21 abr 14
craft tourinspiração
Cartazes de papelão, you can do it!
por Claudia

Sports Basement

Estava em San Francisco e, por uma feliz coincidência, acabei conhecendo a loja de esportes Sports Basement. Precisava comprar uma peça para a minha bicicleta durante a viagem, mas nas lojas que conhecia não encontrei. Recomendaram que eu fosse até esta – era mais longe, mas eu deveria encontrar lá. Apesar de não ter conseguido, acabei descobrindo uma loja nova com uma ótima vibe. Fica no bairro de Soma (South of Market), uma área meio industrial, com galpões. Esta loja não foge do padrão do local, exceto por um detalhe. Toda a comunicação visual é feita a mão. Todos os cartazes (e são muitos) são de papelão, desenhados e informais.

Olhem que legal os cartazes de ‘fitting rooms’ (vestiários) e perto do elevador explicando o que há em cada andar!

Sports Basement

Nem imaginava que uma loja de fanáticos por esportes, aventuras e atividades ao ar livre pudesse ser tão craft.

Sports Basement

Logo que entrei já senti o clima: cachorros são bem-vindos e a bike você pode amarrar lá dentro.

Sports Basement

Mas o melhor é a maquete que fizeram da loja em tamanho gigante, tudo em papel. Me lembrou de dois diretores de cinema que adoro: Michel Gondry e as esculturas de papel do Science of Sleep (até falamos disso no Superziper) e Wes Andersen com as maquetes em corte transversal do submarino Belafonte de Steve Zissou (mais uma foto do cenário aqui!), do trem de Darjeeling e da casa dos Tenembaums. Olhem a versão anderson-gondy-esca da loja!

Sports Basement

Tirei muita foto, praticamente até a bateria do celular acabar, mas valeu a pena!

Sports Basement

Estas aqui estão mais rebuscadas, os desenhos das frutas foram feitos em canetinha:

Sports Basement

Além de um toque de humor, os cartazes também tem a função de explicar. Se você vende algo complexo e que tem uma história, vale a pena explicar. A gente que costuma participar de bazar (o Ógente de Dia das Mães vem aí!!) sabe muito bem disso. Nem sempre as pessoas perguntam, mas elas gostam de saber mais e de leitura “self-service” :) Fica a fica.

Sports Basement

Outra dica boa para quem vende em loja ou participa de bazares são estas daqui. Desconto para quem curtir a página no Facebook e caixa para deixar cartões de visita ou dados para receber emails. Vale um caderninho! Lá nos EUA essas coisas são bem comuns!

Sports Basement

Um mural de recados para avisos da comunidade também são sempre bem-vindos e fazem o maior sucesso. Este aí tinha tanta demanda que tiveram de organizar por assuntos…

Sports Basement

Antes de ir embora, mais duas coisas bem sacadas. Um banco para sentar feito com esquis abandonados. E um mural (mais um!) para as pessoas deixarem os números de participação em corridas.

Sports Basement

Na hora de pagar, acharam que tinha acabado? Mais cartazes. Tanto para organizar a direção e lugar da fila do caixa, como para assinar a newsletter, pagar, etc.

Sports Basement

Não sei se todas as lojas da rede são assim ou se foi só esta unidade em San Francisco. Só sei que adorei e achei muito inspirador!

O site da marca é www.sportsbasement.com

24 mar 14
craft tour
Guia Craft da 25 de Março – parte 2
por Andrea

guiaII copy

Hoje é dia de explorar mais um pouquinho da 25 de Março e seus arredores. Não há como fechar os olhos para a enxurrada de produtos importados que invadiu a região nos últimos anos mas nosso foco deste guia são as lojas de os materiais para artesanato e crafts. Vamos lá? Quem perdeu  parte I do guia sugiro começar por lá, para conferir as primeiras dicas.

Coloquem um sapatilha bem confortável nos pés e vamos lá.  Hora de bater perna e andar um pouquinho mais pela região.

