20 dez 13
casa craftreciclagem
Pratinho de doces para festas
por Claudia

Pratinho de festa

Fiz este pratinho para a temporada de festas aqui em casa. Teve o meu aniversário, no dia 18, agora vem o do meu irmão e por aí vai. Eu brinco que é o famoso “já que…”. Já que eu comprei uma broca diamantada, fica difícil de se segurar e não sair furando tudo quanto é coisa! E esta era uma ideia que tinha em mente faz tempo, de montar o meu próprio pratinho para doces.

Pratinho de festa

Eu peguei um pratinho antigo, um pires na verdade. Ele tinha até uns pontinhos de ferrugem que tentei tirar a todo custo, mas tudo bem, os docinhos vão esconder.

O pino de madeira veio de uma loja na rua do Gasômetro, paguei menos de dois reais. Foi difícil de achar, não se fazem mais peças torneadas de madeira a um preço acessível. E olha que nesta rua as lojas são especializadas, só encontrei em um lugar.

Com a broca diamantada e uma furadeira, fiz o furo no pratinho. Fácil!

E depois encontrei um parafuso curto, para passar de trás para frente, da mesma forma que se fixam os puxadores de gavetas.

Pratinho de festa

Como usei um pires, consegui colocar de sete a oito brigadeiros pequenos. Mas também experimentei depois com biscoitinhos e ficou fofo – é bom para servir acompanhando o chá ou o café.

Pratinho de festa

Mas não fiquei muito feliz com a cor de madeira natural. Aproveitei um resto de tinta azul para pintar – achei que combinaria com a listrinha do prato.

Usei tinta esmalte que demora para secar e é super sensível a marca de dedos. Pendurei com o próprio parafuso no varal e deu certo!

Pratinho de festa

…e a fitinha de corações foi um presente da Andrea, ela comprou no Japão, na Daiso, quando a loja ainda nem existia por aqui!

A execução é bem simples mesmo, não tem segredo. Meu próximo desafio é fazer um de dois andares…

18 dez 13
casa craftoutros bla bla blasreciclagem
O que fazer com as luzinhas de Natal?
por Claudia

Luzinhas de Natal

Apesar de faltar ainda (ou já!) uma semana exata para o Natal, já estamos pensando no que fazer com as luzinhas pisca-pisca depois que a festa passar.

Luzinhas de Natal

As que tenho aqui são brancas e ainda vieram com um botão para variar o tipo de piscada. Decidi que vão direto para a mesinha de cabeceira da cama e serão meu novo abajur!

Luzinhas de Natal

Essa casinha branca na verdade era um esconde-caixa-de-lenço-de-papel. Achei por acaso em uma promoção do ponto vermelho da Tok Stok e paguei 2 reais! Mas a ideia de transformar em abajur veio quando vi a foto do catálogo de Natal da Flo di Pá, ela fez isso bem antes da gente :)

Olha que legal nosso super gif animado!

GIF animado com luzinhas de Natal

Se você tem as luzinhas, mas não tem uma casinha como esta não desanime. O que a gente sempre fala é para aproveitar a onda de inspiração e buscar uma solução criativa com o que você tem.

As luzinhas* caem bem em containers que tenham algum tipo de abertura por baixo, assim o fio vai até a tomada sem ficar aparente. Muita gente faz furo em garrafa de vidro, só precisa ter a ferramenta e os acessórios certos para fazer isso. Mas deixamos aqui também uma seleção de outras ideias, aproveitem! E deixamos os comentários abertos para mais ideias, sugestões e – principalmente – usos reais!

* as luzinhas precisam ser de luz fria, de LED. Não use aquelas de antigamente, as incandescentes pequenininhas, porque esquentam! Podem estourar o vidro, derreter o plástico, problema, incêndio, etc.

Com as lâmpadas funcionando
. cabeceira de cama em forma de casinha (Apartment Therapy)
. cabeceira de cama emoldurada (blog)
. atrás de uma tela de quadro com furinhos (foto)
. a famosa garrafa de vidro (pinterest)
. iluminando uma área externa, com garrafas plásticas recicladas (flickr)
. como enfeite, em vidros de geléia (foto)
. dentro de uma gaiola de madeira (etsy)
. lustre de arame retorcido (foto) (aqui é outro esquema, as luzes são mais fortes e vem da fiação elétrica, mas vale como referência)

Com as lâmpadas queimadas
. brinco pendente (Ecouterre)
. brinco colorido (etsy)

Ahhh… antes de ir, vale relembrar este tutorial que fizemos há dois Natais, em 2011, a Andrea usou folhas de origami transparente para embrulhar e dar um efeito especial em cada uma das lâmpadas.

Luzinhas de Natal

link para o tutorial

24 out 13
casa craftreciclagem
DIY: como furar xícaras para usar como vasinhos
por Claudia

Vasinhos que eram xícaras

Faz tempo que estava querendo fazer isso, de transformar xícaras em vasinhos. Para as plantas viverem bem e saudáveis, a água precisa sempre escoar, não pode ficar acumulada. Ou seja, precisei descobrir como se faz para furar porcelana ou cerâmica. Dá para fazer em casa, mas eu recomendo muito cuidado. Se você não estiver acostumado a usar furadeiras, melhor pedir ajuda e fazer com alguém mais experiente. Desde criança, sempre acompanhei meu pai neste tipo de afazer doméstico, então foi mais tranquilo. Mas mesmo assim, durante o processo existia uma tensão no ar. Uma coisa é furar parede, outra é furar uma xícara, mais leve, que pode escorregar, estourar, enfim. Cuidados redobrados, por favor!

