28 abr 13
fashionreciclagem
Cerejinha de fita grelot (ou fita pompom)
por Claudia

Broche de cerejinha

Ontem a Andrea veio em casa pra gente fazer uma imersão total nos preparativos do Bazar Ógente, que acontece no sábado que vem, dia 4 de maio – uma ótima oportunidade de comprar um presente craft para o Dia das Mães. Além de produzir as peças que vamos vender, também ficamos bolando as embalagens e enfeites.

No meio da nossa bagunça, mostrei para a Andrea esta cerejinha que fiz usando dois pompons de uma fita grelot! Apesar de não termos achado um uso imediato para ela na questão do bazar, achei que valia compartilhar com vocês. (aliás, fiquem de olho no blog esta semana porque vamos mostrar o que vamos vender lá no bazar, tá demais!)

É tão facinha de fazer que quem tiver a fita e cola quente em casa já pode aproveitar o restinho do domingo pra fazer algumas. Olha como eu fiz, muito simples!

Como fazer a cerejinha

A grande sacada é conseguir prender os dois pompons bem próximos um do outro para ficar como um cabinho da cereja. Antes de chegar na cola quente, eu tentei unir costurando e com grampeador. O primeiro método demora (!!) e o segundo fica feinho. A cola quente, aplicada com cuidado, dá certo!

Cerejinhas de fita grelot

Me empolguei e fiz várias! A utilidade? É apenas um enfeite. Fica bonitinho aplicado em cartões, bolsinhas, necessaires, tiaras, etc – a lista vai longe! Eu usei de broche – e como estava sem alfinete de segurança, usei um simples mesmo.

Fica a dica e mãos à obra! Bom domingo.

23 abr 13
craft tour
Visitando e pirando na Daiso Brasil
por Claudia

Comprinhas Daiso

No começo de janeiro deste ano, eu, a Andrea e nossas mães fomos para o centro de São Paulo com uma missão: visitar a loja Daiso Brasil no dia de sua inauguração. Deixa eu explicar antes que reclamem. A Daiso é uma cadeia de lojas no Japão, no conceito de lojinha de 1,99. Existem há um tempão e é uma dica normalmente compartilhada com o pessoal que viaja para lá. Os produtos são bons, de bom gosto e baratos. A novidade é que, na expansão da marca, eles decidiram abrir a primeira loja da América do Sul bem no centro de São Paulo. A Andrea já tinha visitado a loja no Japão e eu nos EUA. Desde o ano passado, estávamos ansiosas com a abertura da loja. Apesar do atraso (era para ter inaugurado no meio/fim de 2012), a gente estava lá no dia D ( de Daiso?), com nossas mães, grande parte da colônia japonesa e muitos curiosos que entraram na fila em um sábado de garoa. Uma movimentação inusitada na Rua Direita!

A gente estava em dúvida se a visita valia um post ou não aqui no blog e acabamos decidindo que sim depois que voltamos mais uma vez na loja neste domingo. Eles abrem das 9h30 às 15h00, a loja fica perto da ciclofaixa e eles improvisaram um estacionamento para bikes logo na entrada! Como a divulgação da loja está funcionando mais no boca-a-boca e pela fanpage no Facebook, poucas pessoas conhecem. Então achamos que valia a pena espalhar essa boa dica, no estilo que SP Honesta vem fazendo com os restaurantes – valorizando o que é bom e vale a pena.

Apesar dos produtos custarem 100 yenes no Japão, aqui os preços são fixos em R$ 5,99 para qualquer produto. Como em qualquer nivelação, tem coisas que vão valer super a pena e outras não. A gente tirou algumas fotos com o celular para vocês terem uma noção da oferta e variedade. A gente pira! Ah… e a foto acima são alguns dos produtos de escritório que comprei para casa: quadro de cortiça, cestinha vazada de corações, grampeador, caixinha de acrílico para cartão de visitas, etc.

Vamos ao passeio! A loja tem dois andares. No térreo logo na entrada está a seção de papelaria e armarinhos!

