12 jun 14
outros bla bla blas
Domingo tem Encontrinho no Dia Mundia do Tricô
por Andrea

encontro trico

Depois de muitos pedidos, o nosso encontrinho voltou! Desta vez vamos aproveitar que Domingo é Dia Mundial do Tricô para nos reunirmos para uma tarde gostosa, regada a muito papo, agulhas e lãs.

Será um encontro aberto a tricoteiras, crocheteiras e entusiastas dos crafts em geral.  Todos os níveis de conhecimento são bem-vindos. Não sabe tricotar mas morre de vontade de aprender? Apareça que nós vamos ensinar os pontos básicos.

Desta vez o encontro será no Ateliers, na Vila Mariana,  um espaço novo e super aconchegante, dedicado ao craft e manualidades.

O que levar: Suas lãs, agulhas e muita vontade de tricotar. A Coats também vai oferece lãs para as tricoteiras treinantes!
Opcional: Comidinhas para um lanche coletivo.

Empolgou? Então confirme a sua presença aqui.

Bora pegar as agulhas e tricotar juntas!

11 jun 14
outras técnicasreciclagem
Olha o naipe deste bloquinho!
por Claudia

Bloquinho de papel

Acabei de fazer este projeto express para Dia dos Namorados. Serve para alguém?

O baralho eu achei no bazar aqui na rua de casa, que uma associação de caridade organiza uma vez por mês. Bati o olho na caixa antiguinha – achei que poderia render um projeto. Tinha cartas faltando, algumas meio comidas, outras amareladas, mas por um real, tá valendo! Além do que, coração vermelho tem tudo a ver com o clima de amor :)

Bloquinho de papel

Queria fazer algo útil e pensei em um bloquinho de anotações. Tirei o rei e a dama de coração do baralho e levei na papelaria aqui perto para encadernar. Para o papel, escolhi um caderno de caligrafia quadriculado, desses de pré-primário. O pessoal de lá já me conhece pelas ideias inusitadas. Pedi para cortar com a guilhotina no tamanho das carats, refilar e encadernar. Sorte que achei espiral vermelho!

Bloquinho de papel

Em casa, inventei um embrulho usando papel vegetal e um tiquinho de washitape para fechar. A mini-etiqueta é do acervo que a gente tem para os bazares Ógente. Serviu bem aqui. Escrevi com caneta bem fina, já que a área é minúscula.

Bloquinho de papel

Ficou assim. Serve pro dia dos namorados, não? Por isso escolhi o rei e dama de copas. Casal especial <3

Bloquinho de papel

Vou pensar no que fazer com as cartas que sobraram. Pesquisando no Pinterest vi algumas ideias de guirlanda, enfeites, cartões e tal. A pensar. Tenho umas 40 cartas sobrando – e posso usar tanto a frente como o verso (a estampa é bonitinha).

04 jun 14
outros bla bla blas
Arraiá e oficinas craft em Campinas
por Andrea

oficinas_sz_coletivo

Oba! Neste sábado 07/06 estaremos em Campinas, participando do Bendito Arraiá, um evento junino super bacana que une bazar e oficinas promovido pelas amigas crafters do Bendito Coletivo.
Desta vez não montaremos nosso armarinho vintage mas levaremos duas oficinas craft super especiais:

Embrulho furoshiki: Técnica japonesa de embrulhar com tecidos, usando dobras e nós.

Tricô de braço: Isso mesmo, vamos ensinar a fazer uma maxi gola usando apenas os braços e lã macia. Você tricota e já sai usando. Imperdível!

Interessou? Escreva para contato@benditocoletivo.com.br e garanta a sua vaga.

banner_azul

Nos vemos no sábado em Campinas!

03 jun 14
outros bla bla blas
Bordado para crianças
por Claudia

Meu primeiro bordado

Achei uma relíquia em casa estes dias: meu primeiro bordado! Provavelmente também meu primeiro trabalho manual de fato, depois de experiências randômicas com giz de cera em folhas de lixa e colagens misturando com tinta e areia (na minha escola era assim que as crianças passavam o tempo no jardim da infância, pelo menos é o que mais me lembro).

Devo ter feito isso com cinco anos, quando estava no pré-primário. Não me perguntem o equivalente desta série nos dias de hoje, não acompanho mais os nomes novos, e já me sentia uma menina crescida. Lembro que na lista de materiais pedidos antes de começar as aulas tinha isso de levar uma toalhinha para escovar os dentes.

Não sei a ideia de bordar meu nome foi iniciativa da escola, da minha mãe ou minha mesmo (depois eu descubro), mas o resultado final mostra que ninguém escreveu a palavra por baixo para depois eu bordar por cima. Está com cara de que peguei a linha, a agulha e fiz na raça mesmo. A letra U, o texto em queda e a distância da borda denunciam, hehehe. Mas engraçado que me lembro muito da sensação de ter completado a tarefa e de ter ficado muito contente. Que bom ser criança e não ter cobranças de perfeccionismo, né?

Meu primeiro bordado

(aqui uma foto do avesso para quem ficou curioso!)

Que este projeto sirva de inspiração para outras crianças – meninos ou meninas. É simples, fácil e pode servir de iniciação ao craft.

Recomendo a presença de um adulto guiando. Ele pode a passar a linha na agulha, mostrar como dar o nó e ensinar os primeiros pontos. Depois só precisa supervisionar e estimular a tarefa.

Escrever com linha e agulha é legal porque em pouco tempo a criança já vê o resultado, mesmo as que são mais impacientes.

E depois, se a criança pegar gosto, dá para seguir adiante. Coloque mais cores, aumente as frases, faça desenhos e personalize outros tecidos (fronhas, lenços, camisetas). Serve para usar e presentear!

Não tenho filhos, mas acompanhei outras crianças entrando no mundo da costura. Não tem idade, é só começar.

Se você tem alguma experiência, divida com a gente nos comentários.

Página 20 de 279Primeira...1819202122...Última