30 maio 13
blogueira convidadatricô e crochê
Aula de crochê: Como emendar os fios de malha
por Andrea

verogobet-post1a
Texto e fotos by  Verónica Gobet  www.verogobet.com 

Olá pessoal, eu sou a Verónica, crafter e designer gráfica Argentina que há anos mora no Rio de Janeiro. Tenho muito amor por crochê, tricô e tudo que é 100% artesanal.  Adoro trabalhar com lã natural, algodão e fios de malha reciclados.

A Andrea me convidou para falar  aqui no Superziper sobre a minha paixão atual: os fios de malha reciclados. Os também chamados “trapilhos“, tiras de tecidos que, em geral, são feitos com retalhos ou sobras de malharia.

A malha é um material pesado, grosso e com textura firme. Por conta da espessura dos fios, no início pode resultar um pouco difícil de manusear. Mas a vantagem é que o trabalho rápido e em pouco tempo a peça  já fica pronta. Outra vantagem do “trapilho” é que a dá para fazer emendas e aproveitar tudo! Vale a pena guardar todas as sobras de tecido para depois aproveitar cada tira e fazer peças bem coloridas e diferentes.

O ideal é aproveitar os retalhos que temos em casa.  Eu prefiro trabalhar com fios de malha, jersey ou lycra pois eles não desmancham. E nós podemos fazer os nossos próprios fios, como bem mostrou Andrea nesse post.

Hoje eu vou mostrar como unir as tiras de malha sem costurar. Vou usar duas tiras de malha diferentes para facilitar a visualização.  Vamos ver?

mosaico_tuto

1. Aqui temos as duas pontas de tecido;
2. Começamos dobrando a ponta do fio;
3. Fazemos um pequeno corte com a tesoura;
4. Repetimos o mesmo na outra tira de fio;
5. Assim ficam as duas pontas com um furinho em cada uma;
6. Depois disso passamos um fio dentro do outro (na foto, o fio da esquerda passa dentro do furo do fio da direita);
7. Para finalizar, a ponta final do fio da esquerda tem que entrar no furo da mesma tira;
8. Pronto! Evitamos o nó tradicional e a emenda quase não vai aparecer no seu trabalho.

trapilho-tutorial-9

Mais uma foto da emenda final. Já pode crochetar ou tricotar a vontade com seu fio contínuo de malha!

Vale notar que quando se tratar de tiras muito compridas ou novelos muito grandes, ai invés do nó eu aconselho costurar com uma linha da mesma cor. Alguns pontinhos já resolvem.

E se eu não quiser cortar minhas camisetas? Também é possível comprar os fios de malhas  já prontos e cortados, eles vem em rolos de 1 kilo e apresentam muitas tonalidades e estampas bem bonitas. Cada tira de tecido pode resultar bem diferente uma da outra. Cada rolo ou novelo varia na espessura e nas cores. Reciclar é muito importante na produção desses fios, pois até os fios industriais estão sendo feitos com resíduos das industrias têxteis. Porém, atenção: eles não possuem uma composição específica como acontece com os fios de lã ou de barbante.

vero

Espero que tenham gostado desta minha dica para quem está iniciando no mundo do tricô ou crochê de malha. Ah, tenho um blog onde  falo sobre meus trabalhos de crochê, espero a visita de vocês.

Até o próximo post e bom crochê!

Verónica

18 mar 13
reciclagemtricô e crochê
Faça crochê com suas camisetas velhas
por Andrea

fio-de-camiseta_title-1

Hoje vou mostrar como usei camisetas velha para fazer lã de malha… ops, digo cordões de malha que servem fazer crochê (também dá para fazer macramês, tricô, etc).

A malha da camiseta vira um fio grosso, encorpado e meio elástico, que faz o trabalho render bastante. Com agulha grossa, dá para tecer sacolas, tapetes, descanso de panelas, pufes, almofadas ou o que mais você inventar. Maxi projetos!

Bem, as receitas com cordão de camiseta ficam para um próximo post. A ideia hoje é começar do começo e mostrar como extrair os cordões de malha. Separe todas as camisetas velhas que tiver em casa! Quanto maiores melhor, vale  até aquelas com pequenas manchas e furos. Também vamos precisar de uma tesoura bem amolada ou um cortador circular com base. Vamos lá!

