou-nao-pode-fazer.shtml

    Responder
    • Claudia disse:
      22 de janeiro de 2015 às 17:47

      Oi Anna, obrigada pelo link, não sabia dessa lei…. Bjs

      Responder
Deixe seu Comentário

«
»