19 mar 07
casa craftoutras técnicas
Um tapete de maxi pompoms
por Andrea

Agora que você está viciada em fazer pompoms, graças a este método mostrado aqui no blog na semana passada pela Cláudia, deve estar pensando: o que faço com tantos pompoms ? Como uso os milhares de pompoms que vão invadindo a minha sala, o meu quarto, e a minha cozinha ?
Para resolver este “problema” do vício em pompoms lembrei desta idéia, que vi há algum tempo atrás num livro genial chamado Crafitivity.

Pompom rug from Crafitivity

O delicioso TAPETE DE POMPOMS!
O que me atraiu neste projeto é a textura (imagine passar as mãos em um mar de pompoms fofinhos e gigantes, hummmmm) e a possibilidade de combinar várias cores (as da foto são lindas mas você pode soltar a imaginação em temos de cores e tamanhos).
E o melhor de tudo é que você pode aproveitar todos os restos de lãs que estão lotando a sua gaveta, ou seja, você recicla material e ainda ganha uma casa linda.

Vale a pena ir atrás deste livro. É importado mas você sempre pode pedir pela Internet ou encomendar em alguma livraria grande como a Cultura. A foto fica aí pra te inspirar.

Superziper ♥ POMPOMs

UPDATE 22/03/2007: Eu comprei este livro ontem. Estava andando por acaso na Paulista depois do trabalho e resolvi entrar na Cultura a procura de um manual de Photoshop CS2. De repente não é que dou de cara com o Craftivity na estante de manualidades. Comprei na hora, acho que era destino. Não me arrependo nem um pingo ! Traz textos inpiradores, tutoriais básicos e fotos lindas de projetos de virar a sua cabeça. Ensinam a fazer desde o tapete de pompoms da foto, uma cama (!) até uma escultura de musgos. Estou devorando este livro. ” We make things for two reasons: Pleasure and because WE CAN”, Tia Carson.

UPDATE 06/06/2008: O pessoal do fórum do Superziper discute alternativas e idéias de como prender os pompons uns aos outros para executar essa idéia do tapete. A discussão foi tão longe que já deram até idéia de usar os pompons para fazer um colar. Informe-se aqui!

14 mar 07
casa craftoutras técnicas
DIY Terrário
por Andrea

terrario | passo 5
Se me pedissem para definir o que é um terrário eu diria que é um mini jardim dentro de um pote de vidro. Dizem que já foi moda fazer terrários nos anos 70. Eu não sabia disso, e fiz o meu só agora e me achando super original.
Sendo um resgate ou uma nova moda, terrários são fáceis de fazer, decorativos e  uma maneira prática  de se ter plantas dentro de casa.

Então, vamos fazer ? Fiz o meuhá dois meses e até hoje continua lindo e perfeito. Até hoje só reguei UMA vez.

MINI TERRÁRIO

Voce vai precisar de:

– Pote de vidro com formato bacana. Eu escolhi um aquário redondo, destes que você acha em loja de R$ 1,99. Se você quiser mais desafio, use um  pote de vidro com a boca afunilada. – Mistura de terra pronta para plantas

– Mistura de carvão vegetal
– Cactos ou suculentas de tamanhos e fomatos variados
– Luva de pano (necessárias se você estiver mexendo com cactos espinhudos)
– Colher, palitos tipo hashis, pinças
– Pedrinhas decorativas

terrario/ passo2

1. Separe todos os materiais que você vai usar. Reparem que eu usei uma luva de forno para pegar os cactos, porque era a única que eu tinha em casa. Palitinhos tipo hashi também são úteis para posicionar as plantas. Vale improvisar !

terrario/ passo1

2. Forre o fundo do pote de vidro com pedrinhas. Esta primeira camada permitirá que a água não se acumule no fundo. Eu coloquei  1,0 cm mas pode colocar mais, dependendo da altura do seu pote . Coloque uma camada fina de mistura de carvão vegetal. Depois coloque uma camada mais grossa de terra. Aproveite a terra que vêm com os torrões dos cactos e preencha o espaço que sobrar com mais terra.

terrario/ passo 3

3. Faça buracos e insira as plantas no centro do vaso. Não deixe as folhas tocarem na parede de vidro. Para posicionar os cactos, use um hashi ou uma pinça para não se furar.
Eu escolhi dois tipos de suculentas e alguns musgos. Dá um efeito legal  variar bastante nos tamanhos e texturas das plantas.

terrario/ passo 4

4. Limpe as laterais do vidro com uma paninho úmido para tirar a terra que ficou  no vidro.

terrario/ passo 5

5. Por último coloque uma camada fina de pedrinhas e decore a vontade. Eu coloquei um passarinho de cerâmica.

Deixe o seu terrário em um local arejado e com bastante luz, mas sem sol direto. Não pé necessário (nem se deve) regar sempre. Uma vez ao mês é suficiente.

Pesquisando por aí descobri que existem dois tipos de terrário: o aberto e o fechado. O aberto é mais fácil de manter pois permite uma certa evaporação da água de rega. Já o fechado é um micro ambiente que se mantém sozinho, ou seja uma estufa que “se rega” através da própria evaporação so solo. Não raramente aparecem gotículas de água nas paredes do vidro do terrário fechado. É para as mais experientes, pois se deve se escolher muito bem o tipo de planta para que a evaporação seja regular. Se houver muita umidade as plantas podem apodrecer.

E você? Já conhecia os terrários ? Se empolgou com a idéia ? Conta :)

Página 57 de 57Primeira...5354555657