 

cami1

Sim, é possível reciclar qualquer camiseta! Mas vou dar a real. As que são os melhores cordões são as lisas (sem grandes estampas silkadas ou bordadas) e sem costura lateral. Buáaaaa, mas as camisetas sem costura são as mais difíceis de achar!!! Sem problemas, pode usar suas camisetas silkadas e costuradas na lateral sim, apenas tome cuidado para não cortar tiras muito finas pois as costuras podem abrir. Mostrarei um exemplo disso  no final do post.  Nenhum impedimento, só legal sempre avisar ;). E se a malha for silkada os cordões vão enrolar menos nas áreas cobertas com a tinta.

 

cami2

Primeiro dobre a camiseta até que uma das laterais fique a mais ou menos 2,5 cm da outra. Esta parte da camiseta não vai ser cortada neste primeiro momento.

Agora corte uma linha bem reta logo abaixo da costura das duas axilas. Faça o mesmo na barra da costura inferior. Você terá um retângulo tubular dobrado.

 

cami3

Hora de fazer as tiras! Com uma tesoura bem afiada (eu disse BEM afiada) ou cortador circular, corte a malha em tiras de 2,0 a 2,5 com em toda a largura. Se sua camiseta tiver costuras laterais sugiro fazer as tiras mais grossas, para não correr o risco da costura desmanchar.

 

cami4

Hora de abrir a camiseta! Desdobre  a malha e posicione a lateral que não foi cortada para cima. Marquei com caneta de tecido roxa onde o corte deverá ser feito.

 

cami5

Faça um corte diagonal  com a tesoura para ser a ponta do seu cordão. Separe do resto.

 

cami6

Agora é hora de separar todos os fios. Marquei com a caneta roxa para que você consiga visualizar as linhas diagonais onde deverá ser cortado. A ideia é ligar a tira de cima com a tira logo abaixo. Assim você terá um fio contínuo de malha sem emendas! Nenhuma mágica, apenas um corte estratégico :).

 

cami7

Feitos todos os corte diagonais você terá este ‘fetuccine’ de camiseta!

O toque final é deixar os cordões enrolados esticando bem todo o comprimento dos fios para que fiquem com formato tubular.

 

cami9

Um parêntese. Veja este exemplo de cordão feito de camisetas com costura lateral. Por isso eu recomendei lá no início que as tiras não sejam cortadas muito finas, lembra? Ninguém quer um fio que se desmanche na hora do trabalho, certo?

 

cami8

Por fim, basta enrolar o cordão em formato de bola, assim fica bem mais fácil para guardar. Não sabe como fazer a bola que não desenrola, com o fio saindo do centro?  Veja este video e aprenda.

Oba! Agora é só buscar projetos fazer usando os seus cordões de camiseta. Eu já tenho algumas ideias mas a aguardo mais sugestões de vocês. Quer começar agora mesmo? A gente já ensinou a fazer um maxi colar de camiseta reciclada que é fácil fácil .

E agora um pequeno manifesto: Coloque a mão na massa e faça seus PAPs!

De ideias legais a web está cheia, mas testar para ver se realmente dão certo é outra história. A  Internet está cheia de projetos que parecem super legais mas na hora de fazer de verdade, na vida real, epic fail!! Então vou aproveitar o post de hoje para lançar um manifesto para quem como nós, bloga sobre crafts. Vamos nos empenhar para mostrar em nosso blogs projetos reais, com fotos de trabalhos que foram feitas por nós mesmas mesma ao invés de replicar fotos de projetos gringos com fotos lindas. Dá muito mais trabalho, claro, mas o resultado é muito mais legal. Demonstra que você realmente dedicou seu tempo para produzir algo, que testou, que tem uma opinião e dicas construtivas que podem ajudar outras pessoas.

Então, vamos colocar a mão na massa de verdade :) ?

 

05 mar 13
outros bla bla blastricô e crochê
Cenas do Piquenique & Crochê
por Claudia

Piquenique & crochê: mãos

Nosso  piquenique & crochê deste domingo foi muito legal! O dia ajudou, com um sol gostoso e grama macia. Além de linhas e agulhas, tivemos muito papo e comidinhas gostosas.

