19 abr 13
casa craft
Superziper no Guia de Decoração da Pernambucanas
por Andrea

GUia_ pernambucanas
(Post patrocinado)

Quando você der um pulinho na Pernambucanas, não deixe de pegar logo na entrada da loja o novo Guia de Decoração que acaba de sair do forno. O catálogo tem várias dicas e tendências para inspirar na decoração do seu lar doce lar.

penew41

Além disso, nós estamos lá também! Fomos convidadas para dar uma mãozinha no ambiente moderno, preparando dois passo a passos de decoração que vão dar uma cara nova para a sua casa. São dois projetos fáceis de fazer e os materiais usados são bem acessíveis – dá para colocar em prática já no fim de semana!

Vejam os projetos que preparamos, no capricho!

espelho de parede
Como decorar com espelhos
Aqui, a gente ensinou a fazer um enfeite para a parede usando espelhos. Combinados com círculos de papel cartão em cores fortes, combinam com o ambiente e dão um toque moderno.

 

molduras

Como decorar com molduras na parede
Neste projeto, reaproveitamos molduras de quadrinhos antigos e de porta-retratos. Foram pintados em tons de azul, amarelo e cinza e deram uma nova cara para a parede. Vale experimentar!

Vocês encontram os dois passo-a-passos completos no site da Pernambucanas. O nossos projetos aparecem na seção “Geometria contemporânea” –  um estilo de decoração para quem curte algo mais sofisticado e abstrato, com um toque de novidade. Muito preto e branco, mas também com toques de amarelo e azul royal. Nas estampas, listras, traços feitos à mão, xadrezes modernos e estampas de tipografia.

decoramais

E pra terminar, uma oportunidade ótima! Além do Guia de Decoração, o pessoal da Pernambucanas está promovendo o concurso cultural “DECORA mais”. Você pode ter um ambiente da sua casa redecorado com com um toque super craft por nós aqui Superziper. Isso mesmo, não seria demais?

Acesse o site e saiba como participar . Mas corra lá porque o concurso vai só até o dia 21 de abril, domingo. Aproveita :)

17 abr 13
ateliê craft
Atelie Craft: Luciana, da My Lovelly Lolly
por Andrea

Visao geral do atelie2
Há apenas alguns meses conheci o trabalho da designer Luciana Zanin, crafter de São Paulo por trás das criações da My Lovelly Lolly. Ela cresceu vendo sua mãe costurar e seu interesse pela costura surgiu quando bateu aquela vontade de criar bonecas de pano para sua  filha Mel. Por aqui, foi paixão imediata pelo capricho da Lu que transforma tecidos em objetos lúdicos e que encantam.

Melhor que falar é conhecer o  cantinho da Lu ;). Vamos lá?

lu_za7
“Olá eu sou a Luciana e quase tudo por aqui é craft.  A foto vista da janela é da entrada aqui de casa e é a vista que eu tenho da janela do ateliê! “

1. Este espaço pertence à: Luciana Kanin
2. Onde estou: Loja Online da My Lovelly Lolly  e flickr.

lu_za1

3. É daqui que saem: bonecas, toys, monstrinhos, robôs, naninhas e o que fluir da imaginação. Todos fofinhos e feitos em tecido. Para bebês, crianças e adultos lúdicos.

lu_za3

4- O que não pode faltar: café, chocolate ou doce, cachorro, palpites da Mel (minha filhota), olhadinha nos e-mails e facebook, materiais diversos de artesanato, de ilustração, de costura e papéis. Além do vício por tecidos, adoro um contact!

 

lu_za2

5- Objeto querido: Gosto da mesa onde costuro, super antiga. Foi da minha mãe e ela me deu em uma de suas mudanças. Acho até que ela queria de volta mas já virou patrimônio. Na verdade tenho três mesas de trabalho. Na primeira eu faço o projeto e o molde no computador. Na segunda eu separo, risco, corto os tecidos. Na terceira eu só costuro :).

lu_za5

6- Última aquisição: livros Yumi e Aoki da Annelore Parot.

7- Número de horas passadas por dia: durante a semana em média 12 horas e finais de semana umas 4 horas.