25 de março copy

Uma das grandes atrações da R 25 de Março são as grandes lojas de tecido. Destaco as duas que mais frequento, ambas com propostas bem populares e boa variedade. A Casa Fátima, fica bem na esquina da ladeira Porto Geral com a 25,  não tem como errar o endereço. Os rolos e rolos de tecido logo na entrada deixam bem evidente que se trata de uma loja de tecido. O que tem por lá? Tecidos para moda, festa, artesanato e decoração, no atacado e varejo. Quando me dá preguiça de pegar fila ou ir mais longe acabo comprando por lá.

A Niazi Choffi tem várias unidades na região mas a maior fica na própria Rua 25. Uma loja gigante com 3 andares, quase um shopping. Além de tecidos variados (algodão,mistos,  plastificados, examine, feltros, sintéticos, etc) têm também artigos de cama, mesa e banho, cortinais, persianas e até utilidades domésticas. Boa pedida para complementar aquele enxoval básico e low budget.

Na Casa Fátima e na Niazi os tecidos são vendidos somente a partir de 1 metro. Para algodão com estampas diferenciadas e cortes a partir de 0,5 m, minha favorita ainda é a Fernando Maluhy que já foi tema de outro post do nosso guia. Endereço obrigatória para entusiastas do patchwork e costurinhas fofas.

Outra loja com várias unidades na região é a Armarinhos Fernando. Imagina um bazar bagunçado e bombadíssimo onde você encontra desde armarinhos básicos até perfumaria, brinquedos e artigos escolares. Ótimo para comprar itens básicos de costura como linhas, tesouras, alfinetes e outros básicos de artesanato.  O lugar é meio claustrofóbico e os corredores apertados então aproveita para comprar tudo de uma só vez e se possível sair rápido. Conforto zero mas o preço muitas vezes compensa!

Niazi Chofi
Rua 25 de Março, 702
Tel.: (11) 3325-3325
Outros endereços

Casa Fátima
Rua 25 de março, 617
Tel: (11) 3227-6745

basilio copy

Vamos seguindo em frente, se seus pés ainda aguentarem!

A Ladeira Porto Geral, após cruzar a R 25 de Março, vira Cavalheiro Basilio Jafet, rua bem bacana para comprar materiais para artesanato e festas.

Uma das minhas lojas favoritas é o Armarinho  Santa Cecilia. Apesar de Armarinho no nome não tem nada de costura ou tricô.  Trata-se de uma loja comprar matériais para técnicas decorativas como arranjos florais (secas, de papel, de EVA), pintura em madeira, scrap, confeitaria, embalagens variadas e  itens para montagem lembrancinhas. Ela não parece muito grande à primeira vista mas o fundo da loja é longo e merece ser explorado.

Precisa de materiais para festa ou lembrancinhas de plástico estilo popular/kitch (tipo óculos, chapéus e miudezas para brindes)? Entre na Festa Já ou na M Camicado. Um montão de itens baratos para decoração e lembrancinhas prontas de festa. Lembre-se que estamos na 25 e nem tudo é de alta qualidade,  o segredo aqui é garimpar procura de tesouros e itens interessantes.

Uma loja legal para costureiras e crafters  na Basilio Jafet é o Rei do Armarinho. Esta é a minha favorita para comprar insumos básicos de costura e bordado. Diferente do Armarinhos Fernando, que é um bazar de variedades, o Rei é especializado em costura e artesanato. Lá você encontra rendas, passamanarias, tolhas para bordar, meadas, cortadores, fios para tricô e crochê, agulhas, fitas, pompons, e muito mais. Uma loja grande, espaçosa (para padrões 25) e não fica muito cheia, vale a pena passar lá.

Armarinho Santa Cecilia
Rua Cavalheiro Basilio Jafet, 107
Tel: 3322-3322

M Camicado
Rua Cavalheiro Basilio Jafet, 55/63
Tel.: (11)3227-3372

Rei Do Armarinho
Rua Cavalheiro Basílio Jafet, 99
Tel:(11) 4083-5555

cantareira copy

Aguenta andar mais um pouquinho? Então vamos lá que o tour tá quase acabando!

