03 nov 11
outros bla bla blasreciclagem
Especial Detetive SZ: O Crime do Escritório
por Claudia

O crime do escritório

A saga Detetive continua. Depois do primeiro episódio – o Crime do Banheiro – chegou a vez de descobrir o que aconteceu no escritório da mansão. O suspeito desta vez é um tal de Coronel Mostarda. Assistam ao vídeo e confiram depois o passo-a-passo criminoso.

Mais uma afronta ao artesanato tradicional, usando uma máquina de escrever!

A arma do crime

Uma máquina de escrever velha despertou nossa criatividade. As teclas estavam soltas e o conserto não era mais possível. Porque não então aproveitar o defeito e transformar em uma oportunidade criativa?

Decidimos criar botões inusitados com objetos do dia-a-dia. Temos uma quedinha por  este tipo de contravenção, não vamos mentir.

Materiais:
. teclas de máquina de escrever
. linha e agulha
. tesoura e desmanchador de costura
. dremel ou mini-furadeira

Máquina de escrever

1. Comece tirando as teclas da máquina de escrever. As mais soltas saíram puxando com a mão mesmo. Para as mais teimosas, usamos um alicate.

2. Com uma broca fininha, fure a base da tecla. É por onde vai passar a linha que vai prendê-la como botão!

Máquina de escrever

3. Descosture os botões da camisa. Tentei primeiro com tesoura, mas este desmanchador de costura funciona bem melhor!

4. Veja que há muita diferença entre o tamanho do botão original e do que eu pretendia substituir. Assim, tive que alargar a casinha de cada botão. Novamente usei o desmanchador de costura para abrir mais o buraco. Alarguei um pouco de cada lado, um pouquinho para cima e um pouquinho para baixo.

5. Alinhavei o buraco para não descosturar. Fiz vários pontinhos, nas laterais e nas bases das casinhas.

Máquina de escrever

6. Depois costurei os botões em seus devidos lugares…

7. … e com as novas casinhas vejam como eles passam direitinho!

8. Na escolha das letras, fiz uma brincadeira: Q W E R T Y :)

9. E até as mangas ganharam novos botões!

Máquina de escrever

Com as teclas que sobraram  inventamos brincos de pingente. Aprovados ?

Os suspeitos  e armas continuam e em breve teremos mais 3 vídeos da série Detetive SZ. Aguardem outras novidades  criminosas nos próximos dias.

31 out 11
outros bla bla blastricô e crochê
Especial Detetive SZ: O Crime do Banheiro
por Andrea

banner-detetive-blog

Quem lembra do Detetive, aquele jogo de tabuleiro que foi super popular nos anos 80?  Ele marcou tanto a nossa infância que resolvemos homenageá-lo em uma série de videos especiais, mostrando nossos pequenos crimes contra o artesanato tradicional. Projetos divertidos, que fogem do comum e têm até um toque de subversão. O primeiro aconteceu  ontem, no banheiro de uma mansão e a suspeita é a Dona Violeta.

Ah, assistam o video até o final :)

Suspeitos prendados, armas e seus crimes criativos. Será que o craft compensa ?

screenshot4

O quê ?  Tingir lã com suco em pó ??????  Sim, trata-se de um crime inofensivo e de execução bem simples. Claro que a banheira é opcional.  Dá para ser menos extravagante e tingir com suco na cozinha mesmo.  Vamos mostrar como.

IMG_4832_tratada
Três saquinhos de suco são suficientes para tingir uma meada de lã. Esta técnica de tingimento só funciona com lã 100% pura.

Atualizados recentemente49
1. Use uma meada lã pura Paratapet  na cor creme ou branco,  três saquinhos de suco artificial de melancia, uma vasilha que possa ir ao microondas e uma colher de pau.

2. Encha a vasilha de água e dissolva bem o suco. É melhor usar água morna, para facilitar a diluição.

3. Coloque a meada dentro do suco.

4. Com ajuda da colher, afunde bem a lã de forma a cobrir todos os fios.  Vai ficar com uma aparência de macarronada.

5. Leve ao microondas por aproximadamente 3 minutos ou até a lã absorver bem o vermelho do suco. Cuidado para não deixar ferver  ou aquecer demais, isso pode feltrar a lã.

6. Quando a lã estiver bem tingida, a água do suco  vai ficar com uma cor clara, meio suja. Isso acontece porque a fibra da lã absorveu todo o corante.

Deixe de molho fora do microondas por mais 30 minutos e enxague bem a meada com água fria. Coloque uma  colher de sopa de vinagre branco na água do último enxague para fixar a cor. Retire o excesso de água e deixe secar bem pendurando a meada ao ar livre.

Pronto, de uma jarra de suco de melancia fez-se lã vermelha. Fica um leve cheirinho de suco  na lã que não é ruim, pelo contrário. Testem o tingimento com outras cores e sabores e me contem o resultado.

 

A serie Detetive SZ continua com mais quatro crimes criativos.  O próximo acontece no escritório da mansão e envolve um tal Coronel Mostarda.  Curiosos?  Esperamos vocês por aqui na quarta-feira para desvendar o mistério. Vai ser bem divertido!

 

26 out 11
costura
Perdendo o medo da máquina: Ziper invisível
por Andrea

IMG_3764-5

Hoje vamos mostrar como pregar um ziper invisível.  Mais um daqueles mitos que assombram as costureiras novatas. Certeza que depois deste post vocês vão soltar um ‘mas é só isso???’.