8- Próximo desafio: conforme for dando tempo quero fazer um site, organizar o flickr, pinterest, produzir pelo menos a metade do que tenho em mente. Nossa são tantas coisas!

9- Nível de bagunça (1 a 10): na calmaria nível 3 e no caos criativo nível 9 beirando os 10.

10- Trilha sonora: Marisa Monte, Zeca Baleiro, Moloko, The Cranberries, 10,000 Maniacs…. Depois que tive a Mel, Cocoricó, Galinha Pintadinha, Palavra Cantada e por aí vai.

lu-za6

“A gaiola das loucas e a gatinha pinup foram feitas por mim em papel machê, arame e tecido. Na foto ao lado, a primeira bonequinha que fiz antes de comprar a máquina de costura, costurei à mão e os pregadores que estão na mesma foto da bonequinha pintei com as canetas Poscas.

Deu para perceber que também adoro um contact? Forrei as mesas do ateliê, o banquinho, o armarinho dos tecidos, os galhos com as corujas na parede e os quadrinhos com molduras em contact e gravuras impressas.”

 

 

15 abr 13
blogueira convidadaoutras técnicas
Três usos festivos para forminhas de papel
por Andrea

01

Execução de projetos e fotografia: Mari Alegre, da Layouteria.com

Quando as meninas me chamaram para escrever por aqui sugeri um tema que adoro: festinhas alternativas e possíveis!
Sim, usar coisinhas simples, fáceis de encontrar e que estão em todo lugar. Esse seria meu objetivo. Trazer a todos uma visão criativa sobre materiais baratos e que temos em mãos. Afinal, nem sempre temos artigos lindíssimos ou importados a nosso alcance. Mas, nem por isso vamos deixar de fazer uma comemoração com criatividade e bom gosto. Aliás, a arte alternativa está mais na moda do que nunca, e você pode surpreender a todos com uma décor fácil, bonita e barata! Quer coisa melhor?

Vamos começar com a nossa velha amiga de todas as festinhas: as queridas forminhas de papel. Sim, aquelas branquinhas, onde colocamos docinhos e que encontramos em qualquer mercadinho e lojinha de bairro. Pensei em três projetos fáceis de fazer e que até a criançada poderá ajudar. Vamos à eles!

Flor

Que tal usar forminhas  para fazer flores de papel e criar um vasinho para colocar no centro da mesinha de festa?

1. Separe todo o material: forminhas, palito de churrasco, garrafinha de vidro vazia ( usei de leite de coco), canetinhas, fita crepe, um tecidinho e uma fita.

2. Dobre as forminhas ao meio e decore da maneira que desejar;
3. Corte um pedaço de fita crepe e passe na base das forminhas dobradas, lado a lado, deixando um pedaço embaixo para grudar no palito;
4. Vá enrolando a fita crepe com as forminhas em volta do palito fazendo pregas (franzindo). No final, passe um pedaço de fita na base para segurar. Ajeite as “pétalas” e encape o palito, se desejar.

Bandeirola

O varal de bandeirinhas está super em alta nas festinhas mais alternativas e realmente fica uma graça na decoração. Passos:

1. Separe os materiais:  Forminhas de papel, palito de churrasco, barbante, canetinha para decorar, cola e tesoura.
2. Dobre as forminhas ao meio. Em algumas, corte com a tesoura, separando em três partes;
3. Decore da maneira que desejar. Pode ser com adesivo, canetinha, carimbo. Vale colocar o nome, a idade, etc.;
4. Cole no barbante. Amarre as pontas do barbante em dois palitos de churrasco. Espete no bolo ou em doces na decoração da mesa.

 

Luzes

Ai essas luzinhas de fada!  São fofas e dão um toque mágico a qualquer ambiente. Vamos fazer?

PAP-Luz

1. Separe os materiais:  Luzinhas de LED coloridas ou brancas, forminhas e estilete.
2. Faça um corte mínimo na forminha com o estilete (tem que ser bem pequeno mesmo, para não ficar caindo);
3. Encaixe as luzinhas e aperte com as mãos, amassando bem;
4. Você pode utilizar uma ou mais forminhas na mesma lâmpada. Enrosque ou fixe com tachinhas na beirada da mesa principal, nas janelas, no jardim ou onde sua imaginação mandar!