Vasinhos que eram xícaras

Além da furadeira (ou Dremel), você vai precisar de duas coisas muito importantes: fita crepe e óculos de proteção. A fita crepe é para evitar que a porcelana rache, ela segura e ajuda a fazer um furo mais preciso e “limpo”. Já o óculos… é por segurança. Um dos meus primeiros empregos foi na área de comunicação em uma fábrica – a gente sempre produzia muito material, folhetos e cartazes sobre segurança no trabalho, uso de equipamento de proteção individual, etc. Eu mesma me convenci :) Não dá para abrir mão.

Vasinhos que eram xícaras

A fita crepe é para fazer um X no lugar onde você vai furar. Faça um furinho com algo pontudo em cima da fita (pode até ser com a ponta de uma caneta Bic) pra posicionar o ponto da broca e ela não escorregar. Mas ela não faz milagres. Se a cerâmica for muito fina e delicada, não vai resistir com a pressão e a vibração da furadeira. Escolha xícaras mais grossas. Na furadeira, o ideal é usar uma broca especial para este tipo de superfície. Em lojas de material de construção você pode pedir uma que seja específica para vidro e porcelana. Confesso que usei a de concreto, mas não recomendo, porque demorou muito e achei que não iria dar certo.

Importante:
. A furadeira precisa entrar em um ângulo de 90 graus em relação às xícaras, ok?
. Apoie bem a xícara em um lugar que não escorregue e fique firme. É bom também colocá-la sobre um apoio macio.
. Vá furando devagar e aos poucos, sentindo o material. Você controla a pressão e a potência – e não o contrário.
. Use o óculos de segurança! Sempre pode escapar ou voar alguma coisa, melhor estar protegida!

Vasinhos que eram xícaras

Ah, vale dizer que eu dei uma ‘pimpada’ nas xícaras. Na de bolinhas, que estava lascada, eu dei uma lixada nessa parte exposta. Na branquinha (que na verdade era um açucareiro que perdeu a tampa), eu usei a caneta para porcelana e fiz uns desenhos pra enfeitar (precisa levar ao forno para fixar, tem um post sobre isso aqui).

Vasinhos que eram xícaras

Depois, eu coloquei pedrinhas no fundo dos vasos para ajudar a escoar a água, sem o risco de entupir. Completei com terra e transplantei umas plantinhas que estavam em vasos simples de plástico e a da esquerda são mudinhas de manjericão. E a da direita é uma suculenta.

Agora que eu aprendi isso, não vou ficar mais tão chateada se alguma peça estragar. Vasos pra plantas estou sempre precisando!

17 set 13
casa craftreciclagem
DIY: apoio de panela feito com corda
por Claudia

Apoio de panela de corda

Voltando a ativa com mais um produto das minhas reciclagens, um apoio de panela feito com corda. Aliás, qual o nome certo para isso? Tem quem chame de descanso de prato ou suporte de panela. Engraçado o nome do objeto já especificar o uso, porque como ficam as situações de quem vai usar para outra coisa? Fica uma coisa meio esquizofrênica dizer “apoio de panela para chaleira”, não? Enfim, deixo aberto para os linguístas e conhecedores do assunto de plantão.

Essa corda eu tinha comprado para usar como varal. Olha que eu usei bem… até o dia em que percebi bolinhas vermelhas em uma camiseta. Numa curtíssima investigação, descobri que era a corda soltando tinta na roupa molhada. Quem mandou ser diferente? Eu poderia ter comprado a tradicional corda branca de varal, mas quis inovar… Enfim, como que deu errado resolvi pensar em reaproveitar o material de alguma forma.

Apoio de panela - corda

Numa pesquisa rápida pelo Pinterest, vi muita gente usando corda (barbante, na verdade!) para encapar vidros e fazer um cahepô diferente. Então resolvi testar antes de fazer. Enrolei a corda em volta de um vidro de geléia e também em volta dela mesma. Reparem que em alguns pedaços o amarelo ficou desbotado por causa do sol, quando ela era um varal, mas eu não ligo. Prendi a corda com alfinetes e foi suficiente para “visualizar” o resultado final e escolher o que eu faria.

Apoio de panela - opções

Nem preciso fazer suspense porque todo mundo já sabe qual dos dois projetos ganhou. Pretendo deixar o cachepô pra uma outra vez. Usei os mesmos alfinetes pra pra segurar a corda enquanto ia enrolando em volta dela mesma.

Apoio de panela

No final, eu voltei com a corda para trás para fazer uma argolinha de pendurar. Para prender as voltas, eu poderia ter usado cola quente – vi em vários lugares que assim que fazem. Outra opção seria colar tudo em uma base, de cortiça ou outro material. Mas eu optei por costurar com linha, passando a agulha de um lado para o outro, primeiro em + e depoois em X. Resumindo, eu fiz uma costura interna, indo de um lado para o outro, passando pelo centro, formando um asterisco.

Apoio de panela - chá quente!

Ficou muito bom, aprovado! Já estou usando para o meu chá da noite. E, quando não está ocupado com a chaleira, o apoio fica de enfeite, pendurado em uma tachinha que prendi na lateral da escrivaninha.

Página 4 de 19Primeira...23456...Última