27 mar 14
blogueira convidadaoutras técnicastricô e crochê
Coelho de tricô mágico
por Andrea

coleho abre copy

Olá, aqui é a Lívia da Coelhoshow e do Tudo Simples. Com Abril se aproximando  é hora de apresentar o meu já tradicional PAP de Páscoa aqui no Superziper. Eu explico. Meus avós criavam coelhos e galinhas no quintal e foi aí que tudo começou. Quando cursava Artes Plásticas criei um fanzine sobre um coelho, suas aventuras e paixões (um alter-ego?), cujo título era Coelhoshow. Por estas e outras, que algumas de vocês já sabem, coelhos são a minha paixão e especialidade. Explicações dadas, vamos voltar para o projeto craft de Páscoa.

Eu sempre fiquei babando nos amigurumis feitos de crochê e tricô mas, entre as minhas habilidades craft, essas técnicas não são nada avançadas. Sei subir carreiras  de cordões tricô. E só.

Por isso fiz este coelho pink pensando em você que é como eu, iniciante nas agulhas mas gosta de coisas fofas. Ao invés de tirar um coelho da cartola vamos tirá-lo de um quadrado de tricô. Eu mostro como.

coelho1

Você só precisa tricotar um quadrado, do tamanho que quiser. Fiz o meu com 20 cm e o resultado foi um coelho e 13 cm. Minha dica é evitar pontos muito largos para a trama ficar mais fechada e coelho não molenga demais.

Com linha de bordado da mesma cor da lã, alinhave um triângulo, como o pontilhado. Quando terminar, puxe a linha e… Surpresa! A cabeça e orelhas vão aparecer. É quase uma mágica ;). 

coelho2

Coloque fibra siliconada dentro da cabeça até ficar fofinha arredondada.

Coloque fibra no corpinho e para fechar, use a linha de bordado pespontando as costas do coelho. Coloque mais fibra, se necessário e alinhave em volta da abertura, para fechar. Puxe a linha para fechar e dar forma ao corpo. Seu coelho já está quase pronto, vamos aos toques finais.

coelho3

Para dar uma carrinha ao coelho, utilize botões e olhinhos de plástico. Pontos de bordado também fica bem legal. Não esqueça de colocar um pompom bem redondinho como rabo.

IMG_0196

Coelhos se reproduzem super rápido. Se pegar o embalo, aproveita para fazer uma ninhada inteira para presentear na Páscoa. Nem todo mundo curte ou pode comer chocolate então,  um pressentindo craft é sempre super bem vindo como alternativa de presente.

Gostaram?  Vamos papear por aqui ou então façam uma visitinha no meu blog.

24 mar 14
craft tour
Guia Craft da 25 de Março – parte 2
por Andrea

guiaII copy

Hoje é dia de explorar mais um pouquinho da 25 de Março e seus arredores. Não há como fechar os olhos para a enxurrada de produtos importados que invadiu a região nos últimos anos mas nosso foco deste guia são as lojas de os materiais para artesanato e crafts. Vamos lá? Quem perdeu  parte I do guia sugiro começar por lá, para conferir as primeiras dicas.

Coloquem um sapatilha bem confortável nos pés e vamos lá.  Hora de bater perna e andar um pouquinho mais pela região.

25 de março copy

Uma das grandes atrações da R 25 de Março são as grandes lojas de tecido. Destaco as duas que mais frequento, ambas com propostas bem populares e boa variedade. A Casa Fátima, fica bem na esquina da ladeira Porto Geral com a 25,  não tem como errar o endereço. Os rolos e rolos de tecido logo na entrada deixam bem evidente que se trata de uma loja de tecido. O que tem por lá? Tecidos para moda, festa, artesanato e decoração, no atacado e varejo. Quando me dá preguiça de pegar fila ou ir mais longe acabo comprando por lá.

A Niazi Choffi tem várias unidades na região mas a maior fica na própria Rua 25. Uma loja gigante com 3 andares, quase um shopping. Além de tecidos variados (algodão,mistos,  plastificados, examine, feltros, sintéticos, etc) têm também artigos de cama, mesa e banho, cortinais, persianas e até utilidades domésticas. Boa pedida para complementar aquele enxoval básico e low budget.

Na Casa Fátima e na Niazi os tecidos são vendidos somente a partir de 1 metro. Para algodão com estampas diferenciadas e cortes a partir de 0,5 m, minha favorita ainda é a Fernando Maluhy que já foi tema de outro post do nosso guia. Endereço obrigatória para entusiastas do patchwork e costurinhas fofas.

Outra loja com várias unidades na região é a Armarinhos Fernando. Imagina um bazar bagunçado e bombadíssimo onde você encontra desde armarinhos básicos até perfumaria, brinquedos e artigos escolares. Ótimo para comprar itens básicos de costura como linhas, tesouras, alfinetes e outros básicos de artesanato.  O lugar é meio claustrofóbico e os corredores apertados então aproveita para comprar tudo de uma só vez e se possível sair rápido. Conforto zero mas o preço muitas vezes compensa!