Descendo um pouco mais a Basilio Jafet você vai chegar na R Da Cantareira. Logo no comecinho desta rua o destaque são as lojas de flores artificiais que aparecem uma trás da outra. Muito cafona usar flores de plástico? Depende da ocasião. Garanto que em algum momento você vai precisar delas e aí já sabe onde ir achar ;). Não destaco nenhuma das loja, pois acho que a maioria tem os mesmo artigos, basta saber garimpar. As lojinha da esquina (foto acima a direita, com a porta amarela)  que nem placa tem costuma ser barateira porém não aceitam cartão, apenas dinheiro.

cantereira_festas copy
Seguindo um pouco adiante na mesma rua começam a aparecer as lojas de artigos de festa e embalagens. Seu destino é aqui se precisa comprar saquinhos decorados e embalagens de papel para ovos de páscoa, fitas decorativas e material para lembrancinhas e cia.

Dica! Se você mas precisa produzir a sua festa infantil e não quer perder muito tempo vá direto na Matsumoto, que fica na rua em frente, a R Barão de Duprat. Fico devendo a foto desta vez. Pessoalmente acho o melhor lugar para materiais  de festa DIY. Lá você encontra tudo desde decorações para teto, mesa, papéis, embalagens para doces, letras de isopor, guirlandas e bexigas de todos os tamanhos e formatos.

Matsumoto
Rua Barão de Duprat, 39
fone: 3322-0166
horário: seg-sab 8h30 as 17h30

Ufa, aqui termina a parte II do nosso Guia Craft da 25. Se você chegou até aqui super merece comer um pastel no Mercadão Municipal que fica na Rua da Cantareira. São só 5 minutinhos a pé ;).

Não deixe de conferir outros posts do  Guia:

Guia Craft da 25 de Março, parte I

O paraíso dos tecidinhos de algodão

Lojas de tecido da 25 que abrem aos sábados

Faltou algo que você queria saber? Alguma dica ou lugar secreto que queira compartilhar? Aguardamos a sua participação :).

 

11 mar 14
craft tour
O paraíso dos tecidinhos de algodão
por Andrea

maluhy_abre

Uma das lojas mais famosas entre as crafters que trabalham com tecido é a Fernando Maluhy, no centro de São Paulo e merece um post só para ela no nosso Guia da 25.

A especialidade da F. Maluhy são os tecidinhos de algodão tricoline estampado. Para pirar a mente de quem faz enxoval de bebê, patchwork, acessórios, decoração e crafts em geral. Para roupas nem tanto já que o forte deles é o tricoline, aquele tecido de algodão mais encorpadinho. Além do tricoline também têm sarja, flanela, piquet, tudo de algodão e com estampas bem legais! Muita gente vem de longe para comprar tecidos por lá. Vamos conhecer?

maluhy1

Apesar de estar localizada na região da 25, a loja não é muito óbvia pois não têm placa na rua. Ela fica no Edifício  XXV de Março - R Cavalheiro Basilio Jafet, 38 – 9 andar.

E atenção para o horário de funcionamento diferente. Eles abrem das 7h30 as 17h de segunda a sexta apenas!  Da primeira vez que tentei ir a loja fui no sábado e dei com a cara na porta. Lembrem disso ao programar sua visita.

IMG_7655

O atendimento é por senha. Pegue a sua e espere para ser atendida enquanto circula pela loja. Ou pode ficar sentada nos banquinhos aguardando a sua vez. Quando for chamada, o vendedor fica a sua disposição por quanto tempo for necessário retirando os rolos e rolos de tecido amontoados nas estantes e cortando tudo pra você. Os vendedores são bem solícitos e pacientes, gosto bastante do atendimento de lá!  

