20 nov 16
tricô e crochê
DIY: Cesta retangular em malha
por Andrea


cesta-retangular3

O craft da vez aqui em casa, é sem dúvida, o crochê. Cheguei a conclusão que, especialmente aquele feito com fio de malha, é o craft amigo da mãe que vive ocupada. Dá para fazer em qualquer lugar, um pouquinho de cada vez. Não exige agulhas pequenas e nem sequer afiadas, não faz muita bagunça (\o/) nem sujeira pela casa. As vezes encontro minha filha se divertindo a beça na sala, desenrolando o tubo de malha mas isso, perto de outras coisas (alô fiapos e alfinetes de costura, melecas de pintura e afins), é fichinha.

E pelo visto muita gente, com filhos ou não, também aderiu a febre do fio de malha. A ponto de esgotar aquele armarinho que vivia estocado. Mas nem tudo é cor-de rosa- no mundo do trapilho. Achar o fio de malha certo para o seu projeto pode virar uma novela. Como muita gente já aprendeu na prática os fios de malha, independente da marca, variam loucamente. Ora aparecem finos, ora grossos, com muita ou nenhuma elasticidade. Muitas vezes já encontrei variações de espessura no mesmo rolo. Imagina você crochetando toda faceira e de repente o fio engrossa, vira fita, e depois afina, vira um espaguete. Por isso, separei algumas dicas que podem ajudar as novatas na hora de escolher e comprar este fio delicioso e temperamental. Vambora!

Tudo o que você precisa saber pare comprar fios de malha mas ninguém te explicou:

  1. Preste muita atenção na elasticidade e espessura do fio. Especialmente se for crochetar com cores diversas em uma peça só, tente achar todas elas em fios da mesma espessura  e elasticidade.
  2. É sempre mais fácil crochetar com fios que tenham um pouco de elasticidade. Nem sempre é possível abrir a embalagem então olhe o ‘brilho’do fio. Geralmente os fios mais brilhosos são mais elásticos que os fios opacos.
  3. Prefira comprar pessoalmente do que pela Internet, assim você evita chutes e consegue avaliar pessoalmente se espessura da malha é a mais adequada.
  4. Se o fio veio muito fino, divida o cone em 2 e use dois fios juntos ( ou até três, dependendo do efeito que quiser).
  5. Se gostou de uma determinada cor ou estampa de malha leve na hora. Se possível, leve um rolo de 500g a mais para garantir que não vai faltar para acabar seu projeto!  Como os fios são feitos com sobras de indústria pode ser que aquela cor que você amou nunca mais volte a ser vendida.
  6. Veja se o armarinho aceita trocar tubos de malha fechados por outras cores, caso sobrem.
  7.  Tenha agulhas de tamanhos variados sempre a mão e teste sempre para ver o tamanho que melhor se adapta ao seu fio. As mais usadas na malha são as de número 7 a 10.
  8. As agulhas de metal são mais econômicas porém pesadas, cansam mais, principalmente as mais grossas. As de madeira/bambu são mais gostosas e leves, porém caras. Um meio termo são as de plástico (gostei muito da marca Tulip), são as minhas atuais favoritas.

Aprendi tudo isso por tentativa e erro por isso achei válido botar na roda e avisar quem está começando. Poupa bastante tempo e dinheiro.

Mas agora vem que temos uma receita nova! Desta vez desenvolvi um cestinho bicolor com fundo retangular e alças. O ideal é usar um fio grosso para produzir uma cesta maior. Ou use dois fios finos juntos. E viajar nas combinações de cores a vontade.

 

Cachepo de malha com fundo retangular

(diâmetro do fundo = 15X18, aproximadamente, usando fio de malha grossa)

Materiais
– Fio de malha em duas cores (300 g cor principal e 100g cor secundária).
– Agulha de crochê #9 ou #10 ( cheque qual delas deixa o seu ponto menos ‘esburacado’)
– Marcador
Corr.: Correntinha / P.b: Ponto baixo / P.bx: ponto baixíssimo

Usando a malha na cor principal
Faça um nó de correr e 10 corr. (não conte a primeira correntinha, a do nó)
Carreira 1: 1 corr., 10 p.b.c (10). Vire.
Carreiras de 2 a 10: Idem carreira 1.

Carreira 11: Fazer o contorno do retângulo em p.b, trabalhando sendo 2 p.b. em cada uma das quatro quinas. Nas duas laterais faça mesmo, tomando cuidado para fazer o mesmo numero de p.b dos dois lados.  Colocar o marcador para sinalizar o início da carreira (42).
Carreira 12: 1 corr, p.b. em cada ponto da carreira anterior, pegando no meio do ponto, para levantar as laterais. Repetir até o final da carreira e fechar com 1 p.bx. (42)
Carreiras 13 a 16: Idem carreira 11.(42)
Cortar o fio com 5 cm  e escondê-lo na parte interna do cesto.