Niazi Chofi
Rua 25 de Março, 702
Tel.: (11) 3325-3325
Outros endereços

Casa Fátima
Rua 25 de março, 617
Tel: (11) 3227-6745

basilio copy

Vamos seguindo em frente, se seus pés ainda aguentarem!

A Ladeira Porto Geral, após cruzar a R 25 de Março, vira Cavalheiro Basilio Jafet, rua bem bacana para comprar materiais para artesanato e festas.

Uma das minhas lojas favoritas é o Armarinho  Santa Cecilia. Apesar de Armarinho no nome não tem nada de costura ou tricô.  Trata-se de uma loja comprar matériais para técnicas decorativas como arranjos florais (secas, de papel, de EVA), pintura em madeira, scrap, confeitaria, embalagens variadas e  itens para montagem lembrancinhas. Ela não parece muito grande à primeira vista mas o fundo da loja é longo e merece ser explorado.

Precisa de materiais para festa ou lembrancinhas de plástico estilo popular/kitch (tipo óculos, chapéus e miudezas para brindes)? Entre na Festa Já ou na M Camicado. Um montão de itens baratos para decoração e lembrancinhas prontas de festa. Lembre-se que estamos na 25 e nem tudo é de alta qualidade,  o segredo aqui é garimpar procura de tesouros e itens interessantes.

Uma loja legal para costureiras e crafters  na Basilio Jafet é o Rei do Armarinho. Esta é a minha favorita para comprar insumos básicos de costura e bordado. Diferente do Armarinhos Fernando, que é um bazar de variedades, o Rei é especializado em costura e artesanato. Lá você encontra rendas, passamanarias, tolhas para bordar, meadas, cortadores, fios para tricô e crochê, agulhas, fitas, pompons, e muito mais. Uma loja grande, espaçosa (para padrões 25) e não fica muito cheia, vale a pena passar lá.

Armarinho Santa Cecilia
Rua Cavalheiro Basilio Jafet, 107
Tel: 3322-3322

M Camicado
Rua Cavalheiro Basilio Jafet, 55/63
Tel.: (11)3227-3372

Rei Do Armarinho
Rua Cavalheiro Basílio Jafet, 99
Tel:(11) 4083-5555

cantareira copy

Aguenta andar mais um pouquinho? Então vamos lá que o tour tá quase acabando!

Descendo um pouco mais a Basilio Jafet você vai chegar na R Da Cantareira. Logo no comecinho desta rua o destaque são as lojas de flores artificiais que aparecem uma trás da outra. Muito cafona usar flores de plástico? Depende da ocasião. Garanto que em algum momento você vai precisar delas e aí já sabe onde ir achar ;). Não destaco nenhuma das loja, pois acho que a maioria tem os mesmo artigos, basta saber garimpar. As lojinha da esquina (foto acima a direita, com a porta amarela)  que nem placa tem costuma ser barateira porém não aceitam cartão, apenas dinheiro.

cantereira_festas copy
Seguindo um pouco adiante na mesma rua começam a aparecer as lojas de artigos de festa e embalagens. Seu destino é aqui se precisa comprar saquinhos decorados e embalagens de papel para ovos de páscoa, fitas decorativas e material para lembrancinhas e cia.

Dica! Se você mas precisa produzir a sua festa infantil e não quer perder muito tempo vá direto na Matsumoto, que fica na rua em frente, a R Barão de Duprat. Fico devendo a foto desta vez. Pessoalmente acho o melhor lugar para materiais  de festa DIY. Lá você encontra tudo desde decorações para teto, mesa, papéis, embalagens para doces, letras de isopor, guirlandas e bexigas de todos os tamanhos e formatos.

Matsumoto
Rua Barão de Duprat, 39
fone: 3322-0166
horário: seg-sab 8h30 as 17h30

Ufa, aqui termina a parte II do nosso Guia Craft da 25. Se você chegou até aqui super merece comer um pastel no Mercadão Municipal que fica na Rua da Cantareira. São só 5 minutinhos a pé ;).

Não deixe de conferir outros posts do  Guia:

Guia Craft da 25 de Março, parte I

O paraíso dos tecidinhos de algodão

Lojas de tecido da 25 que abrem aos sábados

Faltou algo que você queria saber? Alguma dica ou lugar secreto que queira compartilhar? Aguardamos a sua participação :).

 

21 mar 14
casa craftcostura
DIY: capa para almofada feita de camisa
por Claudia

De camisa para capa de almofada

Quem acompanha o blog, sabe que eu adoro reinventar objetos e tenho muita dó de doar peças queridas. Pois bem, aprontei mais uma. Não consegui me desfazer desta camisa azul xadrezinha e resolvi transformá-la e fazer uma capa para almofada.

