23 set 14
costuraoutros bla bla blas
Uma escola de costura muito especial
por Andrea

abre_rainhas_costura

Aprender costura hoje em dia não é só para quem quer ser costureira profissional. Muita gente está aprendendo a técnica como um hobby, complemento de renda, terapia, ou simplesmente como uma nova maneira de viver, com mais criatividade e mais autonomia para criar suas próprias peças e dizer de boca cheia “fui eu que fiz”. Aqui no blog a gente sempre mostra (e ensina) alguns princípios básicos da costura à máquina. Muita gente aprende sozinha (yay!) mas outras ficam com gostinho de quero mais, mil dúvidas…. Para estes casos ainda bem que existem as queridas escolas de costura e suas professoras maravilhosas!  Porque, por mais dicas e projetos divinos que a Internet nos disponibilize nada melhor que ter um professora dedicada do seu lado, ensinando os macetes do mundo costureiro ao vivo e a cores.

Acredito que uma escola de costura não deve apenas ensinar mas também também inspirar os alunos a se encantar com o mundo maravilhoso dos crafts e manualidades. Por isso na semana passada estive visitando a nova sede da minha escolha de costura preferida, o Rainhas da Costura.  Tive a sorte de acompanhar a trajetória das meninas Rainhas desde o comecinho, quando a sede era um quartinho pequenino. Pois o Rainhas cresceu, mudou de endereço, aumentou equipe está trazendo muitas novidades em termos de aulas e oficinas para quem adora costura e crafts em geral. O ambiente é super espaçoso e aconchegante, com todos os equipamentos e estrutura que precisamos para ficar horas e horas costurando e esquecer do tempo.  Durante o horário da minha visita aconteciam duas aulas de costura, o módulo básico e a intermediário. Claro que fui espiar :).

IMG_8694

IMG_8649

Esta turma é para aprender zero. Se nunca sequer pegou numa agulha e morre de medo de encarar uma máquina, este é o curso para você. As meninas vão te ajudar a ganhar confiança para dominar a máquina e conseguir fazer costuras básicas sozinha.

Quando estive lá o tema da aula era barra. As alunas estavam aprendendo na teoria e prática como fazer barras em calças, em jeans e até a barra manual com costura invisível. Conhecimento super útil para a vida!

IMG_8671

A Eli, professora da turma de costura básica ensinando a fazer a barra na calça. Primeiro a explicação teórica.

rainhas_mosaico1

Em seguida, a postos, cada uma na sua máquina, aplicando os conhecimento na prática.

IMG_8701

Quer coisa melhor que conseguir fazer sozinha a barra de suas roupas? E não estamos falando só de calças jeans. Com conhecimentos básicos você consegue dar um tapa na suas calças de alfaiataria, cortinas e até vestidos de festa.

rainhas_mosaico

Estrutura é importante para quem está aprendendo a costurar. O ateliê das Rainhas conta com três salas de aula, cada uma com a sua bancada de corte e equipamentos. Tem máquinas de costura bem bacanas da Singer, uma por aluna,  e todos os acessórios necessários para costurices: bancada para ferro de passar, balancin, etc. Elas possuem aviamentos disponíveis na escola. Cada aluna pode levar os seus de casa ou comprar por lá.

IMG_8743

IMG_8709

Nas mesas um montão de tecidos, aviamentos e estampas. Para a gente que gosta de crafts, é o paraíso.

IMG_8690

E enquanto isso, na outra sala, acontecida simultaneamente a aula da turma de costura intermediária. Neste módulo as meninas já tinham um projeto-missão a cumprir! Costurar uma almofada redonda, com composê de tecidos e acabamento cheio de detalhes.

IMG_8682

A Elis, professora da turma com o modelo da almofada que as alunas estavam fazendo neste módulo!

IMG_8764

Cada uma trabalhava na sua máquina e em estágios diferentes do projeto. Foi muito bacana ver as etapas dos processos nas mãos da alunas e a composição que cada uma escolheu para sua almofada.

IMG_8717

IMG_8736

IMG_8721

O projeto da almofada redonda é uma ótima oportunidade para praticar fundamentos de costura básica como montar as partes, compor com tecidos estampados, fazer o acabamento em viés com cordão, zíper e acabamentos. Desta vez fiquei só olhando mas confesso que deu vontadezinha de pegar os tecidos, sentar numa máquina e costurar também.

IMG_8749

O ateliê é cheio de cores e móveis customizados pela própria equipe da escola. Tudo a cara das Rainhas!

IMG_8640

Nesta sala rolam outros cursos… mas por hoje vamos parar por aqui. Em breve mostraremos mais novidades que acontecerão por lá.