Usando malha na cor secundária
Carreira 17 (ALÇAS): 4 p.b.c. em cada ponto da carreira anterior. Pular 4 pontos e fazer 4 correntinhas, 4.pb.c, 9 p.b.c, Pular 4 pontos e fazer 4 corr, 9 p.b.c. Fechar a carreira com 1 p.bx. (42)

Carreira 18: 1 corr., p.b.c em cada um dos pontos da carreira anterior. Fechar a carreira com 1 p.bx. (42)
Cortar o fio com 5 cm  e escondê-lo na parte interna do cesto.

A pedidos, algumas fotos do cesto com detalhes importantes para quem tentar fazer.

img_9429

Este é o fundo. Repare na linha de ‘borda’ (carreira 12), onde o p.b é feito inserindo a agulha no meio do ponto da carreira anterior.

Participação especial de um remendo de linha branca no meio do fio de malha rosa #crochedemalhadavidareal.

img_9435

Uma das alças laterais (carreira 17), que ficam centralizadas na lateral maior do cesto. A mesma alça se repete do lado oposto. A última carreira é feita apenas de p.b. Quando chegar na alça passe a agulha por baixo dela ao fazer cada um das 4 corr.  – isso deixa a alça mais grossa e reforçada.

*******************

Varie à vontade em tamanho e cores. Muita gente segue exatamente o mesmo número de pontos e acaba com um cesto de fundo quadrado, dependendo do tamanho do p.b e espessura da linha/agulha, tá ? O tamanho final sempre varia um tanto em se tratando de crochê de malha. Como podem ver, esta técnica tem muitas variantes (e algumas surpresas) mas não deixa de ser bem divertida.

Não esqueça de, se testar a receita, voltar para me contar como ficou :).

9 ZigZags
  1. Dani Ramos disse:
    21 de novembro de 2016 às 08:19

    Eu gosto muito de usar fio de malha no crochê, além de ficar lindo eu acho que o material é ótimo para trabalhar…Linda a sugestão dessas cestinhas..

    Dani Ramos
    http://donaengenhosa.com.br/

    Responder
  2. Claudia disse:
    21 de novembro de 2016 às 11:28

    O que é p.b.c na receita?????

    Responder
    • Andrea disse:
      23 de novembro de 2016 às 08:54

      Ponto baixo centrado. Alguma pessoas chamam apenas de p.b. Bjs!

      Responder
  3. necca disse:
    21 de novembro de 2016 às 12:49

    Gurias muito feliz com este postt. Só um problema. ..preciso compra pela Internet pq na minha cidade ainda não tem. Que sugerem..
    Lugar?
    Espessura? Marca?
    Um beijo

    Responder
    • Ana muniz disse:
      21 de novembro de 2016 às 15:58

      Eu sempre compro com a @sufiosdemalha no Instagram. Ela é muito atenciosa e o frete é justo!!!

      Responder
      • Andrea disse:
        23 de novembro de 2016 às 08:53

        Obrigada pela dica, vou lá olhar :). bjs

        Responder
  4. Carolina De Nadai Maniglia disse:
    22 de novembro de 2016 às 13:50

    Olá! Meu primeiro trabalho foi com uma receita que vocês publicaram, cesto com fio de malha redondo. Agora vou testar esta também. Obrigado.
    Mas como sou iniciante fiquei com uma dúvida.
    Esses são os pontos, Corr.: Correntinha / P.b: Ponto baixo / P.bx: ponto baixíssimo, correto?
    Não entendi o que seria o “c”, do P.b. (vide abaixo): “p.b.c.”
    Carreira 1: 1 corr., 10 p.b.c (10). Vire.

    Vocês poderiam me explicar!
    Mais uma vez obrigado.

    Responder
    • Andrea disse:
      23 de novembro de 2016 às 08:53

      Oi carolina p.b.c é o ponto baixo centrado, onde voc6e enfia a agulha por baixo do ponto da carreira anterior. Algumas pessoas chamam apenas de p.b mas eu usei a nomenclatura p.b.c para ficar claro que tipod e ponto é. bjs

      Responder
  5. Carolina De Nadai Maniglia disse:
    22 de novembro de 2016 às 13:52

    Esqueci de comentar anteriormente, muito boa suas dicas, infelizmente não deu tempo e descobri também fazendo. Utilizei uma malha sem elasticidade nenhuma, muito mais difícil. Como fiz mastectomia até estava desistindo, meu braço ficou muito dolorido, mas após utilizar agulha de bambu e uma linha mais elástico melhorou bastante.
    Beijossss

    Responder
Deixe seu Comentário

«