Gostou das dicas festivas com forminhas? Dê um novo olhar aos  materiais que estão por aí e crie você mesma a sua festinha.

Até o próximo post. Um beijo, Mari Alegre (Layouteria.com)

 

10 abr 13
craft touroutros bla bla blas
Como foi a Brazil Patchwork Show 2013
por Andrea

make2

Hoje foi dia de feira! Sim, mas feira de paninhos e cia! Como faço todo ano, fui dar uma espiada lá na Brazil Patchwork Show, para conferir as tendências que estão chegando do mundo dos tecidos e cia. Este ano o evento mudou de lugar e foi para o Centro de Convenções Frei Caneca. Achei que foi uma ótima decisão, a feira estava bem mais espaçosa e mais gostosa de circular. Como diria a Ma Cola, que me acompanhou na visita desta vez, dei joinha!

Bom, vamos lá espiar um pouquinho da feira? O espaço da Make by Rita Paiva estava um primor, irresistivelmente fofo em tons de rosa e vermelho! O tema? Chá da Alice <3

make3

O espaço era conceitual e tinha tantos detalhes fofos que escolher os mais legais foi tarefa difícil. Eu pessoalmente adorei os agulheiros em forma de bule e todos os objetos com o tema relacionado a hora do chá.

Depois da nossa experiência criando o quarto de costura na Casa da Mega sabemos o quanto dá trabalho produzir um ambiente autoral com orçamento limitado. O que vale é a criatividade e  fazer escolhas que surpreendam o olhar. É por isso que we <3 Make.

lu gastal

Outro espaço cheio de detalhes fofos na feira é o da Lu Gastal.  Ela montou um quarto de costura super craft e cheio de referências vintage aqui e acolá. Um coletivo de referências legais  para quem curte costura e o conceito handmade, com trabalhos da própria Lu e de outras artesãs talentosas.

francesa

No setor do comércio, quase enfartei me chamaram atenção os produtos da marca francesa Bohin, no estande da loja Le Petit Atelier. Eles trouxeram cortes de linho frances e japonês especiais para trabalhos em patchwork, além de muitos kits de bordado charmosissimos. Tudo no melhor estilo ‘zakka’, misturando linho de cores neutras com bordados delicados. Pena que não deixaram fotografar os kits, um mais lindo que o outro.

matrios

E pelo visto os kits de  projetos de patchwork estão super na moda! Se no ano passado o que bombou foram os kits de bonecas Tilda, este ano vi muitos outros kits à venda, dos mais diversos projetos. Desde acessórios, bordados até bonecas. Estas matrioskas  da Renata Blanco por exemplo já vinham impressas no tecido, para você  costurar em casa com o mínimo de trabalho. Eu curto projetos elaborados mas também acho válido usar kits para conseguir resultados rápidos e de efeito. E vocês, curtem kits mastigadinhos ou preferem comprar os materiais e montar algo original, do zero?

croche

Estas cestinhas multi uso e crochetadas com malha, não são simpáticas e a cara do Superziper?  Na hora lembrei do post que fiz mostrando como reciclar malha de camiseta. Achei que as cestas que ilustram um ótimo uso para a técnica. Estas estavam à venda e foram feitas pela Milacamila de Botucatu (milacamilah@gmail.com). Amei a maneira como ela combinou o crochê de malha com os forros de tecido <3.

compras

Fui cobrir a feira e ver as novidades mas, claro que não resisti e acabei comprando algumas coisinhas e ganhando outras.  Levei pra casa três cortes de linho da Le Petit Atelier, um furador circular gigante (cobiço um há anos) e uns alfinetes baratex, com folhinhas coloridas. A placa vermelha de “Keep Calm  and Sew On” silkada no metal foi presente da Solange do Arte na Lata, não é o máximo?  Vai para a parede do ateliê urgente!

Também trouxe tecido adesivo para testar e outras cositas más, em breve mostro mais por aqui :)

Se você tem interesse não só em patchwork mas em costurices e crafts que envolvem tecido em geral vale a pena a visita. A feira vai só até amanhã ( quinta). O ingresso custa R$ 15,00. Mais informações no site do evento.

 

Página 28 de 256Primeira...2627282930...Última