A agenda de cursos de Outubro do Rainhas da Costura já está no ar. Não deixe de dar uma espiada, quem sabe não era o empurrãozinho que faltava para aprender de vez a pilotar a máquina e sair  produzindo suas ideias por ai?

Se estiver em São Paulo, passa lá para conhecer:

Rainhas da Costura

R. Cardeal Arcoverde, 1668 – Pinheiros

Fone: 11 3063-5956

Email: contato@rainhasdacostura.com 

IMG_8706

19 set 14
outros bla bla blas
Desmanchando nós
por Claudia

Desmanchando nós

Quem nunca passou por isso, um novelo desfeito, todo bagunçado e cheio de nós?

Comprei este fio de algodão vermelho em um armarinho de Santa Cruz, Bolívia. Ele é daqueles mais grossinhos, para quem faz crochê para peças de decoração. Não era um novelinho – calculo que era uns 500 gramas, enrolados em uma grande meada.

Como minha ideia era usá-lo em embalagens, enfeites e coisas pequenas, nem preciso dizer que depois de um mês virou um bolo só!

Esta foto dá uma boa noção do tamanho do problema – e da proporção. Praticamente um monstro!

Desmanchando nós

Um dia, com muita paciência, consegui achar a ponta solta! E comecei a puxar o fio na maluca tentativa de transformar aquilo em um novelo.

Claro que não deu certo. Eu puxava um ou dois metros e logo emperrava. Fiquei tentando desatar os nós e puxar mais um pouco de fio. Mas foi ficando impossível, por mais paciência que eu tivesse.

Então decidi “fazer do limão eu fiz uma limonada”. Comecei a puxar o máximo de linha que conseguia, cortava com a tesoura no ponto máximo e transformava aquilo em um novelinho.

Bazar Ógente

Mesmo assim, não pensem que foi uma tarefa fácil.

Eu deixava esse bolo de fios na mesinha perto do sofá e, à noite, quando queria relaxar, começava a puxar o fio. Inventei esta tag para fechar cada um dos novelinhos: uma tirinha de papel e um pedaçinho de washi tape. Fazia uns 10, 20 por noite.

As vezes vinha alguém em casa e perguntava o que era aquilo. Me olhavam estranho, perguntavam porque estava fazendo aquilo, pra que gastar tempo com uma bobagem. Ninguém via sentido. Sinceramente, nem eu.

Mas teimosa que sou, depois de começar, quis terminar. E fui vendo que aquele exercício repetitivo, sem sentido, lento e paciente, foi virando quase que uma meditação pra mim. E fui percebendo que buscava aquela linha justamente quando precisava esvaziar a cabeça. Meditação Craft, ela existe!

E assim fui fazendo mais vinte, mais cinquenta novelinhos. Até que um dia a linha acabou :) Sim, esse dia chegou!

Acho até que deu uma certa melancolia de ver minha brincadeira acabar.

Não contei direito quantos dias, quantas horas ou quantos novelinhos. Sei que tem mais de 100.

E já que é para ter um propósito, vamos dar de brinde para quem passar o stand do Superziper neste sábado no Bazar Ógente de Primavera 2014! (apenas sábado)

Passem lá e levem um pouco desta história com vocês!

16 set 14
casa craft
Meu toque pessoal na prateleira
por Claudia

Coleção de sal

O pessoal do Meu Móvel de Madeira mandou pra alguns blogueiros móveis da linha Legno para comemorar o 4o aniversário do blog “Minha casa, minha cara“. Eu escolhi uma prateleira pequena. A ideia era que cada um pudesse personalizar o produto e deixar ele com a nossa cara. Já para os leitores, como não dá para presentear todo mundo, a maneira encontrada para marcar a data foi dar um cupom de desconto na loja online (detalhes no fim do post).

Achei que esta prateleirinha combinava com minha cozinha e resolvia um problema: um dos armários estava bagunçado e meio atolado com uma infinidade de temperos. Um empilhado no outro, ficava difícil escolher o que usar na hora de preparar um prato.

Quando esvaziei as coisas, reparei eu tinha muito sal. Sim, o velho sal de cozinha, mas de vários tipos diferentes que eu trazia de viagens. Conscientemente ainda não tinha percebido que era uma colecionadora de sais :).

Assim que desisti dos temperos e decidi usar a prateleira para exibir saleiros e sais especiais! E ao esvaziar o armário, os outros tipos de ingredientes ficaram mais livres.

Além de montar a prateleira por conta própria (foi bem simples e rápido), em menos de meia hora também já furei a parede para pendurar.

