27 set 13
outros bla bla blas
Superziper no bazar Ógente 9
por Claudia

Superziper Ógente 9

Novidade de primavera: o Superziper estará mais uma vez participando do Bazar Ógente 9, no bairro da Liberdade, em São Paulo, neste sábado, dia 28 de setembro.

Vamos levar nosso armarinho vintage itinerante e abrir a maleta cheia de coisinhas de costura, botões, carretéis de madeira e outros garimpos. Desta vez, conseguimos mais alguns itens da República Tcheca de ótima qualidade. Tem agulhas de bordado sem ponta, colchetes, alfinetes, etc. Continuamos trazendo os botões antigos que sempre fazem sucesso, nossa ecobag a um preço camarada, o caderninho repaginado feito com estoque antigo de papelaria e outros bric a braques.

Véspera de bazar é meio loucura, estamos a mil terminando os preparativos. Mas amanhã estaremos lá com tudo a postos para bater papo e encontrar vocês!

Bazar Ógente 9 – Edição de Primavera 2013
Quando: Dia 28 de setembro, das 11h às 18h30
Onde: Templo Busshinji – Rua São Joaquim, 285 – Liberdade – São Paulo, SP
(A duas quadras do metrô São Joaquim)

Entrada franca.
Mais infos: www.ogente.com.br

19 set 13
tricô e crochê
DIY: Pompom florido e desafio de primavera
por Andrea

pompom-abre

Yay, bem-vinda Primavera! Chegou a estação preferida de muita gente, minha inclusive. Vamos falar de flores, claro, mas que tal inovar este ano e falar de flores feitas de pompom? E melhor que falar é aprender a fazê-las.

Vi alguns pompons floridos na Internet e resolvi encarar o desafio de fazer os meus. Parece complicado mas não é. O segredo é empilhar as lãs de cores diferentes nos momento certos.

Temos até um gif animado mostrando todo o processo, especialmente para você se animar a fazer os seus.

ponpon_animado

Vou mostrar como se faz e, para deixar mais divertido, gostaria de propor um desafio coletivo para todos os crafters de plantão. Explico mais sobre isso no final do post.

Primeiro vamos ver como fiz o meu pompom florido, passo a passo.

pompom_mat

Você vai precisar de:

5 cores diferentes de lã ( Familia,  Mollet, Nina s~ao boas para isso e têm cores bem variadas);

4 clipes tipo ‘binder';

Moldes para pompom (4 discos de papelão cortados conforme a foto) ou um molde pronto para fazer pompom;

Tesoura afiada ou com ponta de precisão;

pap pompom

1. Corte seus moldes no papelão no tamanho desejado – os meus ficaram com 5 cm de diâmetro. Você vai trabalhar com os moldes em pares portanto, junte os dois primeiros. A ideia é ir enrolando a lã de cores diferentes na ordem que vou mostrar, respeitando os espaços.

2. Primeiro  enrole o miolo amarelo, bem no centro.

3. Depois uma camada do roxo, cobrindo o amarelo.

4. Seguido do rosa, que deve ficar bem cheio.

5. Por último o verde, bem no centro, para respresentas as folhas

6. Cubra tudo com uma camada de branco, de ponta a ponta do molde.

pap pompom2

7. Junte segundo par de moldes, posicionando face a face e cobrindo todo o diametro apenas com lã branca.

8. Hora de cortar! Posicione os dois pares de molde e prenda com quatro clipes. Isso vai ajudar a não movimentar o pompom na hora de cortar.

9. Passe a tesoura pelo centro cortando toda a circunferência. Vá com calma pois se o pompom ficar grosso é mais difícil de cortar.

10. Seu pompom floriu :D.

11. Agora sem retirar os binders, passe um fio comprido pelo centro e dê um nó duplo bem forte. Este nó tem que ser firma para prender os fios de lã que já estão cortados.

12. Retire os binders e os moldes e por fim, libere seu pompom!

pompom3

Hora do barbeiro! Com a tesoura, apare as pontas irregulares para deixar o seu pompom bem redondinho. Isso vai ajudar o desenho  da flor a ficar mais definido. Pode dar uma boa aparada.

pompom_final2

A prática leva a perfeição no caso de pompons floridos. Eu mesma não aceitei de primeira. Se a sua primeira flor pode sair meio tortinha insista e faça outras para aperfeiçoar sua técnica pompomflorista.

pompom_flor_web

Participe!

Agora vamos a nossa ação coletiva de Primavera! Funciona assim ó:

Primeiro faça um pompom florido bem lindão. Depois, fotografe-o e poste  no seu Instagram ou Facebook usando a hashtag #pompomdeprimavera mostrando onde você vai usar seu pompom.

Pode ser na bolsa, na bike, no cabelo, ou onde mais você quiser dar um toque primaveril.

flor_banco

Vamos publicar as fotos que recebemos num mosaico coletivo aqui no blog! Mostre seus pompons e participe!

Feliz primavera e que seja muito fofa e colorida :).