Mais uma vez contaremos com as dicas da Pat Casan, do Rainhas da Costura –  vai lá marcar uma aula com ela para aprender a costurar ao vivo e a cores.

ziper invisível

Você vai precisar de um pé calcador  especial para ziper invisível, como este da foto acima. A maioria das máquinas novas vêm com ele no kit mas é possivel comprá-lo avulso em lojas especializadas. Para trocá-lo, é só soltar o parafuso.

ziper invisível

Preparação é sempre fundamental. Posicione  todo o comprimento do zíper bem próximo à borda do tecido. Se for iniciante vale até alinhavar.

ziper invisível
Dobre a ponta do ziper invisível em mais ou menos 1,5 cm.  Você vai reparara que ele é bem mais flexível que o ziper comum.

ziper invisível

Agora posicione o ziper do tecido no verso do tecido, com a ponta dobrada, bem próxima à margem.

ziper invisível

Vendo pelo lado direito ele deve ficar assim, bem rente ao tecido. Vire do avesso de novo e  chegou a hora de  colocar o super pé de ziper em ação.

Clica no video abaixo para ver direitinho como é feita a aplicação. A ideia é passar a costura  reta pelo lado avesso, com o pé calcador deslizando bem rente à lombada dos dentes do ziper.

ziper invisível
Estas fotos mostram como deve ficar o visual na parte da frente e de trás do tecido após a aplicação. Se ficou assim, sua missão  foi cumprida com sucesso.Pode comemorar  e até agradecer à Nossa Senhora da Tesourinha da Garça!

Se chegou agora por aqui e  quer saber como se prega o ziper normal, dá uma olhada neste  tutorial antigo. Ele ainda pode ajudar.

19 out 11
outras técnicas
DIY carteira de silver tape (parte 3)
por Andrea

carteira silver tape (parte III)

Ufa, sem mais demora vamos à parte final do PAP da carteira Para quem chegou agora ou perdeu aqui estão as partes I e parte II.  Por último, vamos atacar o bolso grande, da direita. É um bolso único, com um tamanho bacana para guardar documentos e cartões maiores.

Primeiro, para moldar o bolso, corte 4 tiras, tomando como base a largura de um cartão. Corte duas tiras um pouco maiores e duas da mesma largura do cartão, como mostra a foto acima.

carteira silver tape (parte III)
Cole as laterais das duas tiras maiores uma na outra, formando um retângulo maior que altura da carteira. Depois cole as tiras menores por cima do retângulo, uma em cima e a outra embaixo.

Dobre a lateral  direita do retângulo central e cole ambas tiras menores por cima. Vai ficar um buraco mesmo. Vire e cole na parte da carteira direita, como mostra a última foto acima.

bolso_grande_7

Em seguida, corte mais duas tiras um pouco mais largas que a largura bolso e cole-as por cima da parte branca do bolso. As pontas das tiras, tanto da direita como da esquerda, devem envolver a lateral da carteira (direita) e do bolso (esquerda) para dar o acabamento e eliminar toda a superficie branca colante.

carteira silver tape (parte III)

A carteira já está praticamente pronta, mas é sempre bom dar uma reforçada final e caprichar no acabamento. Cortei mais algumas tiras finas de tape e colei na parte inferior e nas aberturas para garantir a durabilidade.

carteira silver tape (parte III)

O resultado final da carteira básica é este. Adapte e faça mais ou menos bolsos, de acordo com o que você costuma de carregar.

carteira silver tape (parte III)

Como toque final, fica legal colocar a sua marca ou alguma mensagem personalizada para quem vai ganhar a carteira. Usar um rotulador para escrever “Superziper” foi uma ideia que tive na hora.

carteira silver tape (parte III)

Tá aí o resultado final. Não vou mentir, eu só consegui chegar nisso depois de estragar muita fita e fazer umas cinco carteiras meio tortinhas. E vocês ? Se conseguirem fazer  ou tiverem alguma dica para aprimorar a modelagem sou toda ouvidos.

E vou aproveitar o finalzinho deste post para mostrar uma coisa muito incrível que ganhei ontem de uma leitora, a Pituca:

IMG_4664

Tudo começou quando ela, leitora assídua do Superziper, viu o meu primeiro post sobre a carteira e reparou que eu personalizei a carteira com uma etiqueta feita naqueles rotuladores DYMO, usando um modelo de pressão. Ela em seguida me enviou um email super simpático, oferecendo uma ‘caixa’ que estava na família dela há muitos anos e sem uso. Espiem só o conteúdo da caixa:

IMG_4670

Fiquei muito surpresa ao abrir a caixa e ver fitas nas cores laranja, marrom e até dourada (!), cores que não existem pra vender aqui no Brasil.Devem ter uns trinta anos e pertenceram a uma tia crafter, que já faleceu.  E supresa, as fitinhas ainda colam!

IMG_4669

dymo

Também ganhei um etiquetador DYMO vintage, que está com a ponta quebrada, mas claro que vou dar um jeito de consertar. Reparem só como o design mudou ao longo dos anos. O bege é o antigo e o cinza o modelo atual que comprei na Kalunga recentemente.

Muito obrigada Pituca, farei um bom uso criativo do material.

 

Página 60 de 256Primeira...5859606162...Última