Eu tenho um timming para ir a Fernando Maluhy que sempre dá certo. Quando vou para a 25 é a primeiro loja que visito. Chego cedo (lá pelas 8h), pego uma senha e vou direto escolher os tecidinhos. Geralmente tem umas 3 a 4 pessoas na minha frente  e uma espera de uns 10/15 minutos, o tempo certinho para escolher o que quero levar. Depois das 10h a fila de atendimento costuma ser bem maior. Fica a dica!

maluhy2

Este é o panorama da loja logo na entrada. Imagine um lugar onde você vai estar rodeada de tecidos de algodão de estampas fofas por todos os lados! O paraíso? Quase…

maluhy3

Os tecidos ficam organizados assim, por motivos e não por cores. Tem a pilha dos xadrezes, dos florais miúdos, dos florais graúdos, do animal prints, dos poás…Ah tem a pilha dos importados também, dos Natalinos, geométricos e outras.

Existe uma certa ordem de organização dos tecidos por estampas mas mesmo assim acho a disposição meio confusa. Na minha primeira visita fiquei bem perdida depois de 5 minutos não lembrava onde estava o quê, tirei até fotos para lembrar depois. Já na segunda já me senti bem mais confiante para localizar as estampas que queria.

Maluhy copy

Como podem ver eles têm muitas estampas. Se você é tecido maníaca cuidado para não hiperventilar! A variedade de estampas, principalmente as básicas e qualidade dos tricolines é ótima para o padrão nacional. Da última vez que estive lá, por incrível que pareça, estava procurando uma estampa de baleia e fiquei na mão. Mas acabei levando os tricolines da última foto à direita, incluindo uma flanela floral miúda linda e super macia!

maluhy5

Atenção, para sua segurança não mexa nos rolos de tecido empilhados. Se um deles cair sobre a sua cabeça não vai ser nada agradável mas os vendedores sempre vêm te socorrer.  Tenho alguma experiência nisso.

maluhy10

Eles trabalham com tecidos de linha, exclusivos e também alguns importados. Atualmente (Mar 2014) metro do tricoline estampado sai por R$ 15,30 e o liso R$ 13,30. As estampas de coleções exclusivas como as da foto acima saem por R$ 16,30. Ao contrário das outras lojas, eles cortam os tecidos a partir de 0,5 metro! Fazem venda no atacado também para compras acima de 200m, nestes tamanhos o valor é melhor ainda.

Não resisti e levei alguns cortes destas estampas da Bia Cardeal  com perfume vintage para usar em um quilt de bebê. Sempre que vou lá vejo outras clientes olhando as composições de tecidos que faço. Realmente não é fácil compor com as estampas  na hora a não ser que você saia de casa sabendo exatamente a estampa que quer levar,  o que na maioria das vezes não é o caso.

Vejo muita gente tirando até foto das minhas composições para referência. Fiquei pensando que podiam oferecer um serviço de composê de tecidos para ajudarem as clientes. Uma mãozinha seria bem vinda!

maluhy9

Se você está começando no mundo das costurinhas, principalmente do patchwork, vale super a pena conhecer a Fernando Maluhy.

O preço não é dos mais baratos mas super vale pela variedade e qualidade do tecidos. Certeza que pelo menos meio metrinho de alguma estampa você vai acabar levando.

Anote a dica para visitar da próxima vez que for à 25 :)

Fernando Maluhy
Rua Cavalheiro Basílio Jafet, n° 38 – ATACADO 8° andar – VAREJO 9° andar – São Paulo – SP - Fone: (11) 3325-2015

Funcionamento: Seg a Sex das 7h30 às 17h

15 fev 14
craft tour
Guia Craft da 25 de Março – parte 1
por Andrea

25_craft

Ah… a Rua 25 de Março, ou apenas 25, para os íntimos! Não há outra igual no mundos virou um endereço amado/odiado pela grande maioria dos das pessoas. Amado porque tem muita coisa boa e barata, principalmente para quem procura materiais artesanais e este é o foco do nosso guia. Odiada porque é sempre super hiper cheia e percorrê-la pode ser uma aventura para os mais desavisados ou quem não curte a multidões.