O tema do dia era “crochê caneca” e a prática era aberta de super-iniciantes a mãos totalmente experientes! Foi muito legal ver gente aprender do zero a usar nas agulhas e terminar o dia com um pequeno projeto finalizado :).

O pessoal também aproveitou para trazer criações, materiais diferentes e dúvidas, para conversar e trocar ideias com quem estava por lá. Aqui dá para ter uma palhinha do que rolou.

Piquenique & crochê: criações

O dia foi tão produtivo que teve gente que conseguiu fazer mais de uma roupinha para caneca. A Andrea por exemplo fez uma capinha para maçã.  Rolou também troca de material, uma testando a lã da outra, experimentando agulhas diferentes, tamanhos novos. Este é o mais legal, a troca! Por isso que a gente gosta tanto :)

Piquenique & crochê: canecas

Você pode ver mais fotos deste piquenique aqui. Convidamos também quem esteve por lá a compartilhar suas fotos na nossa fanpage no Facebook!

Pelo jeito piqueniques definitivamente estão na m0da. No mesmo espaço tinha mais dois piqueniques acontecendo ao mesmo tempo. Prometemos que na próxima vez vamos levar uma plaquinha escrita “Superziper” para facilitar a identificação. Uma das nossas convidadas  contou que quando perguntou para o outro grupo se “ali era o piquenique do Superziper?”, alguém respondeu dizendo que não conhecia um menino com esse nome!

Sempre que um encontro acaba a gente fica com vontade de organizar outro. E já temos ideia para um projeto coletivo super legal para o próximo piquenique.  Até o próximo, então!

16 nov 11
tricô e crochê
Especial Detetive SZ: O Crime da Sala de Música
por Andrea

O crime da sala de música


Último video da série Detetive SZ se passa numa sala de música nada convencional. Assistam até o final que tem supresa :)

IMG_8308

Quem precisa usar caneta bic para voltar a fita cassete quando se tem uma agulha de crochê por perto?

O que uma coisa tem a ver com a outra?  Para mim, tudo. Sempre tive vontade de fazer crochê usando fios inusitados. As fitas magnéticas deterioram como o tempo, então por que não  dar  novo uso a um objeto que estaria fadado ao lixo? Aviso que este foi minha estréia no crochê de fita como não conheço quem faça não tinha referência. Resultado, o projeto foi super experimental, mas não menos divertido.

Atualizados recentemente62

Eu comprei várias fitas em sebos por R$ 1,00 – cuidado com as de cromo pois podem ser tóxicas. A melhor parte é desenrolar loucamente as fitas. Funciona quase como estourar plástico bolha para alívio do stress. Recomendo após um dia de trabalho duro.

Para fazer a toalhinha, usei agulha de crochê e fui improvisando a receita, meio freestyle. A única regra para crochetar uma toalha redonda é começar pelo meio, com uma correntinha fechada e ir expandindo circularmente.

Para refrescar, a memória veja o nosso especial de crochê básico.

IMG_8374
IMG_8336

Fiz logo duas toalhinhas, uma maior e outra menor.

Não posso dizer que crochetar com fita cassete é a coisa mais facil do mundo. Por  ser achatada, a fita enrosca um pouco na agulha e até amassa na hora de entrar por dentro dos pontos. Mas a achei que o esforço vale a pena. Todo mundo que vê a toalhinha pronta leva um susto ao saber o que é aquele fio achatado meio marrom.

IMG_8360
IMG_8365

Não dá para colocar objetos quentes em cima da fita magnética então resolvi usá-las como objeto ‘decorativo excêntrico’. Se alguém quiser sugerir outro uso para crochê de cassetes ou toda ouvidos. Enquanto isso, vai um suquinho na jarra abacaxi ao som de um disco vinil?

E com este post termina a série Detetive SZ. Espero que vocês tenham gostando das nossa brincadeiras criminosas contra o artesanato convencional. A gente aqui se divertiu horrores fazendo. Se antes da série já achávamos que o craft compensava agora, temos certeza absoluta.