Coleção de sal

Este é o antes e o depois: a prateleira como vem de fábrica e sem nada – e depois da minha personalização, já com os sais.

Coleção de sal

Fiz apenas três pequenas customizações:

1) Enfeite – primeiro, quis aproveitar este babado pra enfeitar a barra da prateleira. O acabamento ‘escalloped’ em vermelho me faz lembrar um telhado de casinha de bonecas. Eu tinha um rolo gigante em casa e queria aproveitar. Vendemos isso no armarinho do Superziper no Bazar Ógente de Dia das Mães… e vamos vender também no próximo, o Primavera 2014. Quem quiser, já pode aproveitar a ideia para repetir em casa :)

2) Base – depois, eu tinha uma placa de EVA, também vermelha, que comprei na Mega Artesanal. Achei diferente essas bolinhas, que lembram um piso antiderrapante, e achei que um dia seria útil. Pois bem, este dia chegou. Usei a placa como base da praleteira. Tudo foi colado com cola branca.

Coleção de sal

3) Enfeites – por ser um móvel de madeira, ele permite fazer a coisa que eu mais adoro – colocar preguinhos e parafusos para pendurar coisas. Eu tenho uma mania de fazer isso. E acho ótimo, porque se eu cansar e mudar de ideia um dia mais pra frente, dá para tirar e disfarçar o furinho. Em casa quase todas as minhas estantes e prateleiras tem isso!

Coleção de sal

Pois bem, missão cumprida! Descobri que sou uma colecionadora de sal e agora tenho tudo organizado :)

Coleção de sal

Agora sobre o desconto na loja online do Meu Móvel de Madeira:
. o cupom de desconto é este aqui: 361658246561 (digite este número no processo de compra)
. ele é válido até o dia 21/09/2014 e não é cumulativo com outros cupons promocionais
. esta prateleira chama oficialmente Estante Legno (cor cru)

15 set 14
outros bla bla blas
Preview: Bazar Ógente primavera 2014
por Claudia

Bazar Ógente

Temos um programa especial para sugerir neste fim de semana para quem estiver em São Paulo: o Bazar Ógente, edição Primavera 2014.

O Superziper estará lá mais uma vez com seu armarinho itinerante, cheio de achados e garimpos:
♥ para vender, teremos vários itens vintage, para usar ou colecionar (apenas sábado)
♥ para aprender, estamos organizando duas oficinas craft (sábado e domingo) – clique aqui para saber mais.

Enquanto isso, quer dar uma espiada no que vamos trazer?

♥ várias opções de linhas. A Machete veio do Peru, é um tipo de linha mais grossa e resistente, boa para costurar bolsas e jeans. Conseguimos algumas opções de cores.

♥ a DMC é um clássico para bordado – temos em marrom e azul e estas são francesas. Coisa fina!

Bazar Ógente

♥ a Lira também veio do Peru e é uma linha mercerizada e na nossa cor favorita: vermelho. Bom para usar nos projetos de Natal – que já está logo aí… Ah sim, e vem neste tubinho plástico fofo!

♥ o legal desta Cadena J&P Coats (peruana) é o carretel de madeira. Conseguimos uma caixa neste verde meio oliva, mas vale pela embalagem.

Bazar Ógente

♥ depois das agulhas tchecas, que fizeram sucesso em edições passadas do bazar e foram elogiadas por quem usou, conseguimos estas japonesas. São excelentes para quem costura à mão…

Bazar Ógente

♥ mas o destaque mesmo vai para o papel de riscar tecidos que conseguimos. Também importado do Japão, o envelope vem com 5 folhas coloridas: branco, azul, amarelo, verde e rosa. Muito legal para transferir risco de bordados nos tecidos.Temos poucas unidades. Quem chegar cedo, leva!

Bazar Ógente

Até a embalagem é demais!

Bazar Ógente

Mas não é só isso…

♥ estaremos lá também com muitas outras coisinhas mais, como botões, viés, fitas, galões, muitos achados.

Bazar Ógente

♥ e estes novelinhos de linha vermelha (que enrolei com muuuuita paciência) são nosso brinde. Pare lá para dar um oi e leve o seu!

Bazar Ógente

Vai lá!

Bazar Ógente Primavera 2014
Dias 20 e 21 de setembro
Sábado e domingo, das 11h às 19h
Atenção: novo local!
Rua São Joaquim, 460, 1º andar
Liberdade
São Paulo, SP
Entrada gratuita
site: www.bazarogente.com.br

Página 20 de 287Primeira...1819202122...Última