05 set 11
costura
Perdendo o medo da máquina: Socorro, viés
por Andrea

tela_video_costura_2-1

Chegou a hora de encarar o temido viés. Sei que muita gente estava esperando este post, então vamos direto ao que interessa. Quem nos ajuda a mostrar desta vez é a Eli que, junto com a Pat, ensina iniciantes a perderem o medo da máquina ao vivo e a cores no ateliê do Rainhas da Costura #vailá.

A colocação do viés é  basicamente feita em duas costuras, uma do lado avesso e uma do lado direito do tecido.

Desktop27-1

Primeiro, posicione  a fita de viés aberta a aproximadamente 0.5 com da borda, do lado avesso do tecido. Use alfinetes para segurar o viés no lugar, se achar necessário. Passe costura reta  na dobra do viés aberto, como mostra a foto acima. Não esqueça de dar alguns pontos de retrocesso no início e no final da costura.

Desktop28

Terminada a costura no lado avesso, vire a peça para o lado direito e dobre o viés de forma a cobrir a lateral e a linha de costura que foi feita na parte de trás.

Desktop29

Passe uma linha de costura reta agora pela frente, bem próxima à borda lateral do viés. Use o centro do pé calcador como guia para a sua costura sair bem reta e não desviar da borda. Vá devagar com o pé leve no pedal,  pois esta costura final é que  vai segurar o viés no lugar. Faça o retrocesso no final para segurar tudo no lugar. Corte a linha.

Se quiser uma forcinha extra  com o viés, aqui vai um video com a eli explicando passo-a-passo. Impossível não conseguir agora :).

vies_frente_verso

Espiem só o resultado, na frente e  no verso do tecido.

Este viés que usamos é industrializado,  mas é possível fazer  a sua própria fita de viés em casa, com o tecido que você quiser, cortado a 45 graus.  Mas este assunto  é mais complexo e vai ficar para um próximo post, ok ?

vies_final
Tcharã! É mais fácil que você pensava, não é mesmo?  Acho que o segredo é conseguir costurar bem retinho e próximo à borda do viés. A prática leva a perfeição, meninas!

Estão se aventurando melhor com suas máquinas de costura ou ainda sofrem uma taquicardiazinha básica ao pisar no pedal? Me contem se as dicas que rolaram por aqui  estão sendo úteis. Já mostramos como franzir tecido e como colocar lastex.   O que vocês sugerem para o próximo ?

E se as dicas empolgaram você quer ir além,  super indico uma visita ao site das  Rainhas, Pat e Eli. Eles têm aulas avulsas individuais e oficinas criativas  – para sair de lá com uma peça pronta numa tarde. Mostrando que costurar  não precisa ser  mais algo chato e nem demorado, ainda bem :)

 

31 ago 11
outras técnicasoutros bla bla blas
Ideias com washi tape
por Andrea

Atualizados recentemente21

Quando estive no Japão há alguns anos fiz a rota das papelarias e lojas de materiais de artesanato. Hiperventilação constante e garantida. Numa destas conheci a washi tape, uma fita crepe adesiva feita de papel arroz. Foi amor a primeira vista! Na época, meu veredito foi que a washi  é um tipo de decotape evoluída, muito mais estilosa e versátil. Só fiquei triste de não ter acesso ao produto aqui no Brasil. Mas recentemente notei que as washis têm sido tema de post em vários blog legais lá de fora. Tomara que não demorem muito para chegar por aqui.

Eu estou encantada com as washi tapes por vários motivos:
* As cores e estampas são divinas e algumas vêm em larguras variadas (são 83 tipos, díficil escolher);
* Têm transparência do papel arroz, uma textura fina e delicada, que possibilita sobreposições de cores muito legais;
* São de papel e permitem que se escreva por cima delas, podem até virar etiquetas;
* São reposicionáveis e não deixam resíduo de cola (alô indecisas);

Possibilidades criativas infinitas à vista! Recentemente comprei alguns washis pela internet e  ainda recebi os dois sets acima direto do Japão, do fabricante mt masking tape – pioneiros nas fitas de papel arroz e com as estampas mais bonitas. Registrei alguns projetos para compartilhar aqui:

Atualizados recentemente22

O washi tape é muito versátil para criar embalagens personalizadas. Dá tanto para colar por cima do papel de presente como acrescentar pequenos detalhes a tags e cartões.

Atualizados recentemente23

Outro uso legal do washi tape é na decoração de ambientes. Eu colei washis verde limão e rosa choque no tampo da minha mesa. O resultado não é o que podemos chamar de discreto mas eu adorei. Tô numa fase flúor, perceberam?

Apliquei algumas também na capa do notebook. Desta vez deixei o neón de lado e usei as fitas do kit que ganhei da mt, com cores e larguras diferentes. Achei uma ótima sacada disponibilizarem estes kits prontos com combinações de cores e larguras mais inusitadas.

washi tape

E olha só, super dá para colar washi tape na parede, sem medo de ser feliz. Ela não deixa resíduo de cola e muito menos arranca tinta na hora da retirada. Para dar um toque de cor numa parede tediosa.

Onde ? Quanto ?

Encontrar a washi tapes aqui no Brasil ainda é um problema. Como tudo chega por aqui com impostos pesados de importação eu acho que ainda sai mais barato comprar pela Internet e esperar.

Encomendei algumas (a verde limão e a pink) por 4.5 doláres a unidade + frete na Omiyage lojinha da Marisa, que além de ser super simpática fala português. Ela tem um blog  e dá varias outras ideias de uso do washi tape. No Etsy também tem várias lojinhas que vendem masking tape e outras marcas, é so dar uma busca por ‘washi tape’.