Então atendendo a pedidos, principalmente de quem não mora em São Paulo, preparamos uma série de posts especiais para você tirar o melhor proveito da sua visita ao Centro mais agitado do país. Esta é a parte 1, vamos bater perna na 25?

guia25_1

Como chegar: A melhor maneira de chegar a 25 é de metrô. Desça na estação São Bento – Linha Azul,  procure a saída da Ladeira Porto Geral. Outra opção seria ir de carro, se precisar comprar coisas pesadas e deixar em algums dos estacionamentos da região. 

Melhor horário: Se você não gosta de multidões chegue cedo. Algumas lojas abrem cedo, a partir das 7h e 8h da manhã. Nem todas as lojas abrem no sábado e poucas abrem no domingo.  Procure evitar ir na 25 nas semanas que antecedem o Carnaval, Natal, e cia. Vá com antecedência.

O que vestir e o que levar: Vá com roupas e sapatos confortáveis. Tome cuidado com as bolsas e carteiras. Sem criar pânico, é sempre bom não bobear em áreas muito cheias onde quer que seja. Se for comprar muita coisa leve uma sacola ou um carrinhos com rodinhas (ou compre um por lá mesmo)  para ajudar no transporte.

guia25_2 cedo.Esta é a Vista Vista da Ladeira Porto Geral logo na saída do metrô.

A região da 25 é, na verdade, formada por várias ruas, além da 25 de Março. Fazem parte do circuito a Ladeira Porto Geral, a Abdo Schain e a Cavelheiro Basilia Jafet, além da 25 de Março propriamente dita.  Tem outras ruas p’roximas mas estas três são as principais e as que concentram a maioria das lojas de materiais para crafts.

guia25_3

Uma das características da região são estes prédios antigos, com galerias e várias lojinhas em cada um dos andares. Quando tiver tempo vale a pena entrar e descobrir novidades. Mas normalmente o que acontece é que as pessoas já vão para a 25 com a visita a uma grande loja em mente para otimizar tempo.

guia_25_bijoux

Este prédio na Ladeira Porto Geral é o meu favorito para peças de bijoux. Em cada andar você descobre muitas lojinhas que vendem peças para montagens e também tem bijous prontas. Nossa dica é subir no elevador vintage até o ultimo andar e ir descendo para passar por todas as lojas.

guia_25_correntes

Algumas lojas que vendem peças só por atacado mas a maioria também faz vendas no varejo a um preço diferente. Estas correntes são da Pink Bijoux, uma das lojas do prédio, que tem uma excelente variedade de peças para montagem.

Pink Bijoux
Ladeira Porto Geral, 106 – Centro, São Paulo
Tel: (11) 3227-4105

guia25_17

Além de bijuterias, a Ladeira Porto Geral também é famosa pelas lojas de adereços e fantasias. Se precisa produzir uma roupa de Carnaval com pouco orçamento ou até uma festa, com certeza vai achar coisas interessantes por estes lojas. Muitos boás, chapéus, máscaras, perucas e enfeites plásticos. Muito gliter, cores, plumas e purpurina.

guia25_16

Brilhos
Ladeira Porto Geral, 121 Sé – São Paulo/SP
Tels.: (11) 3229-2261 / 3311-9482 / 3227-3870

guia_25_finos

Apesar do comércio popular ser o forte da 25, a região também tem suas lojas de tecidos finos. Muita gente vai lá para comprar tecidos para fazer vestido de festa, para noivas ou madrinhas. Estas duas lojas de tecidos finos ficam em prédios meio escondidos por isso podem passar desapercebidas. Procure as plaquinhas e sinalização nas portas para não ter erro!

