05 maio 07
fashionoutras técnicas
Dicas para tingir em casa
por Andrea

Ultimamente andei experimentando o tingimento de tecidos, usando aqueles tubinhos de corante em pó da marca Guarany que custam R$ 1,50 em qualquer armarinho. Escolhi tingir estas 3 peças, cujos diferentes resultados quero compartilhar com vocês.

1. Calça jeans
Originalmente era uma calça jeans de lavagem meio desbotada, que com o tempo ficou mais desbotada ainda (uma cor meio indefinida, quase cinza rato). Mas continuava vestindo muito bem e jeans é uma tipo de roupa quanto mais velho estiver, melhor. Bom, tomei coragem e tingi com um tubo de corante preto puro. A linha de costura amarela não tingiu, mas mesmo assim, e por isso mesmo, achei que ficou ótima.

jeans

2. All Star verde
O tecido original era verde do tom da bandeira do Brasil. Eu não conseguia usar porque achava que este tom de verde não combinava com nada. Tingi com um tubo de pó azul marinho. O resultado foi que com uma base verde com o corante azul gerou um tom de verde bem escuro, meio arroxeado. E a parte branca da borracha acabou tingindo por tabela – ficou lilás claro. Além de tingir, também passei uma lixa na costura das bordas para dar um visual desgastado. Gostei so resultado!

allstar

3. Cardigan de algodão
Era uma blusa de algodão rosa-choque, beeeeem cheguei que comprei numa viagem. Enjoei da cor mas o tecido era de ótima qualidade e a modelagem ainda vestia muito bem. Pensei que  neste caso tudo que vier em termos de cor é lucro.

Bom, quando enfiei a peça na água com corante vi logo que o tecido ficaria lilás escuro, mas me dei conta que a costura não tingiria e ficaria da cor original, rosa-choque! Deve ser porque certas linhas de poliéster não tingem bem. O resultado final é este aqui. Não amei, mas o tingimento tem destas surpresas.

cardi

Minha conclusão. Sim, vale a pena tingir. É uma maneira barata e divertida de reciclar seu guarda-roupa, dar uma cara nova a peças que andam encostadas num canto.

Mas antes de tudo avaliem bem o material da peça que vocês vão tingir . O algodão e as fibras 100% naturais tingem muito bem, a maioria dos sintéticos tingem mal e os mistos são uma surpresa. Encare o tingimento caseiro como uma aventura pois não dá pra ter 100% de certeza sobre a cor que a peça vai ficar. A cor surpresa tem que ser parte da diversão.

E se quiser mudar a cor de uma peça cara sugiro ser cauteloso e levar numa tinturaria de confiança para uma avaliação.

Se você já tingiu alguma roupa em casa? Deu certo ? A cor final era a que você esperava? Me conte a sua experiência.

 

DICAS:
– Tingir uma peça clara de preto é fácil e quase sempre dá certo. Se for tingir peças coloridas considere sempre a cor de “base” e lembre-se que ela vai se misturar na cor do corante para gerar o tom final.

– Se for tingir em casa use um tacho ou uma panela enorme e bem velha. A tinta vai tingir a panela também.  Se você usar a proporção certa de corante, água para o peso do tecido sua panela não irá ficar manchada.

– Não é necessário usar o fixador industrializado. Eu experimentei usar tanto com fixador de tubo e com vinagre de álcool branco e o resultado é idêntico.

26 abr 07
casa craftoutras técnicasreciclagem
Ímã de geladeira de LEGO
por Claudia

Quando o LEGO chegou no Brasil, uns 15 anos atrás talvez, eu já era grandinha. Mesmo assim fiquei não tinha vergonha de brincar. Tinha vários kits e guardava minhas pecinhas em uma ex-lancheira de lata. Eu gostava muito mais de usar as peças de jeitos diferentes, montando coisas malucas do que de seguir o manual pra fazer a casa, a nave ou o robô da embalagem. Enfim, nem consegui me desfazer das peças. Tenho todas até hoje perdidas em algum lugar da minha casa.

Qual então não foi minha surpresa ao ver uma notinha de jornal falando de um bentô box no formato de uma peça de LEGO.

Essa “marmita” simpática está a venda no site shop.lego.com. Se tiver um tempinho, dê uma xeretada na seção Household accessories, mesmo que seja pra não comprar nada. Lá tem outras coisas legais para casa como o timer de cozinha no formato de uma cabeça de LEGO (sem chapéu) e formas de gelo de pecinhas.

Neste mesmo site eu achei inspiração para o tutorial de hoje do Superziper, totalmente ready-made e sem segredo nenhum. Vamos fazer ímãs de geladeira com peças de LEGO!

É simples demais. Separe:
. 2 minutos do seu tempo
. uma peça LEGO
. um ímã
. cola do tipo Superbonder

Veja o passo-a-passo:

Links:
. O ímã de geladeira verdadeiro, a venda no site oficial
. Ice bricks, para fazer gelo em forma de LEGO
. Lunchbox blue, a “marmita” simpática
. Egg timer, seu bolo não vai queimar nunca mais ;)
. Clipe ‘Fell In Love With A Girl’, do White Stripes, feito todo em LEGO. Direcao: Michel Gondry

Mais um link (da Andrea)
USB Lego (do Instructables)

19 mar 07
casa craftoutras técnicas
Um tapete de maxi pompoms
por Andrea

Agora que você está viciada em fazer pompoms, graças a este método mostrado aqui no blog na semana passada pela Cláudia, deve estar pensando: o que faço com tantos pompoms ? Como uso os milhares de pompoms que vão invadindo a minha sala, o meu quarto, e a minha cozinha ?
Para resolver este “problema” do vício em pompoms lembrei desta idéia, que vi há algum tempo atrás num livro genial chamado Crafitivity.