17 set 13
casa craftreciclagem
DIY: apoio de panela feito com corda
por Claudia

Apoio de panela de corda

Voltando a ativa com mais um produto das minhas reciclagens, um apoio de panela feito com corda. Aliás, qual o nome certo para isso? Tem quem chame de descanso de prato ou suporte de panela. Engraçado o nome do objeto já especificar o uso, porque como ficam as situações de quem vai usar para outra coisa? Fica uma coisa meio esquizofrênica dizer “apoio de panela para chaleira”, não? Enfim, deixo aberto para os linguístas e conhecedores do assunto de plantão.

Essa corda eu tinha comprado para usar como varal. Olha que eu usei bem… até o dia em que percebi bolinhas vermelhas em uma camiseta. Numa curtíssima investigação, descobri que era a corda soltando tinta na roupa molhada. Quem mandou ser diferente? Eu poderia ter comprado a tradicional corda branca de varal, mas quis inovar… Enfim, como que deu errado resolvi pensar em reaproveitar o material de alguma forma.

Apoio de panela - corda

Numa pesquisa rápida pelo Pinterest, vi muita gente usando corda (barbante, na verdade!) para encapar vidros e fazer um cahepô diferente. Então resolvi testar antes de fazer. Enrolei a corda em volta de um vidro de geléia e também em volta dela mesma. Reparem que em alguns pedaços o amarelo ficou desbotado por causa do sol, quando ela era um varal, mas eu não ligo. Prendi a corda com alfinetes e foi suficiente para “visualizar” o resultado final e escolher o que eu faria.

Apoio de panela - opções

Nem preciso fazer suspense porque todo mundo já sabe qual dos dois projetos ganhou. Pretendo deixar o cachepô pra uma outra vez. Usei os mesmos alfinetes pra pra segurar a corda enquanto ia enrolando em volta dela mesma.

Apoio de panela

No final, eu voltei com a corda para trás para fazer uma argolinha de pendurar. Para prender as voltas, eu poderia ter usado cola quente – vi em vários lugares que assim que fazem. Outra opção seria colar tudo em uma base, de cortiça ou outro material. Mas eu optei por costurar com linha, passando a agulha de um lado para o outro, primeiro em + e depoois em X. Resumindo, eu fiz uma costura interna, indo de um lado para o outro, passando pelo centro, formando um asterisco.

Apoio de panela - chá quente!

Ficou muito bom, aprovado! Já estou usando para o meu chá da noite. E, quando não está ocupado com a chaleira, o apoio fica de enfeite, pendurado em uma tachinha que prendi na lateral da escrivaninha.

13 set 13
craft tour
Britex, a fantástica fábrica de tecidos
por Claudia

britex-fabrics-abre

A Britex é uma loja de tecidos super tradicional em San Francisco. Estive lá na cidade há uns meses e aproveitei para visitar essa loja que estava perto do meu hotel. Cheguei no sábado cedo e tive sorte de pegar a loja aberta, porque os horários são também de antigamente – fecham as 6 em ponto. Durante a semana eu não teria tempo, então foi ótimo passar algumas horas lá dentro como primeiro passeio na cidade. Os amigos talvez não entendam, mas sei que os crafters aprovam este tipo de “turismo” :)

Então, como não amar uma loja que tem um luminoso de luzinhas piscantes e que o slogan diz “Fabrics, Fabrics, Fabrics”? Desde a entrada você já se sente atraído por este paraíso.

britex-fabrics-neon-sign

São quatro andares (o térreo e mais três) de pura tentação para costureiras e amantes das artes de tecido. Felizmente, eles deixaram fotografar a loja e os produtos. Tirei mais de 100 fotos. Muitas delas ilustram este post e o álbum completo está no Flickr para quem quiser se deliciar em um quase tour virtual.

britex-fabrics-andares

Para pessoas detalhistas e pacientes como eu, dá para gastar fácil mais de 2 horas passeando por lá. Além de variedade, eles têm tecidos bem específicos e caros, tipo um metro de lã Chanel por 150 dólares. E tinha também lãs lindas italianas, e feltros de uma qualidade incrível, além de seda em todas as cores imagináveis, e botões fantásticos, flores de tecido, um sonho.

britex-fabrics-variedade

Eu teria aproveitado mais a variedade de produtos e tecidos se tivesse ido com alguns projetos em mente. Mas como apareci lá sem me programar, só me restou xeretar as prateleiras e procurar achados e itens inusitados.

britex-variedade-tecidos-1

No fundo, eu me sentia como naquele filme que o menino pobrezinho acha no chocolate o convite dourado para visitar a Fantástica Fábrica de Chocolate!! Pelas fotos vocês vão entender, vou mostrar um pouco de cada andar e tirem suas próprias conclusões. Avante ao passeio!

britex-fabrics-geral-andares

Aqui, uma cena de cada andar. Pela profundidade dos corredores dá para ter uma ideia do volume de itens e variedade que eles oferecem. São prateleiras e mais prateleiras em um prédio antigo de pé direito alto, calculem! A foto do primeiro andar (canto superior esquerdo), que na verdade é o térreo, eu tirei do fundo para a frente – reparem no toldo vermelho lá no finzinho.