Visitando a Daiso Brasil

Muita tesoura, acessórios, feltro e pequenas utilidades.

kit costura

Achei este estojinho de costura para viagem muito bom – normalmente não vem com tesoura e quando vem, é daquelas bem ruins que não servem pra nada. Esse tem uma tesourinha microscópica que funciona e a caixinha é amarelo-ovo. O acabamento da caixinha é ótimo, de plástico duro e quando fechada fica bem compacta. Amei!

caneta
Esta caneta é de tinta metalizada para fazer raspadinha em casa. Você escreve, pinta por cima, deixa secar e depois raspa :).

Visitando a Daiso Brasil

Outra coisa para prestar atenção são as embalagens! São ilustradas e instrutivas, bem no estilo japonês. Tem coisa que dá vontade de comprar só por causa da embalagem. Muita tentação em um lugar só!

Visitando a Daiso Brasil

O andar superioré dedicado a itens para  cozinha, lavanderia, jardim e organização do lar (aquelas caixas e cestos de todos os tamanhos que a gente adora).

Uma outra coisa legal são as estampas. Eles querem matar a gente com os xadrezes e florzinhas. Muita coisa delicada e fofa. Não dá para resistir. Levamos umas bandejas dessas, muito úteis.

Visitando a Daiso Brasil

Nesta foto dá para ver bem a questão da quantidade de produtos e da variedade de cores. Mesmo sendo importados a R$ 5,99 tem muita coisa que está mais barata do que comprar em supermercado ou lojas de presentes.

Visitando a Daiso Brasil

Essa última foto resume bem o espírito da loja. Como disse um amigo nosso, as frases que mais se ouvem é “Que legal!” ou “Pra quê serve?”. Esses quatro produtos são acessórios e enfeites para quem faz marmita japonesa, estilo bentô. Onde mais você poderia comprar um furador em formato de carinha para usar em folhas de algas? Lá você também encontra graminhas sintéticas, palitos e bandeirinhas de enfeite. É muita fofura (e inutilidade, dirão alguns).

daiso1

Estes dois itens foram nossos melhores garimpos na última visita. Uma lanterna japonesa de papel arroz, que funciona com LED e pilha, sem fio! E uma caneca de porcelana com tampa, estilo ‘eu sou rosa e fofa’. O tio da Andrea que mora no Japão explicou que por lá o controle de qualidade das peças é muito rígido por isso a Daiso arremata as louças com pequenos defeitos para vender a um preço bem inferior. Realmente esta caneca tinha uns pontinhos bem discretos na parte de dentro mas nada que tirasse o charme da peça.

O único problema da loja é o estoque meio limitado. As coisas mais legais acabam muito rápido e por causa da importação nem sempre são repostas. Tem coisas que vi no dia da inauguração e me arrependi de não ter comprado pois nunca mais vi por lá. A sorte grande é visitar a loja em um dia bom, quando um conteiner acabou de ser descarregado.

De qualquer forma, a gente super recomenda o “passeio”. Para se sentir no Japão, mesmo sem viajar pra lá.

Daiso Brasil:
Rua Direita, 247 – Sé – São Paulo – SP ( metrô Sé)
Horário: Seg. a Sab – 9h30 a 19h00
Domingo – 9h30 a 15h00
Fanpage: http://www.facebook.com/daisojapanbrasil

19 abr 13
casa craft
Superziper no Guia de Decoração da Pernambucanas
por Andrea

GUia_ pernambucanas
(Post patrocinado)

Quando você der um pulinho na Pernambucanas, não deixe de pegar logo na entrada da loja o novo Guia de Decoração que acaba de sair do forno. O catálogo tem várias dicas e tendências para inspirar na decoração do seu lar doce lar.

penew41

Além disso, nós estamos lá também! Fomos convidadas para dar uma mãozinha no ambiente moderno, preparando dois passo a passos de decoração que vão dar uma cara nova para a sua casa. São dois projetos fáceis de fazer e os materiais usados são bem acessíveis – dá para colocar em prática já no fim de semana!

Vejam os projetos que preparamos, no capricho!

espelho de parede
Como decorar com espelhos
Aqui, a gente ensinou a fazer um enfeite para a parede usando espelhos. Combinados com círculos de papel cartão em cores fortes, combinam com o ambiente e dão um toque moderno.