Também achei as mt masking tape a R$ 27,0 a unidade  em São Paulo/Lapa na loja Amoreira. Acho que eles são os únicos que no momento vendem  as fitas washi tape por enquanto aqui no Brasil.

E vocês o que acharam das washis? Vontade de decorar tudo com fitinhas coloridas de papel arroz.

30 ago 11
outros bla bla blas
Queremos conhecer vocês
por Claudia

Gravatar

Em julho, participamos da Mega Artesanal e da oficina de furoshiki, e  tivemos a chance de conhecer  pessoalmente várias pessoas que lêem o Superziper. Normalmente são vocês que reconhecem a gente, mas nós duas ficamos tentando lembrar quem é a leitora (ou leitor). A gente pergunta se deixa comentários no site, com qual nome mas muitas vezes ainda  é difícil de ligar o nome à pessoa. Seria muito mais fácil se tivesse fotinho, certo?

Por isso que estamos aproveitando para pedir – para quem quiser (não é obrigatório, claro) – que se cadastrem no site Gravatar, que é uma das ferramentas que usamos nos comentários do Superziper. Ele associa uma foto ao seu endereço de email. Uma vez feito o processo, sua foto ficará registrada e toda vez que comentar por aqui (ou em outros sites e blogs que usam o sistema Gravatar), seu comentário estará bem representado!

Aqui no Superziper, quando não tem fotinho, aparece um ícone de tesoura azul. Estamos em uma campanha para menos tesourinhas e mais rostos! E se você tem vergonha, não precisa usar uma imagem pessoal – vale qualquer foto até mesmo uma peça que tenha feito! Olhem lá em cima o pé de meia da Flá, ou o macaco da Sunset, o logo da Ana e o bichinho da Isa.

O cadastro é simples, mas o site por enquanto é todo em inglês. Se tiver dificuldade, você pode usar um tradutor online de sites, como este .

Coloquei aqui as etapas de como fazer:

1. Entre no site do Gravatar
2. Clique em Sign Up (cadastrar-se)
3. Você vai receber um link de ativação por email
4. Clique no link, vá para o site e escolha uma senha
5. Clique em adicionar imagem para associar sua conta com uma foto sua
6. Na próxima etapa, você pode redimensionar e escolher a área que quer deixar visível
7. Por último, o site pede que você classifique a imagem. Use “G” para fotos seguras para qualquer site.
8. Pode demorar de 5 a 10 minutos para a foto aparecer, então calma se não rolar logo de cara. Não precisa fazer nada, só esperar…

Vamos adorar conhecer vocês melhor ! Gravatarizem :)

24 ago 11
costura
Perdendo o Medo da Máquina: Franzindo com lastex
por Andrea

tela_video_costura_1

O primeiro post do Perdendo o Medo da Máquina explodiu de comentários. Que bom saber que vocês ficaram tão empolgadas com o tema assim como nós.  Já anotei todas as sugestões para atender na medida do possível. Enquanto isso vamos que vamos, com o pé leve (mas firme e certeiro) no pedal da máquina.

Hoje, o tema é ainda é o franzido máquina. Mas desta vez, o foco é no lastex, este mito eterno das costureiras novatas.

lastex

Para começo de conversa, lastex é este elástico super fininho. Parece uma linha mas é um fio um pouquinho mais grosso e elástico. Tem para vender  em várias cores mas o branco e o preto são os mais usados, curingas.
Franzido com lastex

Preparadas  para saber o segredo milenar da costurar com lastex? Aqui vai: Basta encher a bobina da máquina com o lastex bem esticado.  Hehe, só isso!

Assim ó: vá puxando o lastex do retrós e enchendo a bobina manualmente até ela ficar quase que  totalmente cheia. Ajuste a máquina de costura para  fazer ponto reto, de médio a largo. Ajuste  também a tensão  do ponto – antes de costurar faça um teste num retalhinho sempre.

Para mostrar aqui no post usamos linha branca no retrós e lastex preto na bobina, só  para ficar evidente. Na ‘vida real’ usaríamos lastex branco, da mesma cor da linha ;).

Franzido com lastex
Faça uns pontinhos de  retrocesso e  vá esticando o tecido na hora de costurar em linha reta. O tecido vai franzir sozinho, como num passe da mágica, graças ao lastex que está na bobina.

Franzido com lastex

É comum costurar várias tiras de lastex paralelas no tecido para obter áreas franzidas e elásticas. Neste caso faça várias linhas paralelas até conseguir  produzir o franzido total desejado.
Desktop25

Aqui o resultado final depois de três linhas paralelas com lastex aplicado. Na frente só aparece a linha branca e o lastex preto fica aplicado no verso do tecido.

E é claro ainda tem o video com a Pat Casan, do Rainhas da Costura, mostrando como se faz.

O lastex é bacana para produzir  um efeito franzido em roupas pois gera uma costura elástica bem maleável.  Dê preferência para usar o lastex aplicado a tecidos mais finos e fluídos. Olha aqui um exemplo de lastex num vestido:

Atualizados recentemente19

Já para objetos feitos em tecido mais encorpado, o franzido tradicional com linha na frente e verso, gera uma costura franzida bem mais firme.

Será que existe algum outro jeito de pregar lastex? Se conhecerem me contem. Eu aprendi este com a minha mãe, que sempre pregou assim e fez vários vestidinhos de lastex para mim na infância.  Me lembro que nos anos 80 até os adultos usavam muito este tipo de vestido meio bata, com peitilho franzido de lastex.

Já dá para arriscar um revival!

Página 80 de 272Primeira...7879808182...Última