14 ago 17
outras técnicas
DIY: Massinha caseira para os pequenos
por Andrea

Olá pessoal. Faz tempo né? Eu sei. Não que eu tenha parado de inventar coisas mas com criança em casa o registro fica um pouco mais complicado. Este post por exemplo. Fiz a massinha, a Maitê ajudou, mas as fotos foram tumultuadas. Foi um tal de braço por cima da tigela, água caindo na mesa, massinha grudada na câmera….ai., ai.  Tive que refazer as fotos enquanto ela dormia.

A massinha caseira anda de mãos dadas com o famoso Danoninho de inhame. Ou seja é daquelas receitas impensáveis pelas nossas mães (o quê??? masinha de farinha???) mas que as mães de hoje passam umas as outras pelo wazzap. Uma hora ou outra vão querer testar. Então, numa tarde chuvosa, que não rolou parquinho, lá fomos nós fazer nossa massinha caseira.

Tem muita receita na web mas achei esta bacana porque é simples e tem uma boa proporção para uma ou duas crianças brincarem.  E dividi a farinha de forma que com um saco você consegue fazer massinhas de 3 cores!

Para uma cor de massinha:

2 copos de farinha branca

1/2 a 1 copo de água morna

1/2 copo de sal refinado

1 colher sopa de óleo

1 colher sopa de vinagre

Corante de alimentos em pó nas cores preferidas

 

Vamos lá ver como fiz?

  1. Misturei todos os secos, farinha e o sal. Já fiz sem sal também, e digo, dá certo  sim mas a textura granulosa do sal deixa a massinha um pouco mais gostosa de moldar.

2. Dilui o pó corante de alimentos na água. Quanto? Depende do tom que você quer dar a sua massinha. Eu usei apenas meia colher de café, mas fica a vontade para colocar mais ou menos.

3. Fui jogando a água na farinha aos poucos e misture tudo. Pode meter a mão, geralmente as crianças pequenas piram nesta parte!

4. A parte final é acertar o ponto da massa na mão. Não é uma ciência exata, pelo contrário. Fui amassando até a cor ficar homogênea, até sentir que a massa está macia e moldável mas não gruda nas mãos.  Se estiver grudando, polvilhe  farinha aos poucos até chegar na textura certa!

O legal é que a massinha dura uns dias na geladeira. Esta massinha rosa eu deixei na geladeira e usei no dia seguinte. Tinha amolecido um pouco mas joguei um pouco mais de farinha e já estava moldável.

As massinhas industrializadas são práticas sem dúvida! Mas para mim, a parte mais divertida de fazer massinha caseira com farinha de trigo é fazer uma ‘mini alquimia’ – ver algo diferente se formando e ganhando cor ao toque das mãos.

Já o danoninho de inhame não rolou por aqui ;) .

3 ZigZags
  1. Ângela Mesquita disse:
    14 de agosto de 2017 às 22:13

    Olha, te digo: isso veio muito a calhar para mim. Sou avó-nova, de um bebê que faz um ano, amanhã. Eu e o vovô ficamos com ele de segunda a sexta-feira, das oito da manhã âs sete da noite. É uma delícia, mas faltam atividades, e é claro que farei essa “bendita” massinha, pra manter meu netinho sossegado por um tempinho. Acompanho vocês a muito tempo. Obrigada, amigas, valeu muito!

    Responder
  2. 25 de outubro de 2017 às 15:49

    Vou fazer com meus sobrinhos!!!
    Deve ser uma experiencia divertida com os pequenos!
    Adorei o blog.
    Parabéns!
    Luciana Paixão
    http://www.aarquiteta.com.br/blog

    Responder
  3. 30 de maio de 2018 às 01:34

    Que divertido!! Já salvei aqui nos favoritos para fazer com as afilhadas :) ♥

    Responder
Deixe seu Comentário

«
»