britex-fabrics-1

Aqui são algumas cenas do primeiro andar, onde eu encontrei lãs, sedas, tecidos chiques de festa e forros. Aliás, nem sabia que marcas como Chanel e Missoni vendiam tecido por metro! Pelas paredes e cantos, você sempre encontra ideias e inspiração do que fazer com os materiais daquele andar. Mas eu pirei mesmo com as escadas de madeira, que estão por lá há 65 anos, com as marcas do tempo. Delícia!

britex-fabrics-vintage

Olha como eles valorizam a história que têm. Nas paredes (de tijolinhos), vários pôsteres e cartazes das promoções e anúncios que eles fizeram nos jornais da cidade. Aliás, a loja tem elevador, mas andar pelos andares usando as escadas foi bem mais legal. Falando em coisas antiguinhas, no terceiro andar, você encontra também um armário de vidro com raridades e fitas vintage.

britex-fabrics-2-andar

Aqui, algumas cenas do segundo andar – foco em tecidos para decoração, algodão, linho, sintéticos, veludos. Olha que legal as explicações escritas a mão nestes tecidos. A tesoura presa e enrolada no fio de decoração me lembrou imediatamente da infância, quando acompanhava minha mãe nas lojas de tecido de SP – sempre invejava a rapidez com que os vendedores manipulavam os rolos de tecido, mediam e cortavam. Aliás, neste andar comprei pra ela um pedaço de tecido pink estampado com cerejonas vermelhas para fazer uma toalha de mesa. Vejam que a loja é super iluminada – janelões em todos os andares.

Daí que cheguei no andar do pecado. Anotem, é o terceiro andar. Botões, rendas, fitas e toda a sorte de acessórios e itens de armarinho.

britex-fabrics-3-andar

Eu me esbaldei. Afinal, com laços, fitas, galões e apliques eu não aguento.

britex-fabrics-fitas

Ah sim, e ainda havia uma enorme seção de acessórios para máquinas de costura, linhas, alfineteiros e coisas que nunca tinha visto. Foi difícil sair de lá!

britex-fabrics-achados

Penas, brilhos, fechos também fazem parte deste andar. Assim como pingentes, e também uma mini-livraria.

britex-fabrics-varios

Tem também um cantinho com enfeites perfeitos para noivas. Brilhos, flores delicadíssimas em tecido, fivelas, pentes, rendas, tudo em tons de branco.

britex-fabrics-noivas

Mas juro que neste andar eu não sabia nem por onde começar. Era muita coisa, information overload!

britex-fabrics-complementos

E as flores de tecido? As flores, ah as flores. Quem frequenta o Superziper talvez lembre que lá por 2007 ou 2008 eu fiz um curso de flores de fita perto de Londres – já gostava dessas coisas faz tempo. Esse lugar era o paraíso! Reparem que eles também fizeram flores com tecido Pucci – não que faça meu gosto, mas onde mais se encontra isso?

britex-fabrics-flores-tecido

Achei que sairia falida de lá, mas a sorte é que em todos os andares têm uns cantinhos de promoção (sale) – ou seja, dá para levar umas coisinhas sem detonar o cartão de crédito.

britex-fabrics-sale

Ops! Quase me esqueci dos botões. Como poderia? Olhem o tamanho da parede para eles.

britex-fabrics-botoes-abre

São tantas prateleiras que eles colaram etiquetas de números para as colunas e de letras do alfabeto para as linhas. Tipo assim, “moça, quero aquele botão de madrepérola amarelo em forma de coração da I-7″. Para facilitar, eles estão divididos por cores, formatos e materiais.

Mais alguns, super delicados e diferentes. Quero trocar todos os botões das minhas camisas e casacos, socorro!

britex-fabrics-botoes-1

Uma coisa legal é que eles têm amostras de tudo. Pode mexer, tocar, pegar, comparar. Afinal, é o lugar para quem produz com as mãos, quem é criativo, inventa, combina. Precisa ter acesso fácil e poder manipular.

britex-fabrics-amostras-cores

E para quem está começando, não tem problema também. Em todos os andares eles espalham objetos feitos a mão para inspirar e fazer a gente se sentir mais a vontade ainda!

britex-fabrics-handmade

Sim, porque é uma loja de criativos para criativos. Não deixem de reparar nas “baguncinhas” dos vendedores. Eu não só xeretei como ainda fotografei! E a latinha para guardar fita métrica é de brinde, pode levar!

britex-fabrics-personalidade

Por último (ufa!), deixo duas ideias legais para quem quiser se inspirar.
1) A roda de máquina de costura usada como manivela para regular o espelho de corpo inteiro.
2) Puxadores estrategicamente parafusados nas laterais dos móveis para guardar as réguas e os métros.

britex-fabrics-ideias

Se alguém planejar viagem para San Francisco, super recomendo. No site tem o endereço, horário de funcionamento, cursos, promoções e etc. Aqui: http://www.britexfabrics.com/

E a nossa galeria de fotos na íntegra está aqui: http://www.flickr.com/photos/super_ziper/sets/72157634638330602/ – clique no slideshow que fica na tela toda!

Página 29 de 269Primeira...2728293031...Última