De camisa para capa de almofada

O legal deste projeto é que eu aproveitei os botões que fecham a camisa como método de abrir e fechar a capa :-) sem precisar costurar zíper…

De camisa para capa de almofada

Ou seja, basicamente você precisa costurar um quadrado do tamanho da almofada. Um quadrado, só isso! O que faz dele um projeto perfeito para quem está dando os primeiros passos com a máquina de costura.  

A minha almofada original era vermelha e de um tecido sintético que eu não gostava. Bem, comprei por R$ 3,49 em uma loja de um real, pelo preço não posso reclamar.

De camisa para capa de almofada

Nestas fotos dá para ver que o xadrez da camisa era um pouco transparente. Não cobria totalmente o vermelho, então meu primeiro passo foi costurar uma entrecapa com tecido branco.

De camisa para capa de almofada

Deixei uma abertura pequena na costura do quadrado para passar a almofada, dobrando a espuma. Como este tecido branco estica, fica fácil de fazer isso.

De camisa para capa de almofada

Marquei o tamanho do quadrado colocando a almofada em cima da camisa e passei giz, sem muito preciosismo. Risquei e já fui pra máquina costurar.  São só quatro linhas retas!

De camisa para capa de almofada

E por último, cortar a camisa em volta do quadrado. Coragem… porque mesmo sendo um projeto de reaproveitamento me deu dó de fazer isso.

Mas fiquei super feliz com o resultado. A nova capa ficou muito charmosa!

Agora no próximo bazar da igreja vou ficar de olho em camisas ;-).

19 mar 14
casa craft
Casinha de madeira versão 2014
por Andrea

casa_abre

Você lembra destas casinhas de madeira? Quem foi criança nos anos 80 com certeza teve uma! Eu tive e lembro muito bem da minha. Era um condomínio aberto, cheio de bichos feitos com bola de gude e miniaturas de perfumes do Boticário, todos itens ‘must have’ entre a garotada da época.

Infelizmente a minha primeira casinha de madeira se perdeu com as mudanças, mas ficou na memória. Foi então na há algumas semanas ao visitar uma loja de coisas velhas vintage dei de cara com esta belezinha direto do túnel do tempo. Sem pensar muito arrematei por um precinho super amigo e é claro, já pensando em uma reforma no melhor estilo DIY.

Seria digno trazer a boa e velha casinha de madeira para o ano 2014? Ou certas coisas devem ficar preservados no passado e permanecer apenas na memória? Está lançado o desafio.

casa2

A minha casinha estava bem detonada e suja. É feita com ripas de madeira mesmo e não mdf como algumas casinhas atuais que existem para comprar.

Registrei como fiz a pintura pois achei que seria útil para quem quiser saber como dar um up em qualquer pequeno objeto de madeira crua como caixinhas, bandejas e outros. Sou do time que acha que sempre dá para dar uma vida nova a coisas velhinhas desde que tenham uma boa qualidade.

casa1

Usei poucos materiais, a maioria tinha em casa, exceto as tintas para artesanato que comprei por R$ 3,00 cada pote.  Ah, estas que usei são foscas. Decidi que minha casa seria branca e amarela :). Dei uma boa limpada com pano úmido e deixei secar bem antes de partir para a reforma.

casa3

No caso de madeira a preparação é tudo #fundamento. Comecei lixando bem a casa, prestando atenção para retirar todas as rebarbas e partes ásperas. Se a peça estiver muito detonada ou tiver tinta antiga, comece com uma lixa mais grossa e depois passe a fina por cima para dar um bom acabamento.

casa4

Lixei com carinho as pontas onde a madeira estiva mais áspera. Ao terminar, limpei com uma pano seco para tirar todo o pó.

casa5e7

Coloquei a tinta num pires e com o rolinha, passei a primeira demão de tinta. O rolinho é sem dúvida a melhor que o pincel neste caso pois cobre melhor e não deixa riscos na madeira. Recomendo investir em um!

Como podem ver a primeira demão não cobriu muito bem, tive que passar uma segunda demão bem grossa para conseguir deixar a madeira realmente branca. Se precisar passar três vezes, se joga!

casa6

No caso de um objeto cheio de cantos como a casinha é imprescindível usar um pincel chato para conseguir cobrir com tinta os cantinhos que o rolinha não alcança. Deu um trabalho razoável pois como podem ver, a casinha é super compartimentada.

casa8

Por último, com a base branca já bem seca, parti para a pintura da fachada amarela – a parte mais legal :). Com o mesmo pincel que usei para os cantinhos passei duas camadas de tinta amarela  por toda a frente da casa.

Ufa, e a vontade de colocar na parede já ? Mas é importante esperara secar bem…. Paciência…. Ommmmmm.

casa10

Coloquei na parede do meu home office/ craft room e já arrumei alguns moradores para a casinha de madeira versão 2014. No lugar dos bichinhos de bola de gude, miniaturas de costura e outros badulaques que vou ajuntando por aí.

Agora tenho uma casinha de madeira… De novo! Um pouco de boa nostalgia não faz mal a ninguém ;).

 

Página 20 de 273Primeira...1819202122...Última