01 mar 07
craft tour
Eu quero ser a Cath Kidston
por Claudia

Cath Kidston (Chiswick)
Descobri aqui em Londres tem uma loja chamada Cath Kidson. É o máximo!

Quando estive aqui faz muito tempo, a Andrea me recomendou um passeio por uma Rua famosa pelas lojas, a Marylebone High Street.  Foi quando logo de cara achei  uma loja da Cath Kidston e pirei com tudo que tinha lá dentro. A linha vai de roupas de adulto e infantil, acessórios, enfeites, louças e até tecido por metro – mas TUDO com as estampas mais lindas e fofas do mundo. Estampas que eu adoraria ter criado e mandado produzir em escala, hehe, por isso que eu queria ser a tal da Cath.

Os temas são flores, bolinhas, listras, xadrezes, morangos. Tudo o que mais gosto. Tudo na loja desde a fachada é azul piscina e vermelho, cor do logotipo.

Esses dias, andando por Chiswick, um bairro aqui pertinho de onde moro, achei mais uma filial da Cath. Estava com a câmera e tirei esta foto da fachada. Mas não dá para ver o melhor, a loja por dentro. Mas sempre vale a pena conferir o que eles têm no site oficial.

Só tem um pequeno problema. Para os padrões brasileiros, os preços são bem salgados. Por exemplo, o metro do tecido tipo sarja estampada custa £18 (arredondando bem alto dá uns 80 reais). Naveguem  por conta e risco!  Se não der para levar nada serve como uma ótima inspiração, afinal ver coisas linda é sempre bom :).

01 mar 07
costura
Era uma vez uma luva de forno
por Claudia

Eu gosto muito da minha luva de cozinha que uso para tirar coisas do forno. Comprei em São Paulo, nada de especial: uma loja comum, não era presente, nada marcante. Mas eu gosto que ela é xadrezinha verde e tem umas maçãs estampadas. Distraída que sou, uma vez deixei ela perto do fogão e queimou um pedaço, deixando uma mancha preta e um pedaço da espuma à mostra.

Um dia desses eu resolvi embelezar a minha luva. Eu usei:

1) Pedacinhos de feltro nas cores vermelho, branco e verde

2) Linha e agulha

3) Miçangas pra enfeitar.

Aproveitando o tema da estampa, fiz uma maçã de feltro pra cobrir meu desastre. Eu fiz a maçã em 2 camadas de feltro: a parte vermelha e a branca. Eu não fiz molde, recortei na raça mesmo. Uma coisa que ajuda muito é usar alfinetes para segurar o aplique no lugar.

Para costurar, usei uma linha prateada dupla. Eu prefiro usar linha de crochê, mas no meio da bagunça a única coisa que achei foi a linha, então foi com ela mesma. Pra enfeitar, fiz dois caroços com miçangas de palito.

09 fev 07
nhacoutros bla bla blas
Let’s Bento!
por Andrea

Bento (pronuncia-se bem-tô, o to é a sílaba mais forte, o contrário do nome personagem da Turma da Mônica) é uma palavra japonesa que significa “comida para viagem”, similar à nossa “marmita”.
Mas reparem que o bom bento tem algo que a marmita não tem.

Eu, como descendente de japoneses, convivo desde criança com a idéia do bento. No entando, o que me acostumei a ver em casa até a pouco tempo atrás era uma forma “roots” de bento. Algo sem frescura, o equivalente oriental a uma marmita caprichada de arroz e feijão.

Mas, descobri há pouco tempo através da Internet (sempre ela) que vem surgindo uma febre do bento lá fora entre os jovens ocidentais.

Hoje tem gente fazendo bento muito (coloque ênfase neste *muito*) caprichado e colorido. Isso porque hoje existe uma indústria de acessórios próprios para incrementar o bento (todos importados do Japão) que vai desde as fundamentais bento boxes decoradas até mini molheiras para shoyu, palitos, toalhinhas de mão, sacolinhas porta bento box e até (pasmem !) moldes para ovo cozido, os meus preferidos.


Eu gosto muito da idéia de preparar a sua própria bento box para o almoço no trabalho. A acho louvável que as crianças levem uma bento box preparada em casa ao invés se empanturrarem com lanches industrializados ou de cantina. Fazer o seu próprio bento é valorizar o preparo dos alimento e adquirir consciência sobre o que se come pois as refeições são geralmente bastante balanceadas e as porções são apenas suficientes. Deixo bem claro que fazer bento não é uma tarefa para preguiçosos – exige planejamento e disposição. Mas nada que a prática não ajude. E boa uma panela de arroz elétrica também !


O ato de fazer um bom bento é um ritual a ser cultivado no dia-a-dia, com criatividade e paciência.

Vou falar mais sobre bento aqui no Superziper. Embreve uma entrevista exclusiva com uma expert em bento e uma receita surpresa deliciosa.
Sayonara!
(Todas as fotos que ilustram esta matéria: Yurippe Masuda)

07 fev 07
costurareciclagem
Broches para touca de lã
por Claudia

Aqui em Londres, pelo menos nessa época do ano, faz muito frio. Uma touca de lã é bem-vinda principalmente para andar de bicicleta. O vento na orelha é de matar, e deixar a cabeça coberta faz muita diferença. A única que eu tinha era uma de 1987 que comprei aos 13 anos quando fui pra Disney. Tinha um Mickey bordado na dobra e um pompom gigante em cima. Seguindo a linha do “Use what you have”, resolvi reciclá-la. O pompom já tinha sido usado faz tempo. Arranquei ele e pendurei na alça da minha mala de viagem. Assim quando ela chega na esteira do aeroporto, eu já reconheço de longe.

Como reciclar uma peça com aplique que você não gosta?

Recicle | original

1- Observe com cuidado como o aplique está preso na roupa/ acessório. Olhe o verso, procure sinais de costura, etc.

2- Retire o aplique com cuidado usando algum instrumento delicado. Pode ser uma tesoura fina, uma agulha…

Recicle | ideias

3- Faça um rascunho do que pretende no lugar. Nessa hora usei muito o Flickr atrás de inspiração. Mas vale fuçar ilustração em tudo quanto é lugar… papel de carta, embalagens japonesas, livros infantis, revistas femininas e assim vai.

4- Escolha um material para produzir o novo apliquei. Usei meu material favorito: FELTRO

Recicle #1

5- Elefante: recortei o feltro azul para o corpo, o rosa para a orelha e o olho é uma missanga costurada. No verso prendi um alfinete. Usei apenas tesoura, linha e agulha.

Recicle #2

6- Passarinho: para dar um efeito mais firme, usei feltro duplo. Eu cortei dois quadrados iguais e cortei ao mesmo tempo com a tesoura. Usei costura aparente para dar um charme. A cauda foi feita com arame torcido, botões e uma missanga grande e depois costurado. Tudo feito a mão. Também coloquei um alfinete no verso.

Recicle #3

7- Pingente de bolas: aqui foi uma escolha do que eu tinha disponível – dois pompons feitos à mão. A terceira bola eu fiz com feltro. Recortei um circulo e fiz um pesponto ao redor como se estivesse fazendo um fuxico. Coloquei um pedaço de manta acrílica no meio e “puxei” a linha do pesponto pra fechar. Costurei no final e prendi as 3 bolinhas umas nas outras.

# Descobri hoje este post . Veja o que você pode fazer feltrando um suéter de lã velho na máquina. (Andrea, em 16/03)

Página 289 de 290Primeira...286287288289290