GJ Tecidos
Ladeira Porto Geral, N° 73 – 1°, 2° E 3° andar (3° andar  exclusivo para noivas) São Paulo/SP
Tel: (11) -3325-0000

Lotex
Rua Varnhagen, 26  - São Paulo/SP

 Tel.: (11) 3326-0900 

guia25_7

Uma das lojinhas que mais frequento na região é a Aviamentos Metrópole, que fica no térreo de uma Galeria na R Abdo Schain (paralela à 25). Apesar do espaço apertado, têm uma boa variedade de matérias de costura, inclusive materiais específicos para patchwork e quilt.  Mas não tem tecidos de algodão mas vendem apenas feltros, mantas para quilt, zíperes, botões, linhas e materiais de costura variados…

Aviamentos Metrópole
Rua Comendador Abdo Schahin, 62 Centro – São Paulo – SP
Tel: (11) 3313-1410

guia25_9

No fundo da mesma Galeria dos Aviamentos Metrópole fica esta loja especializada em botões. Pensou em um botão específico? Com certeza eles terão por lá.  Só não espere achar botões antigos como em armarinhos de bairro, aqui o forte são botões importados. Também trabalham com fivelas, materiais para sutiã, bastidores de bordado e outras miudezas.

Vandir Botões
Rua Com. Abdo Schahim, 62 Lj.07 – Centro – São Paulo – SP
Tel: (011) 3229-6190

guia25_6

Esta outra filial mais ‘chique’ da Aviamentos Metrópole, fica fora da galeria, na própria Abdo Schain. É especializada em tecidos e materiais para patchwork. Tem tecidinhos de algodão importados e é uma opção que abre aos sábados.

Metropole Tecidos
Rua Comendador Abdo Schahin, 52 
Centro – São Paulo – SP
Tel: 11 3313-1410 / 11 3228-1503

guia 25_10

Na Rua 25 de Março, quase na esquina com a ladeira Porto Geral existe uma galeria que vale a visita, a Galeria Comercial.

Esta é a visão da entrada. No térreo você irá encontrar lojas especializadas em tecido para fantasias (não vendem os aderereços prontos, estas você encontra na Ledeira Porto Geral) e uma loja de materiais para bonecos.

Subindo de elevador você encontrará mais um montão de lojas de materiais de artesanato, desde embalagens para lembrancinhas, artigos religiosos e peças para bijuterias até materiais para a confecção de perucas.

guia25_12

Estas duas lojas no térreo da Galeria são especializadas tecidos para fantasias. Muitos tules, brocados, cetins, organzas, feltros estampados e lisos, paetês, brilhos, estampadões e plastificados e cia.

Casa do Tule
Rua 25 de março, nº 641 - São Paulo/SP

Não achei o telefone :(

guia25_11

A Gaivota
R. Vinte e Cinco de Março, 641, sl 5/7 - São Paulo/SP
Fones: (11)3228-4375

guia25_13

Esta loja, no fundo da galeria, é a Puppets, especializada em material para confecção de bonecos e artesanato em geral.

É bem curinga, têm isopores, olhos de vários tamanhos, tecidos para fantasias, miniaturas para apliques, cabeças, fibra para enchimento, mini vazinhos, tintas,  material para biscuit e muito mais.

guia25_15

No fundão da Puppets você encontra ainda esta área de tecidos bem voltado para roupa de bonecos e fantasias. Tecidos sintéticos, bobyleen, tules…Nada muito caro e com cores bem legais.

Puppets
Rua 25 Março, 641 lj 10- São Paulo/SP
Tel: (11) 3311-9306

A bateção de perna deu com fome? Faça uma paradinha rápida. Um lugar clássico e em conta para se comer são os salgados árabes do Raful.

Se estiver com energia para andar um pouco mais dá para ir andando até o Mercadão Municipal.

Raful
R Comendados Abdo Schain, 118 - São Paulo/SP

Tel: 11 3229-8406

Esta primeira parte do Guia 25 de Março Craft fica por aqui. Aguardem a segunda parte com mais achados para fazer a sua visita render.

 

Página 1 de 2312345...Última