 

molduras

Como decorar com molduras na parede
Neste projeto, reaproveitamos molduras de quadrinhos antigos e de porta-retratos. Foram pintados em tons de azul, amarelo e cinza e deram uma nova cara para a parede. Vale experimentar!

Vocês encontram os dois passo-a-passos completos no site da Pernambucanas. O nossos projetos aparecem na seção “Geometria contemporânea” –  um estilo de decoração para quem curte algo mais sofisticado e abstrato, com um toque de novidade. Muito preto e branco, mas também com toques de amarelo e azul royal. Nas estampas, listras, traços feitos à mão, xadrezes modernos e estampas de tipografia.

decoramais

E pra terminar, uma oportunidade ótima! Além do Guia de Decoração, o pessoal da Pernambucanas está promovendo o concurso cultural “DECORA mais”. Você pode ter um ambiente da sua casa redecorado com com um toque super craft por nós aqui Superziper. Isso mesmo, não seria demais?

Acesse o site e saiba como participar . Mas corra lá porque o concurso vai só até o dia 21 de abril, domingo. Aproveita :)

17 abr 13
ateliê craft
Atelie Craft: Luciana, da My Lovelly Lolly
por Andrea

Visao geral do atelie2
Há apenas alguns meses conheci o trabalho da designer Luciana Zanin, crafter de São Paulo por trás das criações da My Lovelly Lolly. Ela cresceu vendo sua mãe costurar e seu interesse pela costura surgiu quando bateu aquela vontade de criar bonecas de pano para sua  filha Mel. Por aqui, foi paixão imediata pelo capricho da Lu que transforma tecidos em objetos lúdicos e que encantam.

Melhor que falar é conhecer o  cantinho da Lu ;). Vamos lá?

lu_za7
“Olá eu sou a Luciana e quase tudo por aqui é craft.  A foto vista da janela é da entrada aqui de casa e é a vista que eu tenho da janela do ateliê! “

1. Este espaço pertence à: Luciana Kanin
2. Onde estou: Loja Online da My Lovelly Lolly  e flickr.

lu_za1

3. É daqui que saem: bonecas, toys, monstrinhos, robôs, naninhas e o que fluir da imaginação. Todos fofinhos e feitos em tecido. Para bebês, crianças e adultos lúdicos.

lu_za3

4- O que não pode faltar: café, chocolate ou doce, cachorro, palpites da Mel (minha filhota), olhadinha nos e-mails e facebook, materiais diversos de artesanato, de ilustração, de costura e papéis. Além do vício por tecidos, adoro um contact!

 

lu_za2

5- Objeto querido: Gosto da mesa onde costuro, super antiga. Foi da minha mãe e ela me deu em uma de suas mudanças. Acho até que ela queria de volta mas já virou patrimônio. Na verdade tenho três mesas de trabalho. Na primeira eu faço o projeto e o molde no computador. Na segunda eu separo, risco, corto os tecidos. Na terceira eu só costuro :).

lu_za5

6- Última aquisição: livros Yumi e Aoki da Annelore Parot.

7- Número de horas passadas por dia: durante a semana em média 12 horas e finais de semana umas 4 horas.

8- Próximo desafio: conforme for dando tempo quero fazer um site, organizar o flickr, pinterest, produzir pelo menos a metade do que tenho em mente. Nossa são tantas coisas!

9- Nível de bagunça (1 a 10): na calmaria nível 3 e no caos criativo nível 9 beirando os 10.

10- Trilha sonora: Marisa Monte, Zeca Baleiro, Moloko, The Cranberries, 10,000 Maniacs…. Depois que tive a Mel, Cocoricó, Galinha Pintadinha, Palavra Cantada e por aí vai.

lu-za6

“A gaiola das loucas e a gatinha pinup foram feitas por mim em papel machê, arame e tecido. Na foto ao lado, a primeira bonequinha que fiz antes de comprar a máquina de costura, costurei à mão e os pregadores que estão na mesma foto da bonequinha pintei com as canetas Poscas.

Deu para perceber que também adoro um contact? Forrei as mesas do ateliê, o banquinho, o armarinho dos tecidos, os galhos com as corujas na parede e os quadrinhos com molduras em contact e gravuras impressas.”

 

 

Página 60 de 289Primeira...5859606162...Última