Pompom rug from Crafitivity

O delicioso TAPETE DE POMPOMS!
O que me atraiu neste projeto é a textura (imagine passar as mãos em um mar de pompoms fofinhos e gigantes, hummmmm) e a possibilidade de combinar várias cores (as da foto são lindas mas você pode soltar a imaginação em temos de cores e tamanhos).
E o melhor de tudo é que você pode aproveitar todos os restos de lãs que estão lotando a sua gaveta, ou seja, você recicla material e ainda ganha uma casa linda.

Vale a pena ir atrás deste livro. É importado mas você sempre pode pedir pela Internet ou encomendar em alguma livraria grande como a Cultura. A foto fica aí pra te inspirar.

Superziper ♥ POMPOMs

UPDATE 22/03/2007: Eu comprei este livro ontem. Estava andando por acaso na Paulista depois do trabalho e resolvi entrar na Cultura a procura de um manual de Photoshop CS2. De repente não é que dou de cara com o Craftivity na estante de manualidades. Comprei na hora, acho que era destino. Não me arrependo nem um pingo ! Traz textos inpiradores, tutoriais básicos e fotos lindas de projetos de virar a sua cabeça. Ensinam a fazer desde o tapete de pompoms da foto, uma cama (!) até uma escultura de musgos. Estou devorando este livro. ” We make things for two reasons: Pleasure and because WE CAN”, Tia Carson.

UPDATE 06/06/2008: O pessoal do fórum do Superziper discute alternativas e idéias de como prender os pompons uns aos outros para executar essa idéia do tapete. A discussão foi tão longe que já deram até idéia de usar os pompons para fazer um colar. Informe-se aqui!

14 mar 07
casa craftoutras técnicas
DIY Terrário
por Andrea

terrario | passo 5
Se me pedissem para definir o que é um terrário eu diria que é um mini jardim dentro de um pote de vidro. Dizem que já foi moda fazer terrários nos anos 70. Eu não sabia disso, e fiz o meu só agora e me achando super original.
Sendo um resgate ou uma nova moda, terrários são fáceis de fazer, decorativos e  uma maneira prática  de se ter plantas dentro de casa.

Então, vamos fazer ? Fiz o meuhá dois meses e até hoje continua lindo e perfeito. Até hoje só reguei UMA vez.

MINI TERRÁRIO

Voce vai precisar de:

– Pote de vidro com formato bacana. Eu escolhi um aquário redondo, destes que você acha em loja de R$ 1,99. Se você quiser mais desafio, use um  pote de vidro com a boca afunilada. – Mistura de terra pronta para plantas

– Mistura de carvão vegetal
– Cactos ou suculentas de tamanhos e fomatos variados
– Luva de pano (necessárias se você estiver mexendo com cactos espinhudos)
– Colher, palitos tipo hashis, pinças
– Pedrinhas decorativas

terrario/ passo2

1. Separe todos os materiais que você vai usar. Reparem que eu usei uma luva de forno para pegar os cactos, porque era a única que eu tinha em casa. Palitinhos tipo hashi também são úteis para posicionar as plantas. Vale improvisar !

terrario/ passo1

2. Forre o fundo do pote de vidro com pedrinhas. Esta primeira camada permitirá que a água não se acumule no fundo. Eu coloquei  1,0 cm mas pode colocar mais, dependendo da altura do seu pote . Coloque uma camada fina de mistura de carvão vegetal. Depois coloque uma camada mais grossa de terra. Aproveite a terra que vêm com os torrões dos cactos e preencha o espaço que sobrar com mais terra.

terrario/ passo 3

3. Faça buracos e insira as plantas no centro do vaso. Não deixe as folhas tocarem na parede de vidro. Para posicionar os cactos, use um hashi ou uma pinça para não se furar.
Eu escolhi dois tipos de suculentas e alguns musgos. Dá um efeito legal  variar bastante nos tamanhos e texturas das plantas.

terrario/ passo 4

4. Limpe as laterais do vidro com uma paninho úmido para tirar a terra que ficou  no vidro.

terrario/ passo 5

5. Por último coloque uma camada fina de pedrinhas e decore a vontade. Eu coloquei um passarinho de cerâmica.

Deixe o seu terrário em um local arejado e com bastante luz, mas sem sol direto. Não pé necessário (nem se deve) regar sempre. Uma vez ao mês é suficiente.

Pesquisando por aí descobri que existem dois tipos de terrário: o aberto e o fechado. O aberto é mais fácil de manter pois permite uma certa evaporação da água de rega. Já o fechado é um micro ambiente que se mantém sozinho, ou seja uma estufa que “se rega” através da própria evaporação so solo. Não raramente aparecem gotículas de água nas paredes do vidro do terrário fechado. É para as mais experientes, pois se deve se escolher muito bem o tipo de planta para que a evaporação seja regular. Se houver muita umidade as plantas podem apodrecer.

E você? Já conhecia os terrários ? Se empolgou com a idéia ? Conta :)

Página 56 de 56Primeira...5253545556